Log In

Notícias

‘Fleet Street’: jornalista da CNN produz série sobre tabloides britânicos

Pin it

A emissora Starz colocou em desenvolvimento Fleet Street, série que tem como produtor-executivo o jornalista britânico e âncora da CNN, Pierce Morgan.

O drama se passa na década de 1970, época em que os tabloides ganham espaço no âmbito jornalístico inglês, e também abrange o contexto da revolução sexual e o bem-estar social, tudo isso visto através da ótica do jornalista, personagem principal da série.

O drama será produzido pela Lionsgate juntamente com produtora Virgin, de Richard Branson, a Octagon Entertainment e a produtora de Pierce Morgan, Ferret Prods. O roteirista ganhador do BAFTA, Danny Brocklehuster (Shameless UK) irá escrever o episódio piloto e também servirá de produtor-executivo.

“Imagine uma indústria em que cada concorrente, de jornais rivais, trabalha na mesma rua, competindo entre si todos os dias, mas que, à noite, esses mesmos oponentes vão beber, fornicar e cheirar cocaína juntos”, disse Morgan, que tem contato direto com a indústria de tabloides britânico, tendo já trabalhado no jornal sensacionalista The Sun e também como editor do News of the World e Daily Mirror – jornal que, recentemente, envolveu-se em escândalos por fotos montagens e, especialmente, por ter tido o telefone de celebridades grampeado. A experiência de Morgan em periódicos britânicos se estendeu do final dos anos 1990 ao começo dos anos 2000.

“Uma rua cheia de pessoas desregradas e sem escrúpulos realmente existiu e ela era a Fleet Street. Na década de 1970, essa se tornou a base para o jornalismo popular moderno, sendo uma importante mídia estrangeira que modificou o que se entendia por ‘news’, exibindo a vida das pessoas mais ricas e poderosas nas capas dos jornais”, contou o jornalista. “Esse foi o apogeu da era das celebridades, o que trouxe mudanças para cultura pop mundial, e também a relação entre a imprensa, os políticos, realezas e celebridades. A Fleet Street na década de 1970 mostrou um mundo devastador e ao mesmo excitante dos bastidores das vidas das celebridades”, finalizou.

O projete reúne a emissora Starz com a Lionsgate, que produziu recentemente a série cancelada da HBO, Boss. “A Starz está ansiosa para trabalhar com a Lionsgate novamente, principalmente em uma série na qual apostamos que seja um grande sucesso”, disse o CEO da Starz, Chris Albrecht. “A Flee Street nos anos 70 era o que é hoje a Madison Avenue”, falou em comparação com a famosa avenida em Manhattan, Nova Iorque.

Com informações do Deadline.

Séries citadas:

Uma cearense americanizada, que adora misturar um pouco de inglês no português e vice-versa, Historiadora ainda em formação, mas que sonha em se tornar uma brilhante cineasta no futuro. Jodie Foster, Nicole Kidman e Emily Deschanel são minhas musas inspiradoras, já David Boreanaz é o meu supra-sumo de gostosura dentre os homens de Hollywood. No mundo das séries, posso amar muitas, mas a que eu mais amo é Bones!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Log In or Create an account