Log In

Notícias

Fevereiro de poucas novidades na Sony. Grey´s e Housewives são os destaques

Pin it

Ellen Pompeo em Grey´s AnatomySem Medium, sem Scrubs, sem According to Jim. E nem sinal de Private Practice… O canal Sony terá poucas novidades em sua grade de programação no mês de fevereiro, segundo mês mais importante de estréias do canal (o outro é novembro). A nova programação do canal terá apenas os esperados retornos de Grey´s Anatomy, Desperate Housewives e The Daily Show with Jon Stewart Global Edition e a estréia de um reality show, o Top Design.

Top Design, única estréia do canal, é um reality de competição entre 12 decoradores aspirantes. Com 10 episódios, o programa mostra a cada semana os candidatos participando de provas onde precisam montar ambientes – ao final de cada programa um competidor é eliminado. O programa estréia no sábado, dia 9 de fevereiro, às 21h, substituindo o Celebrity Poker Showdown na grade do canal.

O drama médico Grey’s Anatomy entra em nova fase na segunda-feira, dia 11 de fevereiro, às 22h. Em sua quarta temporada, o programa retorna com várias mudanças – sem as presenças de Addison (Kate Walsh, que ganhou sua própria série) e Burke (Isaiah Washington, afastado da série por problemas disciplinares). A novidade é a chegada de Chyler Leigh, no papel da residente Lexie Grey, irmã de Meredith (Ellen Pompeo), e de Brooke Smith, de volta no papel da cirurgiã Erica Hahn.

Dois dias depois, na quarta-feira, dia 13 de fevereiro, a Sony estréia o esperado quarto ano de Desperate Housewives. Na estréia saberemos se Edie (Nicollette Sheridan) faleceu ou não e ao longo da temporada veremos enfim Lynette (Felicity Huffman) revelado as amigas que está com câncer. Como já virou tradição, toda nova temporada introduz uma série de novos personagens – e agora teremos um casal gay e o retorno de antigos moradores a Wister Lane. Dana Delany (Kidnapped, Presidio Med) é a principal novidade no elenco.

Um dos motivos da estréia das duas séries serem adiada para fevereiro é que o canal Sony planeja exibir os dois seriados sem interrupções ao longo da temporada. Mas em função da greve dos roteiristas não se sabe ainda se isto será possível. Até o momento nos EUA, Grey´s Anatomy teve 11 episódios exibidos nos EUA e Desperate Housewives teve 10 programas.

Outra atração que retorna ao canal é o The Daily Show with Jon Stewart Global Edition. O premiado programa humorístico e talk show apresentado por Jon Stewart havia saído da grade da Sony em função da greve dos roteiristas, mas retorna em fevereiro (sem seu staff de roteiristas, que continua em greve). Na grade de programação distribuídas pela Sony, a volta do talk show está listada para o dia 5 de fevereiro, terça-feira, às 22h30.

Outra atração do canal para fevereiro é a transmissão do Grammy Awards, prêmio dos melhores da música. O canal exibe a atração no domingo, 10 de fevereiro, às 23h, com reprise legendada na semana seguinte. O Grammy está confirmadíssimo, diferente de outras premiações, esta aqui ganhou um trégua do sindicato dos roteiristas, que promete não fazer piquetes no tapete vermelho durante a cerimônia.

Na grade diurna, a principal novidade é que a Sony programou reprises das primeiras temporadas de Grey’s Anatomy para o horário das 19h – substituindo a dobradinha Scrubs e Seinfeld (mas as duas permanecem no horário das 23h à 0h).

Grey’s Anatomy e Desperate Housewives também terão reprises de suas primeiras temporadas no horário das 12h e 13h. De acordo com o site SériesOnline (leia aqui), as duas séries serão exibidas dubladas neste horário.

Correção em 31/1: A Sony anunciou que apenas a reprises de Grey’s Anatomy do horário das 12h serão dubladas. A exibição das 19h e a reprise de Desperate Housewives das 13h serão legendadas.

Séries citadas:

Os textos assinados pela Redaçao TeleSéries são textos de autoria coletiva ou notícias escritas por um redator anônimo, mas sempre revisadas com a máxima precisão jornalística.

12 Comments

  1. Kravis

    Vacilo da Sony.
    Devia trazer Private Practice pra fazer dobradinha com Grey’s.

    E nem é supresa que não traga Scrubs ainda. Por essa eu até já esperava. Lááá no meio do ano, talvez!

  2. Léo Roberto

    jon stewart na verdade ja voltou na surdina na ultima terça feira, o foco do programa foi as previas de new hampshere e o erro feio nas pesquisas ,incluindo entrevista com um dono de instituto de pesquisa, nem precisou de roteirista a improvisação do jon é otima e o programa estava tão engraçado como os outros exibidos.

  3. Fernanda

    medium e scrubs com um atraso AINDA maior, MAIS um reality show idiótico, programação DUBLADA… um canal que prestava indo ladeira abaixo. não sei o que eu prefiro, isso ou a programação adiantada da raposa (perdi absurdos 15 minutos de dexter segunda passada, programadores malditos). só falta a warner começar a fazer m*rda também, aí o mundo desaba de vez.

  4. Natalia

    Concordo, Fernanda. Estamos assistindo ao fim da Sony. Salve, salve a Warner!

    Afinal, quando Medium vai chegar aqui?

  5. mariana

    Na minha opinião, Warner, Universal e AXN deixam o Sony comendo poeira.
    Acrescento a Fox quando as legendas funcionarem.

  6. Pedro

    Será que as pessoas que coordenam a sony e sua progração não leram as noticias na epoca em que a FOX dublou toda a programação?! Putz, que mancada!!
    Viva a Net Digital e seu SAP!

  7. Philippe Fernandes

    “A/O Sony é coisa do passado, virou o SBT da TV por assinatura.”

    Tá piorando, mas “SBT da tv paga” ainda acho que é a Fox/Simpsons Channel…

  8. digo

    Gente, preciso comentar: O que é aquela propaganda do Grammy com a Britney Spears? HILÁRIA!

    Muito boa mesmo!

  9. Eliane Moura

    Dublagem é boa… pra burro! Pô, os americanos gastam milhões de dólares pra fazerem filmes e séries com um som perfeito e lá vem aquele som mono da dublagem estragar tudo! Sem contar as besteiras que o dublador fala às vezes. Quando o Universal passava o Law & Order SVU dublado, o dublador sapecou: ” A vítima foi apunhalada com um martelo”!! Hello! Alguém só pode se apunhalado com um punhal, né não? E o narrador do History channel que está anunciando um programa sobre os planetas “Urânio, Netuno”… URANO!!! O planeta é Urano!!! Duro é ter que aturar o meu marido gritar toda vez que o cara fala essa bobagem: “Urânio é a mãe!!! É a mãããe!!!” Ai, ai… quando eu era criança, há uns 50 anos, ficava toda orgulhosa pq já sabia ler os letreiros no cinema. Claro, naquela época não tinha essa mamata de dublagem e se vc não sabia ler, não via filme. Simples assim. Hoje, todo mundo é tratado como analfabeto. Como é que chegamos a isso?

  10. fernando dos santos

    Realmente o The Daily Show desta ultima terça-feira era inédito mesmo.Ontem à noite eu vi a reprise no Sony.

  11. beatriz

    Eliane Moura,
    Concordo inteiramente com você!O pior é que os partidários da dublagem argumentam que esta forma (a dublagem) é muito nacionalista, patriótica mesmo, como se 1o.) o filme ou a série não fossem estrangeiros; e 2o.) a legenda não estivesse em português…
    Bons tempos aqueles em que as pessoas conseguiam ler as legendas… “Como chegamos a isso?”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Log In or Create an account