Log In

Reviews

Faking It – You Can’t Handle The Truth or Dare

Pin it

Série: Faking It
Episódio: You Can’t Handle The Truth or Dare
Número do Episódio: 2×02
Exibição nos EUA: 30/09/2014

Outra semana e outro ótimo episódio de Faking It. A cada episódio que passa eu fico mais impressionada com a belezinha que a série é. O roteiro é sério mas não é chato. As piadas são fáceis mas não idiotas. Bandeiras são levantadas e ensinamentos são repassados, e tudo isso com a maior naturalidade do mundo. Well done, MTV. Você me surpreendeu positivamente.

Dito isso, vamos a You Can’t Handle The Truth or Dare, no qual Karma e Amy resolveram fazer uma noite das garotas para tentar retomar a amizade. É comovente ver o empenho das duas em voltar à normalidade, e ao mesmo tempo é engraçado e dolorido. Engraçado porque as situações nas quais as duas acabam se colocando são impagáveis (Amy usou “fazer xixi”, mas deveria ter dito “tomar um banho frio”). Dolorido porque voltar para o normal significa sofrer: ou por ter o amor negado ou por estar negando o amor. Situaçãozinha difícil a delas.

Além disso, fica aquele gostinho amargo na boca. Ao mesmo tempo que torcemos pra que as coisas voltem ao normal, também temos certeza de que não deixa de ser ingenuidade delas achar que tudo se resolverá tão rapidamente.

Talvez o único que consiga ver bem a situação toda é o Shane, e ele bem que avisou que as coisas ficariam estranhas entre elas. E justamente para evitar isso Amy acabou chamando Lauren para participar do final de semana Karmy. Sério, Amy? Além das coisas ficarem estranhas, isso aconteceu com audiência. Ideia genial.

E Lauren, sabedora de que o convite tinha sido motivado por pena e justamente para evitar que Amy e Karma ficassem sozinhas, resolveu propor um jogo EMOCIONANTÍSSIMO de verdade ou consequência.

Faking It - You Can't Handle The Truth or DareKarma, inocentezinha, escolheu consequência. E Lauren tratou de mostrar que não estava para brincadeira quando propôs que ela beijasse Amy. Um beijo longo e de língua. Só que não foi dessa vez que vimos as garotas se beijando pra valer, já que Karma trapaceou – verdade OU consequência, senhorita. Não verdade e/ou consequência – e acabou escolhendo verdade (e tendo que responder, na cara da Amy, como foi o sexo com Liam. AWKWARD). E a coisa só degringolou, já que Amy e Karma não queriam “perder” para Lauren e tentaram expor o segredo da loira “malvada” para Leila e Elizabeth – que apareceram com suas camisetas Karmy e foram as fangirls shippers mais fofas do mundo.

Claro que a coisa não ia acabar bem, e quando Lauren pegou bem pesado Amy fez beicinho e disse que não queria brincar mais. No final das contas a única vantagem do jogo da “verdade ou consequência” foi que Amy e Karma conversaram e tentaram colocar um limite nas suas interações: dormir na mesma cama pode, mas de conchinha já é demais. É legal que elas definam limites. Talvez ajude a lidar melhor com a situação (ah, Karma, trocar de roupa na frente da Amy também não tá podendo!).

Mas nem só de final de semana de garotas foi feito o episódio. Liam e Shane também tiveram alguns momentos de tela. E eles valeram a pena por causa de Shane e de Theo, o garoto novo. Liam

Não sei se vocês concordarão comigo, mas o preconceito que o Shane sofreu no bar só mostrou o quão idiota o Liam é. “Com licença, é hora do meu amigo tomar a medicação dele”. Não, eu não comprei a história de que ele tentou preservar os sentimentos e a integridade física do Shane. Theo mal conhecia o Shane e se portou de forma diferente. Não estou dizendo que o enfrentamento físico é o caminho para resolver essas situações. Sou uma pacifista, e acho que o enfrentamento físico usualmente não é resposta pra nada. Mas me pareceu que o Liam se sentiu envergonhado pela situação, enquanto que o Theo pensou apenas em proteger o amigo que estava sendo ameaçado.

Sim, eu sei que minha ideia do Liam não é muito boa. Mas a cada episódio que passa ela piora mais e mais. A Karma errou com ele? Sim. E o Shane também. Mas ele está SUPER overreacting. A mentira que a Karma contou pra ele foi quase uma mentira do bem. Ela TRANSFORMOU A VIDA DA MELHOR AMIGA DELA EM UM INFERNO só pra conseguir a atenção dele. E mais: se ele não fosse um idiota que quer transar com lésbicas a mentira não teria colado. Então não consigo sentir dó dele e nem me sensibilizar com o coração cheio de pregos. DESCULPA.

Dito tudo isso, preciso dizer que adoro o Shane. Ele tem tiradas muito engraçadas e lida com o preconceito de uma forma muito madura. E não quer mais ficar escutando histórias sobre alimentar o lobo bom ou o lobo mau. You go, Shane!

Na próxima semana, brasileiras aparecerão na Hester High School. E Katie Stevens – cuja família é portuguesa – vai gastar o português tentando arrumar uma namorada sexy para Amy. Quem já está esperando insanamente a próxima terça-feira? o/

Faking It - You Can't Handle The Truth or Dare 3P.S.1: a cena da discussão do triângulo amoroso Bella-Edward-Jacob foi fenomenal, especialmente quando Lauren percebeu que ela se aplicava ao triângulo formado por Amy-Karma-Liam e fomentou a discussão, encerrando a cena com um “estamos falando de Twilight mesmo?”. Muito amor pela Lauren e seu sarcasmo.

P.S.2: agora Lauren também sabe do segredo da Amy. E foi interessante ver como as duas estão interagindo melhor, de forma mais amistosa. Amy conseguiu fazer Lauren se abrir, e agora suas amigas já sabem que ela nasceu intersex. Cena fofa e bonita de se ver. Espero que o processo de transformação das duas em irmãs seja constante e interessante!

Séries citadas:

Editora Chefe do TeleSéries, gasta boa parte da sua semana com séries. Sua estréia foi com ER, e atualmente assiste - entre várias outras - Grey's Anatomy, Game of Thrones, Suits, Castle e Rookie Blue. Ainda assim, arrumou um tempinho para maratonar Friends, The X Files e Chuck - pela qual se apaixonou, recente e irremediavelmente. Está saindo da crise de abstinência de Fringe graças à Orphan Black.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Log In or Create an account