Log In

Reviews

Faking It – The Morning Aftermath

Pin it

Série: Faking It
Episódio: The Morning Aftermath
Número do Episódio: 2×01
Exibição nos EUA: 23/09/2014

Faking It, o donut mais deliciosinho da minha Fall Season, está de volta. E com uma cobertura pra lá de gostosa.

The Morning Aftermath retomou os acontecimentos de Burnt Toast praticamente sem passagem de tempo. E logo demos de cara com uma Amy que, assustada, descobre um Liam Booker nuzinho em sua cama. É, karmy army, suas preces não foram ouvidas e Amy e Liam realmente não dormiram juntos.

E o pânico da Amy (e aqui preciso fazer uma pausa rápida pra dizer que a Rita Volk é a rainha suprema das expressões faciais) só aumentou quando Karma is a bitch resolveu tentar reparar a amizade das duas cedinho da manhã. Tudo enquanto Liam se equilibrava para o lado de fora da janela. Karma admitindo seu egoísmo – enquanto continuava sendo egoísta – e Liam vivendo perigosamente valeram a cena.

O episódio foi uma mistura PERFEITA de cenas fofas e engraçadas com aquela pitadinha de sofrimento que é óbvio que estará presente em todos os episódios. Afinal de contas, há algo que grite “SOFRIMENTO” mais alto do que contar para sua melhor amiga de todos os tempos – que NÃO é lésbica ou bi (aparentemente) – que você a ama romanticamente, ser rejeitada, dormir com o “amor da vida” dela e ter que conviver com o medo de perder a amiga em questão todos os segundos do seu dia? Hmmm, acho que não.

Os diálogos de Faking It continuam ágeis e divertidos. Mas a profundidade da temática continua ali. As reações de Farrah – e os ótimos diálogos entre ela e Amy -, a storyline da Lauren, a mistura de sentimentos entre o “triângulo amoroso” protagonista, tudo demonstrou que Carter – o criador da série – não está mesmo para brincadeira, e que Faking It é MUITO MAIS do que uma série sobre fingimento. Pelo contrário: ela fala de vida real. E o faz com base nas dúvidas. Afinal de contas, a vida não é sobre certezas.

Gostei muito da história da Lauren. Eu não fazia ideia do que as pílulas que a loira ingeria significariam, e acho que a série tem muito a ganhar explorando o fato dela ser intersex. Pouca gente sabe o que isso significa – e a reação dos amigos à revelação reproduziu bem a reação da audiência – e a temática é bastante importante. Educar as novas gerações sobre temas polêmicos é vital para a criação de um mundo mais compreensivo e empático. Estou ansiosa para o desenrolar da história. E também por mais cenas entre Shane e Lauren. Eles fazem uma dupla ácida e engraçada que precisa de mais tempo de tela.

Também foi bacana ver Karma tentando reparar seus equívocos e mostrando para Amy que não vai deixar a amizade entre as duas mudar em razão dos sentimentos da loira. Mas Karma é Karma, e é claro que ela não pensa muito antes de executar seus planos. Uma serenata, Ashcroft? Sério? Viveremos juntas até o fim dos dias? SÉRIO? Sim, ainda que de forma não intencional, ela está aguando a plantinha da esperança que mora no coração de Raudenfeld, e isso não poderia ser mais errado, já que, INFELIZMENTE, essa premiere deixou mais claro que é por Liam, e só por ele, que o coração da Karma acelera.

Quero muito ver o desenrolar dessa história. Shippo Karmy, mas já estou torcendo para aparecer uma outra garota na vida da Amy, para que ela possa vivenciar essa nova fase da sua vida em plenitude. E para que a Karma, no meio do ciúmes, perceba seus reais sentimentos. O quê? Uma garota pode sonhar.

Faking It - The Morning Aftermath 2O alívio cômico do episódio ficou por conta da história estapafúrdia do sequestro do Tommy. Foi legal ver como eles mesmo brincaram com o absurdo da situação, fazendo com que os próprios personagens vacilassem quanto a melhor saída para a “chantagem”. No final das contas as fotos comprometedoras tiradas com os brinquedinhos sexuais impediram – e impedirão, creio eu – Tommy de falar qualquer coisa. E pudemos dar algumas boas risadas.

O ápice de um episódio recheado de pontos altos? Rita Volk e sua Amy Raudenfeld. É impossível não se apaixonar por ambas, atriz e personagem, mais profundamente a cada episódio de Faking It.  A cena da farmácia foi genial, as duas cenas entre Amy e Farrah foram demais. E o mais legal foi ver Amy finalmente “enfrentando” a Karma e dizendo que ela precisa ter mais cuidado com suas ações. A dúvida que resta é: a amizade das duas sobreviverá intacta a iminente descoberta de Karma? Tenho sérias dúvidas.

E querem saber? Do alto dos meus 28 anos, mal posso esperar pelo próximo episódio dessa série “adolescente” que se leva mais a sério do que muita série “adulta”.

tumblr_nce1ibOZNR1twdv1qo4_250P.S.1: sobre o gif (fonte da imagem) acima: aaaaah, a sociedade…

P.S.2: quer saber mais sobre intersex? Clica aqui.

P.S.3: audiência da premiere da segunda temporada foi a 2ª maior da série, perdendo apenas para o piloto. Bom sinal!

Séries citadas:

Editora Chefe do TeleSéries, gasta boa parte da sua semana com séries. Sua estréia foi com ER, e atualmente assiste - entre várias outras - Grey's Anatomy, Game of Thrones, Suits, Castle e Rookie Blue. Ainda assim, arrumou um tempinho para maratonar Friends, The X Files e Chuck - pela qual se apaixonou, recente e irremediavelmente. Está saindo da crise de abstinência de Fringe graças à Orphan Black.

4 Comments

  1. Natielle Castex

    As expressões faciais da Rita Volk são insuperáveis. O Carter acertou em cheio com a storyline da Lauren que, além de ser muito importante por razões óbvias, vai render muitas cenas engraçadas com o Shane. E eu espero do fundo do meu coração que em toda a temporada eles dois tenham esse relacionamento ácido porque é um dos pontos fortes da série (quando a Lauren se exalta, sua voz vai junto, e eu fico no chão).

    Como você, Mari, shippo Karmy mas não rola a ladainha da Karma com Liam e Amy fica para escanteio-amargando-a-rejeição, logo tem de surgir uma outra garota urgentemente. Apesar de serem muito fofos juntos, tenho dúvidas se o Shane e o Pablo continuarão juntos.

    E estou esperando sofregamente pela Laverne Cox em Faking It.

  2. Mariela Assmann

    Nati, também acho que o Shane e o Pablo terão vida curta juntos. Celibato não parece ser a praia do Shane, e inevitavelmente a relação vai esfriar (e nem vai ser por causa dos banhos frios).

    E siiiiim, uma garota nova precisa surgir JÁ! Especialmente se Karma e Liam voltarem às boas.

    Carter sabe o que tá fazendo, né? Acho incrível a maturidade do roteiro. E isso sem ser sisudo. Win win!

  3. Deise

    Só preciso saber as datas que serão lançados os próximos episódios! Alguém me diz… ?

  4. Pingback: Faking It – You Can’t Handle The Truth or Dare » TeleSéries

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Log In or Create an account