Log In

Especiais

Especial Semana dos Namorados – Antes só do que mal acompanhado

Pin it
Solteiro ou sozinho, antes só do que mal acompanhado.

Alguns são sozinhos por opção, outros não. Tanto na TV quando na “vida real” a vida de solteiro tem seus altos e baixos. Se você está sozinho no Dia dos Namorados, não se desespere: às vezes, é melhor assim.

Charlie Harper (Two and a Half Men)

Charlie provavelmente é o solteirão mais feliz de todas as séries. Nas primeiras temporadas, dormia com uma mulher diferente por episódio! (Isso quando não pegava mais de uma!) Charlie sempre se orgulhou em dizer que nunca teria um compromisso com qualquer mulher e que suas únicas preocupações eram beber e apostar.  Porém na terceira temporada, Charlie se apaixona por Mia e a pede em casamento, mas como Charlie Harper é sempre Charlie Harper, dá algumas mancadas e Mia acaba indo embora e nega o pedido.  Já na sexta temporada, Charlie conhece Chelsea e começam a namorar, mas logo na sétima temporada o relacionamento termina por causa de ciúmes e Charlie vai para Las Vegas e casa com uma desconhecida. Nesta última temporada, Charlie volta as suas origens e continua a sair com várias mulheres, porém no penúltimo episódio ele está com um caso com Rose, a sua stalker, mas não sabemos se isso é definitivo. (Juliana Baptista)

Joey Tribbiani (Friends)

Joey termina em Friends do mesmo jeito que entrou: solteiro. Ele é o único do grupo que terminou a série sem nenhum par! Mas a solteirice de Joey não parece o incomodar, por ser muito atraente, consegue pegar muitas mulheres durante toda a série, até Rachel e Phoebe já entraram para a sua lista (Rachel o namorou durante uma semana, mas com Phoebe foi só um beijo). Joey é o solteiro mas não faz o tipo “cafajeste”, apesar de não ter nenhum relacionamento sério, já se ofereceu para se casar com Phoebe quando pensou que ela estava grávida, só para a amiga não se tornar uma mãe solteira, então descobre que Rachel é quem está grávida e se oferece para casar com ela com o mesmo discurso. Joey era uma figura muito simpática em Friends, conquistou muitas mulheres e fãs com o seu famoso “How you doin’?”,  tanto que ganhou um spin-off quando a série acabou. (Juliana Baptista)

Rizzoli (Rizzoli & Isles)

Os americanos tem um negócio que nunca vou entender. Pra eles as mulheres estão destinadas a terem que escolher entre sucesso profissional e vida pessoal, elas não podem ser boas no trabalho e ainda constituírem família. Depois que a Sandra Bullock dedicou o Oscar ao marido, logo apareceu a amante dele. Seria impossível ela ter um bom casamento e ser ganhadora do Oscar. Rizzoli é um exemplo desse machismo (que não é exclusivo dos americanos, claro). É uma detetive, uma das poucas mulheres na sua área, excelente no trabalho, determinada e motivada, mas que não consegue sequer um encontro. Aliás, nem sabe como ter um encontro. Na curta vida de Rizzoli e Isles, a personagem de Angie Harmon teve apenas um affair e o cara não ficou muito tempo. Ahh, teve também um antigo namorado, mas ficou mais no campo da imaginação, do “e se”, e não deu em nada. Será possível que ela não pode conciliar sua carreira com um relacionamento? (Lara Lima)


Sheldon Cooper (The Big bang Theory)

Diferentemente de outros solteiros dessa lista, Sheldon não curte a vida em festas, ou com inúmeras garotas. Ele prefere estabelecer suas regras, cultuar Star Trek e discutir Física com pessoas de QI semelhante ao seu. Sheldon é solteiro por opção, e não liga para isso, já que vida social não significa nada para ele. O Dr. Cooper engata um relacionamento apenas no final da 3ª temporada, quando Raj e Howard arrumam seu par ideal em um site de relacionamentos. Contudo, o relacionamento do Físico teórico com Amy (Sheldon de saias), embora os amigos insistam em taxar como namoro, é completamente assexuado e tem finalidade puramente acadêmica. Bazinga, pessoal! (Mariela Assmann)

Sarah Braverman (Parenthood)

Divorciada, mãe de dois filhos, beirando os 40. Para algumas mulheres, esse perfil pode ser um tanto quanto complicado, mas para Sarah Braverman, é uma realidade. A simpática – e destemperada – mamãe tem tentado reconstruir a vida longe do ex-marido, mas suas escolhas provam que nem sempre a melhor opção é encontrar um parceiro. Depois de se envolver com um ex-admirador dos tempos do colégio, professor da filha, e seu chefe, Sarah bem que poderia curtir um pouco a tardia liberdade dos solteiros e deixar os relacionamentos confusos um pouco de lado. Até porque, ela é simpática e linda de morrer, e não vai demorar muito para a corajosa mãe encontrar um par perfeito. (Maria Clara Lima)

Séries citadas:

Os textos assinados pela Redaçao TeleSéries são textos de autoria coletiva ou notícias escritas por um redator anônimo, mas sempre revisadas com a máxima precisão jornalística.

2 Comments

  1. Mônica Almeida

    Não sei por que, mas acho que um dia a Penny ainda vai pegar o Sheldon de jeito. E ele vai gostar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Log In or Create an account