Log In

Especiais Opinião

Especial Mid-Season: Gilmore Girls

Pin it

Cenas de Gilmore Girls

Gilmore Girls sempre foi uma série que tive curiosidade em assistir. Mas aquela coisa, né. Sete fracking seasons. As únicas séries de TV Aberta de sete temporadas que assisti em maratona foram The West Wing e Buffy. Vejam bem, estou falando de Aaron Sorkin e Joss Whedon, dois dos maiores Midas que a telinha já conheceu. Então sempre rolava aquela preguiça de ver uma série de mulherzinha criada por um casal de sobrenome engraçado que nunca foram sequer indicados ao Oscar*.

Mas a série de mulherzinha é maravilhosa. Todo o universo concebido pelos Palladino é incrível (algum chato pode reclamar que um bad-boy-revoltado ser um leitor voraz não tem um pingo de verossimilhança, mas a graça é justamente que em Stars Hollow isso acontece) e apaixonante. A Amy disse que ama todos aqueles personagens, e não é difícil perceber isso. Mesmo aqueles que são constantes vítimas dos demais habitantes da cidadezinha (como Kirk) me parecem ser tratados com extremo carinho pelos roteiros.

E que roteiros! Além do conhecido uso de humor e da velocidade dos diálogos (“Clube de debates não é um esporte” “Para os Gilmore, é” é o quote que define a série), eles também acertam em cheio nos momentos mais sérios (o final do episódio do baile, na primeira temporada é de cortar o coração).

O elenco é todo bom. Meus destaques pessoais são Scott Peterson (tiradas lacônicas + deadpan delivery = gamei) e Kelly Bishop, cuja Emily Gilmore consegue ser chata, irônica, inteligente, estressada e preocupada, muitas vezes ao mesmo tempo. E claro, qualquer menção ao elenco de Gilmore Girls nunca vai poder deixar de fora ela, a diva, a deusa, a mãe de todas as MILFs: Lauren Graham. Nem vou perder tempo descrevendo os dotes (artísticos ou não) da beldade. Christopher estava certo quando perguntou: quem não gostaria de ser beijado por uma garota Gilmore?

Terminei a primeira temporada desta maravilha recém descoberta e já estou dando meus pulinhos para assistir o resto. Programa mais-que-obrigatório.

* Sorkin foi script doctor de A Lista de Schindler e Whedon é um dos roteiristas de Toy Story. Na verdade, não me importo muito com Oscar, eu gosto mesmo é de fazer essas referências nos meus textos, hehe.

Séries citadas:

41 Comments

  1. Tatiane

    Aaron Sorkin me levou a ver GG que me levou a The West Wing que me levou a fa-bu-lo-sa Studio’60, mas vim aqui só deixar minha revolta com Studio’60 ter sido cancelada.
    Adouro GG, o texto é delicioso(“onde foram parar todas as bigornas?”, “sorry,sorry, sorry”), mas em Studio Sorkin superou-se e fez a melhor série sobre bastidores,( já tinha feito TWW ótima).
    Chorei.

  2. Luciana Helena

    Eu amo Gilmore Girls, não me canso de assistir nunca, nesse momento, estou vendo a série novamente desde a primeira temporada!!!!

  3. Marcos Almeida

    Eu demorei a acompanhar GG. Já passava na Warner, mas nunca dei muita bola…tentei acompanhar um dia, não entendi bulhufas e desisti, até que o SBT passou a exibi-las aos sábados a tarde desde o inicio. Resolvi acompanhar e não me arrependi. Tornou-se uma de minhas séries favoritas desde então…e quando as novas temporadas estrearam na Warner, eu já era fã. Pena que acabou, mas deixou saudades.

  4. Cristal

    Eu amo Gilmore Girls, não me canso de assistir nunca, nesse momento, estou vendo a série novamente desde a primeira temporada!²

  5. Paty

    Eu adoro GG. Como sou filha unica, fui criada pela minha mãe e falamos muitoooo.. acho que tinhamos alguma coisa em comum rsrsrs. Vai deixar saudades.

  6. lele

    gilmore girls foi uma serie otima que com certeza vale a pena rever.

  7. Paulo Antunes

    Cavalca,

    Achei curioso tu citares no teu primeiro parágrafo Buffy e West Wing. Pra mim as duas, justamente ao lado de Gilmore Girls são as séries com os melhores diálogos já escritos da história da TV. Todas são muito orais, com falas muito naturais, e rápidas, e cômicas (The West Wing quando é engraçada é muito mais engraçada que muita sitcom) e com citações e referências pop impecáveis. A quarta da minha lista, logo ali atrás, é The O.C.

    E da Bledel, o que tu acha dela? Namorava? Pegava na mão? Rerere.

  8. Iara Carvalho

    Lauren Grahan é uma das, se não a, maiores injustiçadas do EMMY, ela merecia um.
    A série tda merecia, mas Lauren realmente eh Diva!!!!

    Saudade de GG, uma das melhores séries da história!!

  9. Daniele

    Eu amo esta série, sempre estou vendo novamente…..obrigada pelo texto!!!

  10. Felipe

    Não vi Buffy nem as primeiras temporadas de The West Wing, então pra mim Gilmore Girls é fácil a melhor série de todos os tempos.

    Acho muito difícil algum outro programa conseguir criar um universo como os Palladino criaram. Personagens, diálogos, compromissos semanais, etc, etc.

    Uma pena a Amy não poder ter dado o final que ela queria pra saga. Damn you CW.

  11. Henrique Martins Henriques

    GG… era bom mesmo, ne? Tipo, a velocidade dos dialogos de The West Wing (ainda a melhor serie de todas) mas discutindo o jantar ou filmes dos tres patetas. Era engracado, era serio, era fofinho como as series de mulherzinha devem ser.
    E, respondendo ao Paulo, a Bledel eu namorava facil!

  12. Manu-Floripa

    Eu tambem sou super-fa. conveci quase todos os irmaos a assitirem comigo. adoro os personagens, o ritmo, os dialogos e a musica. muitas da minhas bandas preferidas apareciam por lá…

  13. Jonas

    Destaque para a Paris, personagem de Liza Weil, com tiradas impagáveis em torno de sua obsessão pelo perfeccionismo.

    “Odeio o pôr-do-sol, meus padrões de felicidade são mais altos”
    Paris, na segunda temporada.

    DEMAIS!!

  14. Rô Floripa

    Paulo,
    Concordo totalmente sobre o humor de The West Wing. Lembrei de Celestial Navigation (eu amo!) e daquele episódio em que aparece a Aimsley pela 1ª vez. O Josh sai correndo todo eufórico para avisar o Toby que o Sam está apanhando de uma loira republicana na TV e o Toby sai correndo para assistir e pede para levarem pipoca.

  15. Rô Floripa

    Cavalca,
    Fazia tempo que vc não escrevia. Escreva mais, seu texto é ótimo.
    E que bom que vc descobriu GG.

  16. cavalca

    (suspiro longo causado pela lembrança da Ainsley)

    A princípio, eu vou cobrir a 2a temporada de Dexter, Rô. Falta só a FOX tomar vergonha na cara e começar a exibí-la logo.

  17. Rô Floripa

    Ah! Vou ter que assisti Dexter dublado para poder acompanhar.
    PS. não é Aimsley com m, como ela fazia questão de corrigir a pronúncia, ou era o contrário?

  18. Angelo

    Texto no Telesséries exaltando a melhor e mais bem executada e escrita dramédia da história da Tv (Gilmore Girls), associada a menções honrosas sobre a série mais icônica e metafórica no que diz respeito à adolescência e início de vida adulta (Buffy)? Sendo reconhecidas, elogiadas e postas sem presunção ou equívoco nos seus devidos pedestais?

    É oficial: Já posso morrer feliz.

  19. Angelo

    Concordo com o Paulo Antunes também em outro aspecto. Nostalgia a parte, é de se ter certa dó dessa geração que acha que séries como Heroes, Supernatural e Gossip Girl são a nata em produções de seus respectivos gêneros.

    Sem querer ser saudosista ou intransigente (mas sendo obrigado a ser), séries como Arquivo X, Buffy e Gilmore Girls estabeleceram um precedente de qualidade, textualidade e, principalmente, no fato de se permitir que o telespectador seja tão inteligente quanto se deixe que ele o seja. Isso não é achismo: é história.

  20. suzana carvalho

    Pode até parecer exagero, mas NUNCA houve e acredito nem HAVERA melhor serie com tantos personagens excelentes, situaçoes que vao da pura comedia ao drama, capaz de nos fazer rir e chorar em 60 min!
    Com certeza vai ficar marcado para sempre!

  21. Samara

    “You’ve been a gilmored!”, como Lorelai, ídola, diz para Luke em algum episódio da sexta temporada (ou seria daquinta?) Enfim, como fã de carterinha das garatas Gilmore e de todo o incrível e cativante universo de Stars Hollow adoro ler textos como esse.

    Sim, Lauren Graham é a melhor e a mais injustiçada do Emmy, aliás, como a própria série.

    Sim, os diálogos são os dos melhores que já vi, no mesmo patamar de The West Wing e Studio 60, mas digamos que mais “leve” e “fofo”. É por isso que o Casal Palladino e o Aaron Sorkin são ídolos!

  22. Patrícia

    GG também é uma de minhas séries favoritas! Os diálogos rápidos, as referências que eu quase nunca entendo, as personagens estranhas que só existem em Stars Hollow… estou com saudades, acho que vou voltar a assistir desde a primeira temporada também…

  23. Júnior

    Pessoal, lembra do episódio “SEXTA, UM BOM DIA PARA BRIGAS” da 6ª temporada? Maravilhoso!!!!!! Saudades, quanta saudade!!!

  24. Aky

    Ótima lembrança.
    Lembro quando a série estava para terminar. Um amigo fã da série, como eu, disse “parece que vou ficar órfão”. Órfão de personagens tão marcantes, como Kirk, a mãe da Lane (sra Kim), Sookie, Luke, as vizinhas fofoqueiras e claro as Gilmores (avó, mãe e filha). Tenho todos os DVDs de West Wing e baixei quase tudo da Buffy, mas em relação a personagens cativantes GG é primeirão.

    ps: o nome do ator que faz o luke é Scott Patterson. :)

  25. Hanna

    Excelente texto!

    Realmente GG é daquelas séries que depois que a gente “aprende” a assisir, é difícil não se apaixonar.

  26. Luis Felipe

    GG é mais um entre vários outros shows que foram fortemente influenciados por Buffy. Como as obras do mestre Joss figuram entre as minhas favoritas e já não é a primeira vez que me indicam, vou procurar assistir, em breve ;)

  27. Lígia

    Life is short, talk fast!

    Poxa vida, fico um tempo sem navegar por aqui e qnd volto me deparo com esse super post! hahaahhaha
    Lembro que o único que assistia Gilmore Girls na época das reviews era o Sr. Antunes, grande satisfação de tê-lo no clube Calvaca!!!

    Acho que pra mim, será difícil alguma série superar GG, excelente história, ótimos díálogos (repletos de referências, o que deixa tudo mais delicioso), e belos e cômicos personagens!

    Amei os Palladinos e os odiei, amei o Rosenthal e quis estrangula-lo… Adorei o final da serie (nem vou spoilar) mas lá no fundo, ainda fiquei com uma vontadezinha de ver um final a la Palladino! ;x Depois vc me conta se tbm sentiu esssa vontade…

    Bjoks

  28. Mônica A.

    Eu amo GG, mas a última temporada deixou a desejar. Ainda bem que o final foi legal, mas poderia ter sido melhor. Também não vou falar muito pra não soltar spoilers.

    Mas uma coisa eu posso dizer. Luke Danes é uma das personagens masculinas mais fofas que já existiram. Com um daquele eu casava.

  29. Aline

    Minha série preferida. Saudades :'(

    Raxei com “a mãe do todas as MILFs”

    verdade é q Lauren ruleia, mas é injustiçada pq ninguém sabe dar valor. Ela vai acabar ganahndo um Oscar antes de ganhar um Emmy.

  30. Julia

    Ai, GG é umas das melhores séries de todos os tempos meeeeesmo! Ainda lembro quando eu assistia no SbT com a minha mãe toda quinta feira (e depois quarta, e depois mudou de novo e eu perdi a paciência e fui arranjar em outras fontes).

    Os Palladino são geniais, e apesar do fracasso da série da barriga de aluguel, ainda espero que Amy Sherman escreva outra série maravilhosa. E sério, eu odeio o Rosenthal com todas as forças porter transformado GG em “namorados Gilmore” na sexta temporada, mas pelo menos o final não foi ruim (Isso se você esquecer o desfexo de Rory e Logan que foi o mais abrupto da história).

  31. Bibiana

    Entrei aqui para dar uma olhada, e é claro, dar um olhada em Gilmore girls. Amo essa série! Tenho as seis primeiras temporadas em DVD e a sétima no PC. Não canso de assistir… A 1ª temporada é uma das melhores, mas a série não perde o ritmo nas temporadas seguintes.

    A Amy foi brilhante ao criar esta tragicomédia, que tem um pouco de tudo. E você ressaltou bem, Kelly Bishop é realmente fantástica, um dos meus personagens favoritos, o que nesta série é difícil de escolher, com um elenco brilhante e um roteiro preocupado com os detalhes. O segredo da série,é que sem grandes eventos, ela trata do dia a dia, do crescimento de mãe e filha que aprendem juntas a lidar com a vida em uma cidade que com suas estranhezas e seus personagens improváveis, encantam a todos. Amaria morar em Stars Hollow.

    Amo esse mundo fantástico, que com um humor inteligente, nos cativa e nos faz sonhar e nos emocionar junto com as garotas Gilmore.

    Seja bem vindo ao grupo de apaixonados por esta, que para mim, é unica no gênero.

  32. Renan

    Acho que qualquer comentário que possa vir a ser escrito aqui vai ser repitido, pq tudo o que se pode dizer sobre as garotas Gilmore jah foi provavelmente dito…

    Elas são maravilhosas e ponto final.

    Ótima série, ótimos personagens, ótimos diálogos…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Log In or Create an account