Log In

Especiais

[ESPECIAL] – 10 séries em ‘Happy Endings’

Pin it

Happy Endings é uma comédia que iniciou mediana e aos poucos foi conseguindo encontrar o seu lugar. Embora seja frequentemente comparada com Friends e How I Met Your Mother, a série buscou seu espaço com criatividade e hoje consegue divertir muito.

Uma das maiores qualidades de Happy Endings são as referências à cultura pop. Dentre essas, selecionamos algumas citações a outras séries conhecidas dos fãs. Abaixo, seguem dez referências encontradas na última temporada, que terminou em 4 de abril nos Estados Unidos.

Se você já assiste, relembre alguns momentos. Se não, é uma boa oportunidade de descobrir como a série é legal.

Friends – 2×13 – The St. Valentine’s Day Maxssacre

Brad: Nossa, estamos e uma limusine… Ross. Rachel. Phoebe. E Joey gordo! Eu amo vocês! (…)Conheço um cavalinho!
Jane: Aposto que sim.
Brad: Não seja arrogante comigo, Monica!

No episódio de Valentine’s Day da 2ª temporada, Happy Endings brinca com uma das maiores críticas que recebe: a semelhança com Friends. Na história, Brad toma uma anestesia forte demais e, ao encontrar os amigos, chama-os pelos nomes de Ross, Rachel, Phoebe e Joey gordo. Drogado, completa chamando sua esposa Jane de Monica. Então ele é o Chandler…

 

Revenge – 2×20 – Big White Lies

Penny: Ela vai ligar, ele contará a verdade e perceberá que somos pessoas horríveis
Max: Relaxa. Roubei o celular dele. Você não é a única boa nesse jogo, Emily Thorne.

Para fugir de uma antiga amiga, Penny conta uma mentira. Depois, cada integrante do grupo acaba tendo que inventar algo maior para fugir das tentativas da mesma pessoa. Assim, eles criam uma rede de mentiras com um plano mirabolante que envolve um chá de bebê e um sequestro.  Durante a execução do plano, Max faz referência à Revenge citando sua ardilosa protagonista Emily Thorne.

 

Lost – 2×21 – Four Weddings and a Funeral (Minus Three Weddings and One Funeral)

Jane: Eu não vi nada tão desnecessariamente complicado desde a terceira temporadas de Lost.

O grupo está conversando sobre um casamento gay de um casal de amigos. Os noivos estavam sendo um pouco exagerados ao divulgar a data. Jane, que está limpando embaixo do sofá, acaba citando Lost para exemplificar a complexidade.

 

Downton Abbey – 2×15 – The Butterfly Effect Effect

Brad: Mas este ano estou tão brabo que não quero dar aquela mulher a satisfação de me ver trabalhando a raiva. Então vamos ficar frios e ver Downton Abbey.

Nesse episódio o grupo decide fazer Jane e Brad terem su  tradicional briga da primavera. Percebendo as tentativas dos amigos, o casal decide inventar uma briga para satisfazê-los. Assim, Dave tenta ajudar Brad com sua suposta tristeza convidando-o para gastar dinheiro em um restaurante. Como tudo não passa de encenação, Brad prefere um programa mais calmo ao lado do amigo assistindo a série britânica Downton Abbey.

Clueless – 2×15 – The Butterfly Effect Effect

Alex: Divirtam-se. Porque eu comprei a coleção de Clueless, vejo vocês depois.
Penny: Ótimo, Al. Brad tem outra família no Facebook e você quer ver Clueless.
Jane: Isso parece divertido.

No mesmo episódio da invenção da briga, as meninas tentam ajudar Jane a superar os momentos difíceis em seu casamento. Penny aparece com suas calças pantalonas e um vinho querendo conversar sobre a briga. Já que tudo é mentira e não tem nada para contar, Jane aceita o convite da irmã para assistir a coleção que acaba de comprar:  Clueless, série adaptada do clássico adolescente “As patricinhas de Beverly Hills”.

The Good Wife – 2×01 – Blax, Snake, Home

Penny: Por que o gravador está cheio de The Good Wife? E the View? Eu não gravei isso. Isso é para mulheres solitárias que falam sozinhas. Meu deus, estou falando sozinha.

É o ano de Penny! Ela está empolgada com a compra de um apartamernto novo. Até que a vizinha conta que todas as outras moradoras antigas morreram sozinhas e solteiras, sugerindo que há uma maldição. Depois disso, seu encontro dá errado e ela começa a ficar paranoica. O ponto alto é quando chega em casa e encontra vários gatos em sua sala, além de gravações de The Good Wife na televisão, “o programa das mulheres solitárias”. Para completar seu desespero, logo depois recebe panfletos de um serviço de refeições e pizzas individuais.

Boardwalk Empire – 2×04 – Secrets and Limos

Max: Vocês assistem a série do Marty, Boardwalk Empire?
Jane: Marty?
Max: Marty Scorsese
Dave: Marty Scorsese, não pode chamá-lo assim, não é seu amigo.
Max: Desculpe, eu gosto de chamar celebridades como elas preferem. 

Max continua citando “Bob De Niro, Sandy Bullock e Eddie Jimmy Olmos”. Ao que Alex completa: “Eu sei um! Johnny Depp!” Esperteza ainda não é o forte da filha do Jack Bauer. Tente outra vez, Alex.

The Wire – 2×11 – Meet The Parrots

Alex: eu disse que estava acontecendo alguma coisa.
Max: Assim como em The Wire.
Brad: Deveríamos nos disfarçar.
Max: Como em The Wire.
Brad: Pode parar de dizer isso?
Max: Dizer “como em Blue Bloods” não tem o mesmo apelo.
Brad: Verdade

O trio suspeita que algo ilegal está acontecendo no restaurante oriental em frente à loja de Alex. Max sugere vários planos “como em The Wire” – nenhum deles tem alguma semelhança com a série. No fim, ao descobrirem que era tudo um mal entendido, Max confidencia: “talvez seja um mau momento para dizer que… eu nunca asssiti The Wire”.

Project Runway – 2×08 – Full Court Dress

Jane: Eu tenho certeza que você está arrebentando naquelas aulas online de Project Runway. 
Alex: Não podemos chamar assim, então é “situation walkspace”

Alex quer desenhar o vestido para a irmã usar em um evento, já que está fazendo um curso online, ministrado pelo primo postiço do Tim Gunn, chamado Nick Gun.

 

Gilmore Girls – 2×03 – Yesandwitch

Penny; Nós somos como as garotas Gilmore, mas nós viemos primeiro então somos melhores. E minha mãe canta, ao contrário do que quer que seja o que a Lorelai faz. 
Jane e Brad: Ela trabalhava em uma pousada.
Brad: Com a sua melhor amiga Sookie St. James… 

Penny receberá a visita de sua mãe, interpretada pela ótima Megan Mullally. Antes da visita, ela conta aos amigos as semelhanças que possuem com outra mãe e filha famosas. E fica claro que Brad também era fã de Gilmore Girls. No final, ele completa “Elas falavam tão rápido naquela série”. E como falavam, Brad.

Séries citadas:

Jornalista e pessimista. Começou assistindo My So-called Life. Gosta de Doctor Who, Happy Endings, The Good Wife e Homeland, entre outras. Fã de Tina Fey e das comédias da NBC (mas não vê a hora de Arrested Development voltar). Ama Studio 60, The West Wing e sonha em viver numa série do Aaron Sorkin.

7 Comments

  1. Roosevelt Barros

    Eu amo HAPPY ENDINGS. Assisti toda a primeira temporada no canal SONY e foi paixão a primeira vista. Alguém sabe quando começa a 2ª temporada?

  2. acerola

    a 2ª temp. de happy endings foi incrível. todos os episódios foram bons. acabou se tornando a minha comédia preferida da temporada <3

  3. Pedro Luiz Costa

    Dierli,
    parabens pelo trabalho; uma bela fonte de pesquisas e capricho. A serie é deliciosa de ver e os personagens carismáticos. sem citar outras comedias ( MF e C..) que quando não caem no  puro pastelão se travestem de pseudo intelectualidade… 

  4. Nerd Loser

    eu sei que todo mundo vai falar isso (e se ninguém ainda falou, shame on you, peops), mas AMAHZING, am i right!?

    as referências são as melhores coisas. quase tive um troço quando falaram de revenge.

  5. J. Antonio Picelli

    Antes tínhamos Greek para nos encher de emoção com referências a outras séries. A série chegou ao fim mas graças ao bom senhor temos Happy Endings para continuar nos deixando em extase com esse tipo de referências.Minhas preferidas são as de Revenge, Lost e, é claro, Friends (não por ser Friends, mas porque eles usam a referência para tirar sarro deles mesmos, que costumam ser taxados como “a nova Friends”).

    Post AMAHZING, Dierlinda!

  6. Scott

    ótimo especial. ainda mais dessa serie <3

    Minhas preferidas: revenge,lost,good wife e the wire.Saudades desses personagens cool cool cool 

  7. marifreica

    GENTE! Me acabo de rir quando vejo alguma referência dessas.
    Fora as letras de música que a Penny coloca no meio do diálogo como se fosse uma coisa normal de dizer.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Log In or Create an account