Log In

Notícias Novos Pilotos e Séries Opinião

Escolha o seu piloto: o que vem aí na próxima fall season

Pin it

Dramas serializados e story lines complexos perdem cada vez mais espaço na audiência dos principais canais abertos norte-americanos. É difícil acompanhar um programa serializado, com diversos cliffhangers e afins, por isso parece todas as emissoras querem um The Mentalist para a próxima temporada, não um Lost ou Heroes.

Para a próxima fall season, NBC, ABC, CBS e Fox não cansam de encomendar produções de pilotos que abordam o cotidiano de médicos, policiais e advogados, ou remakes de séries e filmes de outrora.

A seguir veja a lista que fiz dos pilotos que estou mais ansioso para assistir: menos pelo o que pode ser visto até agora – quase nada -, e mais pelos produtores, criadores, atores e plots de cada projeto.

NBC - Kristin Chenoweth e Katee Sackhoff

Projeto: Mercy
Produtor: Liz Heldens (Friday Night Lights)
Gênero: Dramédia
Plot: Série sobre a vida pessoal e profissional de três amigas que trabalham como enfermeiras em um hospital.
Por que assistir: Liz Heldens escreveu alguns de meus episódios favoritos de Friday Night Lights.

Projeto: Legally Mad
Produtor: David E. Kelley (Justiça sem Limites)
Gênero: Drama
Plot: Pai e filha com “family issues” trabalhando no mesmo escritório de advocacia.
Por que assistir: Com o fim de Justiça sem Limites, esta passa a ser a única chance de assistirmos um drama de David E. Kelley na próxima temporada. Mas o grande motivo da ansiedade é a presença de Kristin Chenoweth (Pushing Daisies) no elenco.

Projeto: Lost and Found
Produtor: Dick Wolf (Lei & Ordem)
Gênero: Policial
Plot: Tessa é uma detetive da polícia de L.A. que usa métodos não-ortodoxos para identificar suas vítimas e suspeitos. Ela é designada para esta função pouco prestigiada depois de “bater cabeça” com seus superiores. Sua mesa de trabalha fica em um porão.
Por que assistir: A série é criada por Dick Wolf e estrelada por Katee Sackhoff (Battlestar Galactica). Sackhoff também foi a única coisa bacana do remake de Bionic Woman. E convenhamos, série policial é o que há!

ABC - Shonda Rhimes, V

Projeto: Brothers & Detectives
Produtor: Daniel Cerone (Dexter)
Gênero: Policial
Plot: Após a morte do pai, detetive sem prestígio descobre que tem um irmão gênio de 11 anos de idade que passa a ajuda-lo a solucionar crimes.
Por que assistir: Realmente, isso parece uma bomba. Só coloquei na lista porque foi escrito e terá produção executiva do mesmo produtor de Dexter. O projeto é uma releitura de um drama argentino exibido na Telefe, canal aberto por lá.

Projeto: Eastwick
Produtor: Maggie Friedman (Jack & Bobby)
Gênero: Comédia / Sci Fi
Plot: Baseada no romance que gerou o filme As Bruxas de Eastwick, a série conta a história de três mulheres modernas que após um estranho acontecimento, descobrem ter poderes mágicos.
Por que assistir: Honestamente, é outra que não eu colocaria a mão no fogo. Mas quando eu leio o nome Jack & Bobby, tudo muda.

Projeto: Happy Town
Produtor: Josh Appelbaum, Andre Nemec, Scott Rosenberg (October Road)
Gênero: Crime
Plot: História de um pequeno vilarejo chamado Happy Town após o acontecimento de um grande crime.
Por que assistir: ser criador/produto de October Road não me diz nada, mas ser uma releitura de Twin Peaks diz tudo. E é isto que os produtores dizem sobre a série. Como disse o Davi Garcia do Dude News, com Lynch não se brinca. Vamos ver o que sai daqui. Piloto de duas horas de duração.

Projeto: Flash Forward
Produtor: David Goyer, Brannon Braga (Threshold)
Gênero: Sci Fi
Plot: Todas as pessoas do mundo apagam por dois minutos e têm visões de seu futuro. O caos se instala.
Por que assistir: Pode ser que seja muito trash ou muito boa, mas o argumento pelo menos é original. O lance é ver se há fôlego para mais de uma temporada. Provavelmente não.

Projeto: Inside the Box
Produtor: Shonda Rhimes (Grey’s Anatomy)
Gênero: Drama
Plot: O dia a dia de repórteres de uma agência de notícias em Washington.
Por que assistir: O nome Shonda Rhimes me desanima. Mas todo o resto me apetece.

Projeto: Untitled Dave Hemingson Project
Produtor: Dave Hemingson (How I Met Your Mother)
Gênero: Dramédia
Plot: Jovem boa pinta consegue emprego de advogado em uma poderosa firma de entretenimento em L.A.
Por que assistir: Um dos melhores argumentos da fall season. Entourage meets Melrose Place meets L.A. Law. Parece divertida e How I Met Your Mother é um ótimo cartão de visitas.

Projeto: V
Produtor: Scott Peters (The 4400)
Gênero: Sci Fi
Plot: Baseada na clássica minissérie V – A Batalha Final, conta a história da resistência humana contra alienígenas-lagartos.
Por que assistir: Sempre fui contra uma releitura de V, mas se é para acontecer, Scott Peters é um bom nome para ser o showrunner. E quem não gosta de uma invasão alienígena?

CBS

Projeto: House Rules
Produtor: Michael Seitzman, Mark Gordon (North Country, Grey’s Anatomy)
Gênero: Drama
Plot: Congressistas iniciando suas carreiras em Washington.
Por que assistir: Realmente não sei. Mas pode ser bacana. Faz tempo que as emissoras tentam emplacar alguma série bacana que se passe em Washington.

Projeto: Back
Produtor: Craig Zadan e Neil Meron (It’s All Relative, Veritas: The Quest)
Gênero: Drama
Plot: Um homem volta para casa e descobre que ele é considerado desaparecido pelos últimos oito anos, desde o 11 de setembro. Ele então tenta se reconectar com sua família e com o mundo.
Por que assistir: O argumento parece bom demais para a TV aberta. Estou curioso para entender melhor como a série vai se desenvolver.

Fox - Ron Moore

Projeto: Masterwork
Produtor: Paul Scheuring (Prison Break)
Gênero: Aventura
Plot: Uma equipe tem como função viajar pelo mundo para recuperar artefatos e obras preciosas. Alguma coisa nos moldes de National Treasure e Código Da Vinci.
Por que assistir: Só porque é do Paul Scheuring, pois tem cara de ser uma bomba.

Projeto: Maggie Hill
Produtor: Ian Biederman (Shark)
Gênero: Drama
Plot: Todo gênio tem seus problemas. Maggie Hill é uma cardiologista brilhante, mas também sofre de esquizofrenia.
Por que assistir: Médica e louca… House de saias?

Projeto: Virtuality
Produtor: Ronald D. Moore (Battlestar Galactica)
Gênero: Sci Fi
Plot: Drama de ficção-científica que se passa em dois mundos diferentes: no espaço e em mundo virtual sem limites (?).
Por que assistir: Preciso dar uma chance para um plot tão bizarro quanto este, e por ser um projeto do Ron Moore. Mas as coisas não parecem boas, considerando que a Fox pediu uma segunda versão do piloto.

E você? Quais destas você mais está ansioso para assistir? Deixei alguma de fora injustamente?

Texto publicado originalmente no weblog de Pedro Beck.

Séries citadas:

35 Comments

  1. Juninho

    Não boto a mão no fogo por nenhuma,lendo assim parece ser tudo ruim,só as da NBC parecem ser boas e se salvam,todas da ABC me parecem pessimas,e essa última da FOX,o Sci Fi,parece bizarra,os americanos estão precisando ser mais criativos,e embora não seja uma grande emissora,faltou a CW aí!

  2. Bernardo

    Se fizessem uma série com a personagem Carmen Sandiego, talvez esse plot de Masterwork fosse mais aproveitado. O jeito é esperar p/ ver se uma dessas séries vinga.

  3. JM

    Sinceramente nenhuma me despertou muito interesse.

    Vou dar uma chance para Inside The Box e Happy Town, mas sei lá…

  4. Luciano Guaraldo

    “embora não seja uma grande emissora,faltou a CW aí!” [2]

    CW tem remake de Melrose Place, tem a série de vampiros que pega carona na febre Crepúsculo, spin-off de Gossip Girl sobre a jovem Lily…

    Todas, se aprovadas, com potencial para exibição no Brasil (convenhamos, por pior que a audiência da CW seja, todas as séries da emissora acabam vindo! Deve cobrar barato na licença!)…

  5. João da Silva

    “Projeto: Flash Forward
    Produtor: David Goyer, Brannon Braga (Threshold)
    Gênero: Sci Fi
    Plot: Todas as pessoas do mundo apagam por dois minutos e têm visões de seu futuro. O caos se instala.
    Por que assistir: Pode ser que seja muito trash ou muito boa, mas o argumento pelo menos é original. O lance é ver se há fôlego para mais de uma temporada. Provavelmente não.”

    A respeito dessa série, ela deve ser tão ruim quanto os outros trabalhos do Brannon Braga.

  6. Ve

    Masterwork parece aquela série com a Tia Carrere que passava no AXN.

    Luciano, a CW está pegando onda na onda de vampiros de Crepúsculo e True Blood, mas Vampire Diaries, a série de livros onde aparentemente o seriado se baseia, é dos anos noventa.

    Agora, estou lendo o primeiro livro e é bem adolescente mesmo. Vamos ver como progride, já que estou ainda nas primeiras 30 páginas.

  7. Eduardo

    David Goyer é o roteirista de Batman Begins e Dark Knight. Isso pra mim já qualifica Flash Forward.

    A idéia em si já é interessante, e Brannon Braga é tudo menos ruim em seus trabalhos. Ele produziu 15 anos consecutivos de Jornada nas Estrelas. Apesar de alguns erros e tropeços, ele permanece como o autor de alguns dos melhores episódios de A Nova Geração, além do filme Star Trek: Primeiro Contato, que ele colaborou com seu amigo Ronald D Moore.

    Hoje, ele vem escrevendo alguns dos melhores roteiros de 24 Horas, ao lado de seu velho colega Manny Coto.

  8. Luciano Cavalcante

    O fim – ou suspensão por um tempo – do drama serializado não é tão ruim o quanto aprece. Fui criado numa época de Casal 20, Magnum, Columbo, etc e, nos divertiamos sem problemas. Está na hora da TV se julgar tão a sério.

  9. Luciano Cavalcante

    “Está na hora da TV se julgar tão a sério.” Na verdade eu quis dizer: está na hora da tv parar de se julgar tão a sério.

  10. rodrigo

    Esse negócio de focada no cotidiano de médicos, policiais e advogados, e investigativas já deu. Isso somente demonstra a falta de criatividade que reina ultimamente na TV americana. Séries que abordam lampejos de criatividade não estão indo bem de audiência. Lost, 24 horas (está certo que ficou repetitiva)perdem audiência, mas são séries que fogem completamente desta mesmice que reina nas demais séries. Esperar o que de um povo que dá uma tremenda audência para American Idol.

  11. Eduardo

    Todas as novidades parecem bem interessantes, o único problema é Virtuality do Ronald D. Moore ser na FOX. Sci-fi não faz o estilo da FOX. Não se vocês se lembram da babaridade que a FOX fez com o seriado sci-fi Firefly (passaram os episódios fora de ordem). Além disso, a fox é uma emissora para uns 15 milhóes de audiência e infelizmente os seriados sci-fi não conseguem isso tudo de fãns leais. Seria melhor se ele fosse para outra emissora. Ex: stargate sg1 chegou a 10 temporadas, se fosse na fox não passaria da 2° por causa da audiência. Se Firefly tivesse sido no sci-fi poderia estar até hoje aí.
    Tem séries de sci-fi que são sensacionais como as citadas porém não carregam muita audiência.
    Stargate sg1 (muito bom): 2.2 pontos (10 temp.)
    Firefly (muito boa): 2.2 pontos cancelado na 1° temporada.
    Causa disso: emissora !!!!!!!

  12. Amanda

    O problema a overdose de temporadas que uma série que faz sucesso tem . ER deveria ter acabado lá pela 10ª, Lost na 3ª, algumas na 2ª ,outras nem passar da 1ª.

    Pedro vc esqueceu do tão falado spinoff de NCIS, Melrose place remake, Fables, Human Target.

  13. Maurício

    Mercy, Legally Mad,Flash Forward, Inside the box e Maggie Hill, são as que me animam…

    Gosto das séries médicas e com criadores de séries médicas (Shonda!) – Mas não acho que dura. Legally Mad vai ser cancelada (aposto) e Flash Forward anima, mas vai ser um Lost da vida (que era para ter acabado na season 3) – Aposto nessas, mas não acredito em nenhuma. xD

  14. Heitor

    Não sou fã de Sci Fi, e já estou enjoado de saber do cotidiano de advogados, médicos, detetives bonitões e afins. Mas nem por isso perdi as esperanças pela tv norte-americana!!! A ABC, pelo que andei vendo, foi a única que preparou um bom meadseason para estreias entre março/abril, vale dar uma passada no site da emissora…

    Castle tem tudo para ser o The Mentalist da Disney, passo. Mas “In the motherhood” traz Megan Mullally e Cheryl Hines back, o que já é um grande feito. E “Better off Ted” parece ser o 30rd Rock dos pesquisadores agrícolas, com Portia di Rossi de volta!

    Ah, e tem “The Unusuals”, que deve ser a nova NYPD Blue. Essas estreias na meadseason, junto com os novos shows do fall season que você colocou na matéria, devem [espero!] tirar a ABC do hiato criativo e dar mais audiência para a emissora.

    Rezo por isso. Já cansei das séries policialescas da CBS. Quando essa febre vai passar, Deus?!?!?!

  15. Joe the Plummer

    Vou assitir:
    -Mercy (Coadjuvantes de Grey`s Anatomy? Fun)
    -Legally Mad (Ally McBeal meets Boston Legal? Fun)
    -Inside the Box (Shonda Rhimes? Suuperfun)
    -Maggie Hill (Grey`s Anatomy meets Scrubs which meets house which meets Ally McBeal com esquizofrenia? FUN!)

  16. Fernando dos Santos

    Estou curioso pra ver o novo V,Lost and Found,Happy Town e Flash Forward.

  17. Thiago Sampaio

    Acho massa os posts do Beck. Vamo lá…

    Talvez eu acompanhe:
    Lost and Found: Starbuck como detetive durona? Tô dentro!
    Flash Forward: Contra os conselhos de Tim Kring sobre o futuro. Mas vou ver!
    Back: Devia tentar a HBO mesmo. Vamos ver no que vai dar.
    Masterwork: Se tiver metade da empolgação de Prison Break…
    Virtuality: Só por Moore estar envolvido.

    Não estou nem aí:
    Mercy: Vou me aposentar da medicina com o fim de ER e seguir só com House.
    Legally Mad: Pq a NBC não comprou Boston Legal?!
    Happy Town: Premissa simples e okay. Mas nem aí.
    Untitled Dave Hemingson Project: Não, não, não e não.
    V: Ehr… Como é que é?!

    Vou passar longe:
    Brothers & Detectives: Isso não é quadro do SNL não?
    Eastwick: Porque Charmed me veio à cabeça?
    Inside the Box: Shonda Rhimes? Passo!
    House Rules: Prefiro comprar os boxes de The West Wing
    Maggie Hill: É com a Eddie Falco de Sopranos? Passo.

  18. Julian

    Achei interessantes as séries:

    Lost and Found
    Flash Forward
    V
    Masterwork
    Virtuality

    Espero que elas sejam boas, pois fiquei muito interessado.

  19. anderson

    A Fox uma besteirada sem limite como sempre, e provavel que uma dessas entre para tapar o buraco q American Idol deixa qdo nao é exibido especiais de duas horas.

    NBC, me animou, um pouquinho.

    CBS so com duas, porém parecem promissoras.House Rules principalmente.

    ABC a mais heterodoxa,algumas interessantes, mas soh que Brothers and Detetives?? parece aquelas séries que o Joey de friends entrava, Uma furada.

    OBS: A amanda falou algo bem pertinente sobre séries que se esticam demais, mas sério, seria o crime da década se LOST parasse na terceira e nao nos desse a espetacular 4 temporada e essa 5a mais fantastica ainda.

  20. Eduardo

    Pô, Stargate Sg1 teve 10 temporadas mas em nenhum momento se tornou cansativa. Ela foi cancelada porque os mesmos produtores produziam Stargate Sg1 e Stargate Atlantis, e queriam começar a Stargate universe.
    Depois da 10 temporada a série já teve dois longa-metragem e o terceiro longa começa a ser gravado neste verão (nosso inverno).
    Logo, não concordo quando falam que uma série longa fica cansativa.

  21. [S.E.P]Diego M.C

    Primeiramente parabéns pelo post!

    NBC: vai perder seu horário das 22h, Lost and Found pode dar certo, mas temos o exemplo de Life que provavelmente vai ser cancelada.

    CBS: Emissora que está tendo uma forte temporada 2008/2009, vai ter poucos cancelamentos, creio que vão ser comédias.

    ABC: segue o exemplo da NBC, que está tendo uma péssima temporada… na audiência, observamos muitas séries de story lines e dramas serializados…seria o caminho certo?

    FOX: Não teve um bom momento na Fall 2008, mas com a volta de American Idol e 24 horas, mudança no horário de House…melhorou muito!

    Muuuitas séries me chamaram atenção…sempre confio mais na CBS.

  22. Gilberto Guerra

    Cara! Não aguento mais séries policiais, eu já assisto muito delas e não pretendo adicionar mais (apenas se caso alguma se tornar algum sucesso e que prometa não morrer na praia).

    Todas que me interessaram são de sci-fi (gênero que precisa de mais incentivo pra diversificar a programação) e uma de aventura: Flash Forward, V, Masterwork, Virtuality. Essa última parece a ser a pior, mas darei uma chance.

  23. Marcela

    Então… as comédias tradicionais estão em crise mesmo, né?
    Não tem UMA em destaque!! Mas que falta de criatividade!!
    Eventualmente, os dramas médico/policial/advogado vão saturar também… e aí vão escrever sobre o que?

    Ô lei do mínimo esforço!

  24. Jonathas

    Curioso para ver o desenvolvimento de “V”. Que é uma minisérie que marcou a infância do pessoal dos anos 80. Penso em como eles vão tornar o trash dos anos 80 em algo plausível no séc XXI.

    O restante nem tanto…

  25. Lucas

    Inside the Box e Back, Magie Hill tb parece ser interessante. Mas Inside the Box promete, adoro séries sobre jornalismo. xD

  26. Pedro Paulo

    Mais animado mesmo só por Inside The Box, pois eu amo a Shonda Rhimes. E finalmente a CBS volta a apostar em dramas!!! Aí eu posso assitir!!!!!!

  27. [S.E.P]Diego M.C

    Por mais que falem… falem… gênero policial é o melhor…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Log In or Create an account