Log In

Colunas e Seções Entreatos

Entreatos: Cultura Pop levada a Sério – A magia do cinema chega à telinha (e vice-versa)

Pin it

Após uma bem sucedida primeira temporada, estrelada por Matthew McConaughey e Woody Harrelson, True Detective confirma que Rachel McAdams vai estrelar na segunda temporada da série ao lado de Colin Farrel e Vince Vaughn, diminuindo ainda mais os limites entre o mundo do cinema e da TV.

Mais do que misturar os dois mundos, hoje inverte-se o movimento original de que atores de séries bem sucedidos passavam a buscar e receber bons papeis nos cinema, como aconteceu com Jeniffer Aniston, Chris Pratt e inúmeros astros do Saturday Night Live. Agora as grandes estrelas já consagradas no cinema querem fazer parte das novas produções da TV.

Ok, isso não é tão novidade na HBO, que teve estrelas do cinema no elenco de ‘Os Sopranos’ (só para citar um exemplo clássico), e mais recentemente Boardwalk Empire, estrelado por Steve Buscemi, que no piloto esteve sob a direção de ninguém mais ninguém menos que Martin Scorsese. E mesmo fora da HBO cada vez mais temos exemplos como J. J. Abrams que tem no currículo a direção tanto de clássicos da TV, como Felicity e Lost, quanto do Cinema, como Missão Impossível e Star Wars.

A verdade é que a TV como um todo não apenas tem chamado a atenção de atores, como também roteiristas, diretores e da crítica que hoje vê o meio não só como um entreteninmento, mas como um entretenimento de alta qualidade, como um meio capaz de contar histórias com narrativas inovadoras e envolventes, e, muitas vezes, como arte.

Parafraseando Marshal McLuhan, o grande pensador dos meios de massa, cada nova invenção nostalgicamente eleva sua predecessora a um status de arte. Como o cinema fez com o teatro, e a Tv com o cinema, agora a internet está nos permitindo validar a televisão como um meio artístico. E merecidamente.

É a história do professor de literatura que fez sua tese de mestrada sobre Bob Dylan: Walter White pode ser vista como uma das grandes personagens da história, lado a lado com clássicos da literatura; assim como 30rd rock apresentava um humor sem igual.

Ao longo dos anos, a TV aprimorou o uso dos seus recursos dando ao público impecáveis apresentações de personagens, progressões narrativas refinadas, novos jogos de cena e um desenrolar que não precisa ver seu desfecho em duas horas. A meu ver um paraíso para atores, roteristas e diretores que querem explorar suas capacidades narrativas. E principalmente para nós, fãs e viciados, que temos cada vez mais histórias e personagens para nos apaixonarmos.

Séries citadas:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Log In or Create an account