Log In

Notícias

Emmy Awards repete 2008 e premia Mad Men, 30 Rock, Glenn Close e Bryan Cranston

Pin it

Atualizado à 0h16

Jon CryerQuando começaram a serem anunciados os vencedores nas principais categorias do Emmy Awards, a sensação foi de déjà vu. Afinal a 61a edição do Emmy Awards, entregue neste domingo (20/9) no Nokia Theatre, em Los Angeles, foi marcada pela repetição. Em diversas categorias a Academia de Artes e Ciências da Televisão reprisou os vencedores do ano passado: Mad Men foi eleito o melhor drama, 30 Rock a melhor comédia, Glenn Close (Damages) a melhor atriz em drama, Bryan Cranston (Breaking Bad) o melhor ator em drama, Alec Baldwin o melhor ator em comédia.

O lado conservador da Academia também se fez presente na categoria dos reality shows: Jeff Probst, do Survivor, ganhou pelo segundo ano consecutivo a estatueta de melhor apresentador e o The Amazing Race foi eleito pela sétima vez seguida o melhor reality show de competição. Sete também é o número de vitórias consecutivas do programa de humor e variedades The Daily Show, do canal Comedy Central (exibido no Brasil pela Sony).

Na categorias principais, a única novidade veio na categoria melhor atriz em comédia, com a vitória da estreante em seriados de TV Toni Collette, de United States of Tara, série inédita no Brasil.

Curiosamente, a noite prometia ser diferente na largada, com duas boas surpresas nos primeiros nomes anunciados. Kristin Chenoweth (da incompreendida nos EUA e já cancelada Pushing Daisies) e Jon Cryer (da série campeã de audiência mas até então desprezada pela Academia Two And A Half Men) foram eleitos a melhor atriz e o melhor ator coadjuvante em comédia.

Também deve ter agradado ao telespectador brasileiro o anúncio dos coadjuvantes em drama. Aqui, acabaram vencendo atores de duas séries populares e cultuadas: Michael Emerson, o Ben Linus de Lost, e Cherry Jones, a presidenta Taylor de 24 Horas.

Quem também acabou homenageado foi o drama ER, com a estatueta de melhor direção para Rod Holcomb, pelo episódio final And In The End. Série mais indicada da história do Emmy, com 123 nomeações, ER se despede da TV com a incrível marca de 23 prêmios conquistados ao longo de 15 temporadas.

A premiação, que este ano foi ao ar nos Estados Unidos pela rede CBS, foi apresentada pelo ator Neil Patrick Harris, de How I Met Your Mother, que fez um fenomenal trabalho, criando momentos cômicos sem ser chato e conduzindo uma premiação ágil – e os elogios vieram já no palco, de diversos colegas.

Confira a seguir a lista dos vencedores:

Melhor Atriz Coadjuvante em Comédia
Kristin Chenoweth como Olive Snook, Pushing Daisies

Amy Poehler como Vários, Saturday Night Live
Kristin Wiig como Vários, Saturday Night Live
Jane Krakowski como Jenna Maroney, 30 Rock
Vanessa Williams como Wilhelmina Slater, Ugly Betty
Elizabeth Perkins como Celia Hodes, Weeds

Melhor Ator Coadjuvante em Comédia
Jon Cryer como Alan Harper, Two And A Half Men

Kevin Dillon como Johnny Drama, Entourage
Neil Patrick Harris como Barney Stinson, How I Met Your Mother
Rainn Wilson como Dwight Schrute, The Office
Tracy Morgan como Tracy Jordan, 30 Rock
Jack McBrayer como Kenneth Parcell, 30 Rock

Melhor Roteiro em Comédia
30 Rock – Reunion – Matt Hubbard

30 Rock – Apollo, Apollo – Robert Carlock
30 Rock – Mamma Mia – Ron Weiner
30 Rock – Kidney Now! – Jack Burditt e Robert Carlock
Flight Of The Conchords – Prime Minister – James Bobin, Jemaine Clement e Bret McKenzie

Melhor Direção em Comédia
The Office – Stress Relief – Jeff Blitz

Entourage – Tree Trippers – Julian Farino
30 Rock – Apollo, Apollo – Millicent Shelton
Flight Of The Conchords – The Tough Brets – James Bobin
30 Rock – Reunion – Beth McCarthy
30 Rock – Generalissimo – Todd Holland

Melhor Ator em Série Comédia
Alec Baldwin como Jack Donaghy, 30 Rock

Jim Parsons como Sheldon Cooper, The Big Bang Theory
Jemaine Clement como Jemaine, Flight Of The Conchords
Tony Shalhoub como Adrian Monk, Monk
Steve Carell como Michael Scott, The Office
Charlie Sheen como Charlie Harper, Two And A Half Men

Melhor Atriz em Série Comédia
Toni Collette como Tara Gregson, United States Of Tara

Julia Louis-Dreyfus como Christine, The New Adventures Of Old Christine
Christina Applegate como Samantha Newly, Samantha Who?
Sarah Silverman como Sarah Silverman, The Sarah Silverman Program
Tina Fey como Liz Lemon, 30 Rock
Mary-Louise Parker como Nancy Botwin, Weeds

Melhor Apresentador de Reality Show
Jeff Probst – Survivor

Padma Lakshmi e Tom Colicchio – Top Chef
Heidi Klum – Project Runway
Phil Keoghan – The Amazing Race
Tom Bergeron – Dancing With The Stars
Ryan Seacrest – American Idol

Melhor Reality de Competição
The Amazing Race

American Idol
Dancing With the Stars
Project Runway
Top Chef

Melhor Atriz Coadjuvante em Minissérie ou Filme
Shohreh Aghdashloo, como Sajida – House Of Saddam

Jeanne Tripplehorn, como Jackie O. – Grey Gardens
Janet McTeer, como Clementine Churchill – Into The Storm
Cicely Tyson, como Pearl – Relative Stranger
Marcia Gay Harden, como Janina – The Courageous Heart Of Irena Sendler

Melhor Ator Coadjuvante em Minissérie ou Filme
Ken Howard, como Phelan Beale – Grey Gardens

Len Cariou, como Franklin D. Roosevelt – Into The Storm
Bob Newhart, como Judson – The Librarian: Curse of the Judas Chalice
Tom Courtenay, como Mr. Dorrit – Little Dorrit
Andy Serkis, como Rigaud – Little Dorrit

Melhor Ator em Minissérie ou Filme
Brendan Gleeson, como Winston Churchill – Into The Storm

Kevin Bacon, como LtCol Mike Strobl – Taking Chance
Kenneth Branagh, como Kurt Wallander – Wallander: One Step Behind
Kevin Kline, como Cyrano de Bergerac – Cyrano de Bergerac
Sir Ian McKellen, como Rei Lear – King Lear
Kiefer Sutherland, como Jack Bauer – 24 Horas: A Redenção

Melhor Atriz em Minissérie ou Filme
Jessica Lange, como Big Edie – Grey Gardens

Drew Barrymore, como Little Edie – Grey Gardens
Sigourney Weaver, como Mary Griffith – Prayers For Bobby
Shirley MacLaine, como Coco Chanel – Coco Chanel
Chandra Wilson, como Yvonne – Accidental Friendship

Melhor Roteiro para Minissérie ou Filme
Little Dorrit – Andrew Davies

Generation Kill – Bomb In The Garden – David Simon
Taking Chance – Michael R. Strobl e Ross Katz
Grey Gardens – Michael Sucsy
Into The Storm – Hugh Whitemore

Melhor Filme feito para TV
Grey Gardens

Taking Chance
Into The Storm
Prayers For Bobby
Coco Chanel

Melhor Minissérie
Little Dorrit
Generation Kill

Melhor Direção em Programa de Variedades, Música ou Série de Humor
American Idol – Show 833 (The Final Three) – Bruce Gowers

The Daily Show With Jon Stewart – 13107 – Chuck O’Neil
Real Time With Bill Maher – 705 – Hal Grant
The Colbert Report – 4159 – Jim Hoskinson, Director
Late Show With David Letterman – Episode 2932 – Jerry Foley
Saturday Night Live – Host: Justin Timberlake – Don Roy King

Melhor Roteiro em Programa de Variedades, Música ou Série de Humor
The Daily Show With Jon Stewart – Steve Bodow, Jon Stewart, David Javerbaum, Josh Lieb, Rory Albanese, Kevin Bleyer, Jason Ross, Tim Carvell, John Oliver, Sam Means, Rob Kutner, J.R. Havlan, Rich Blomquist, Wyatt Cenac, Elliott Kalan e Rachel Axler

The Colbert Report
Late Show With David Letterman
Saturday Night Live
Late Night With Conan O’Brien NBC

Melhor Letra e Música Original
81st Annual Academy Awards – Música: Hugh Jackman Opening Number – William Ross, John Kimbrough, Dan Harmon e Rob Schrab

A Colbert Christmas: The Greatest Gift Of All – Música: Much Worse Things
A Muppets Christmas: Letters To Santa – Música: I Wish I Could Be Santa Claus
Flight Of The Conchords – Unnatural Love / Música:: Carol Brown
The 2008 ESPYS – Música: I Love Sports
Saturday Night Live – Host: Justin Timberlake / Música: Motherlover

Melhor Programa de Variedades, Música ou Humor
The Daily Show With Jon Stewart

The Colbert Report
Late Show With David Letterman
Real Time With Bill Maher
Saturday Night Live

Melhor Ator Coadjuvante em Drama
Michael Emerson como Ben Linus, Lost

William Shatner como Denny Crane, Justiça sem Limites (Boston Legal)
Christian Clemenson como Jerry Espenson, Justiça sem Limites (Boston Legal)
Aaron Paul como Jesse Pinkman, Breaking Bad
William Hurt como Daniel Purcell, Damages
John Slattery como Roger Sterling, Mad Men

Melhor Atriz Coadjuvante em Drama
Cherry Jones como Presidenta Allison Taylor, 24 Horas

Rose Byrne como Ellen Parsons, Damages
Sandra Oh como Dr. Christina Yang, Grey’s Anatomy
Chandra Wilson como Dr. Miranda Bailey, Grey’s Anatomy
Dianne Wiest como Gina, Em Terapia (In Treatment)
Hope Davis como Mia, Em Terapia (In Treatment)

Melhor Direção em Série Drama
ER – And In The End – Rod Holcomb

Battlestar Galactica – Daybreak (Part 2) – Michael Rymer
Damages – Trust Me – Todd A. Kessler
Mad Men – The Jet Set – Phil Abraham
Justiça sem Limites – Made In China/Last Call – Bill D’Elia

Melhor Roteiro em Série Drama
Mad Men – Meditations In An Emergency – Kater Gordon e Matthew Weiner

Mad Men – A Night To Remember – Robin Veith e Matthew Weiner
Mad Men – Six Month Leave – Andre Jacquemetton, Maria Jacquemetton, Matthew Weiner
Mad Men – The Jet Set – Matthew Weiner
Lost – The Incident – Carlton Cuse e Damon Lindelof

Melhor Atriz em Série Drama
Glenn Close como Patty Hewes, Damages

Sally Field como Nora Walker, Brothers and Sisters
Kyra Sedgwick como Brenda Leigh Johnson, The Closer
Mariska Hargitay como Olivia Benson, Law & Order: Special Victims Unit
Elisabeth Moss como Peggy Olson, Mad Men
Holly Hunter como Grace Hanadarko, Saving Grace

Melhor Ator em Série Drama
Bryan Cranston como Walter White, Breaking Bad

Michael C. Hall como Dexter Morgan, Dexter
Hugh Laurie como Dr. Gregory House, House
Gabriel Byrne como Paul, Em Terapia (In Treatment)
Jon Hamm como Don Draper, Mad Men
Simon Baker como Patrick Jane, The Mentalist

Melhor Série Comédia
30 Rock

Entourage
Uma Família da Pesada (Family Guy)
Flight of the Conchords
How I Met Your Mother
The Office
Weeds

Melhor Série Drama
Mad Men

Amor Imenso (Big Love)
Breaking Bad
Damages
Dexter
House
Lost

Séries citadas:

É jornalista, pós-graduado em Jornalismo Digital pela Pucrs e trabalha com produção de conteúdo para Internet desde 1995. É editor de internet do Jornal do Comércio, de Porto Alegre. Fundou o TeleSéries em agosto de 2002. Na época, era fã de The West Wing, The Shield, Família Soprano e Ed. Atualmente é viciado em The Good Wife, NCIS, Game of Thrones e Parks and Recreation.

97 Comments

  1. joselito

    Não sei como 30 Rock pode ter vencido de novo a serie é muito ruim The office é muito melhor

  2. Gabriela

    “Se é pro Jim Parsons perder, que perca pro Charlie Sheen, mas Baldwin??” [2]
    Bom… pelo menos o Jon Cryer, FINALMENTE, ganhou!

    … e a Glenn Close é espetacular, mas eu tava torcendo pela Sally!

  3. Raruiz

    “Se é pro Jim Parsons perder, que perca pro Charlie Sheen, mas Baldwin??” [3]
    Bom… pelo menos o Jon Cryer, FINALMENTE, ganhou! [2]

    Não gostei da abertura desse ano. Apesar de ter gostado da apresentação de Neil Patrick Harris, na abertura a única coisa que eu conseguia pensar era: “Já vi isso em algum lugar… Onde será que eu vi? AHHHHHHHHH foi Hugh Jackman no Oscar.”
    Não conseguia pensar em mais nada, a não ser Hugh Jackman estava melhor.

  4. André

    me passei por aquele clipe dos realities, com o BG da Britney… muito hilário! =D

    confesso que fiquei meio chateado com a anúncio do Neil como host esse ano… mas fui mudando minha opinião ao longo na noite… e não é que ele dominou a noite? tipo aqueles momentos de chamar apresentador pra entregar prêmio e tal… muito bacana o jeito dele chamá-los… =p

    Cherry Jones rules!!!! e o Kiefer com aqueles óculos… é a idade! =D

  5. Daniele

    Eu não acredito q esqueci de assistir snif….espero que tenha reprise! Eu adorei little dorrit ganhar, é lindoooooo quem não viu assista! E ER, este episódio de final de série merecia! A Glen Close merecia também!

  6. Lucía

    Gente, fiquei muito feliz pelo “Alan” que merece mas e o “Sheldon”??? Aquele cara esta perfeito no papel… Beeeeem melhor que o Baldwing… Não gostei!!!

  7. bia mafra

    Não gostei da abertura desse ano. Apesar de ter gostado da apresentação de Neil Patrick Harris, na abertura a única coisa que eu conseguia pensar era: “Já vi isso em algum lugar… Onde será que eu vi? AHHHHHHHHH foi Hugh Jackman no Oscar.”
    Não conseguia pensar em mais nada, a não ser Hugh Jackman estava melhor. [2]

  8. Júnior Delduque

    Melhor Atriz Coadjuvante em Comédia
    Kristin Chenoweth como Olive Snook, Pushing Daisies – YES!!!

    Melhor Ator Coadjuvante em Comédia
    Jon Cryer como Alan Harper, Two And A Half Men – YES!!!

    Melhor Atriz em Série Comédia
    Não foi a Tina Fey – YEEEEEEEEEEEEEEEEEESSSS!!![2]

    Uma pena Sally Field não ganhar como atriz em drama. E triste também pela Chandra.

  9. Bruno A.

    Bryan Cranston merecia o prêmio. Não gostei muito das indicações para Simon Baker, nem para Hugh Laurie; acho que eles não são destaques, apenas bons atores.

    Aaron Paul também é muito bom. Na verdade, BREAKING BAD tem um bom elenco.

    Para melhor série, torcia por BB.

    Melhor atriz para Glenn Close também foi justo, apesar de gostar bastante da Kyra Sedgwick e da Holly Hunter. E, obviamente, Sally Field também é uma grande atriz. Não vejo MAD MEN nem LAW AND ORDER: SVU, portanto não conheço o trabalho das outras atrizes.

  10. Rafael B.

    Neil Patrick Harris tava ótimo apresentando (como muitos fizeram questão de dizer ao receber o prêmio), só falto ele ganhar um prêmio, ou o Jim Parsons (The Big Bang Theory), Alec Baldwin de novo, sério? Mas o pior foi o Jon Cryer ganhar o prêmio, concorrendo com o NPH e o pessoal de 30 Rock e The Office.

  11. Rafael

    O discurso mais emocionante da noite foi o da Jessica Lange, ao receber o prêmio de atriz por Grey Gardens.

    Humilde ao dizer que “papéis como esse já não são oferecidos a mim com frequência” e generosa ao dividir o prêmio com a Drew Barrymore, “a outra metade”, segundo ela.

    Show!!!

  12. pedroluiz02

    30ROCK É MUITO CHATO!!!!
    E Sheldon não faz um personagem , tenho visto o ator constantemente e ele é o proprio sem por nem tirar.
    O Emmy ficou muito sem graça,o ano que vem só falta darem o premio de apresentador ara o pedroBial..

  13. Bruno A.

    Só uma observação: a AMC só tem duas séries e conseguiu 12 indicações (só nos prêmios dessa noite, pelo que eu contei), sendo que nas categorias principais só não tem um representante em melhor atriz coadjuvante. WOW!

    Alguém duvida que THE PRISONER vai estar cheia de indicações ano que vem?

  14. Fernando dos Santos

    The Prisoner só estreia no ano que vem?
    Eu pensei que estreiava agora na fall 2009.

  15. Bruno A.

    “The Prisoner só estreia no ano que vem?”

    Fernando, estreia agora em novembro (não vejo a hora), mas só pode concorrer ao Emmy e Golden Globe do ano que vem.

  16. Mateus

    Go 30 Rock ( The Best Ever )

    Muito boa a apresentação …. a Kyra Sedgwick poderia ganhar um prêmio, ela merece e a Julia Louis-Dreyfus merecia ganhar e maior sacanagem com o Neil de How I Met Your Mother aff….

  17. Claudemir Antonio Zamproni

    Finalmente, descobri um outro significado para a palavra JUSTIÇA: é TONI COLLETTE. Não só por ter desbancado a canastrissima Tina Fey, pois ela consegue, em “UNITED STATES OF TARA”, dar uma nova dimensão ao ato de interpretar e uma maior dignidade à profissão de ATRIZ; “UNITED…” é a prova de que talento é o essencial para uma boa série, e isso, ela, e todos os envolvidos, tem em dose maciça. Vibrei, também, por Kristin Chenoweth, Jon Cryer, Michael Emerson, Cherry Jones, Bryan Cranston (espetacular!) e Glen Close, todos merecidos. Agora, “30 Rock”, “Mad Men” e Alec Baldwin, já deram o que tinham que dar, e só ganham prêmios para que estas duas séries não sejam canceladas. Ainda bem, será?, para eles, senão seria um sem-fim de “profissionais” desempregados, sem ter trabalho, já que onde Alec Baldwin e Tina Fey iriam encontrar outro lugar para encaixar tanta canastrice, novamente?!?! Fora que o beautiful people americano diz adorá-las (se é que as assistem!), pois é chique dizer que as adora. Tipicamente americano. A destacar, ainda, a genialidade de Neil Patrick Harris e o anúncio, pela Sony, nos intervalos, da estréia da fabulosa “DROP DEAD DIVA”, em novembro; já acompanhei os dois primeiros episódios e são espetaculares. De resto, muito mais do mesmo!!!!!! Injustiças para “THE OFFICE”, Jim Parsons, “DEXTER”, e aquela lenga-lenga de sempre.

  18. John Nova

    Jon Cryer talvez seja o pior vencedor da história… Shame on you, Academy.

  19. Nanda

    “Jon Cryer talvez seja o pior vencedor da história… Shame on you, Academy” x2

    Neil Patrick Harris e Rainn Wilson perder para Cryer é brincadeira.

    E estava torcendo tanto para o Jim Parsons…

  20. Pedro Paulo

    Gente tadinho do Cryer… ele recebeu o pr~emio como o Scorcese em 2006, no OSCAR: não foi o melhor do ano, mas foi um consolo pelo descaso quando merecu!!!!

    Entendi pouca coisa, pois sei pouco inglês, mas é claro que o RETARDADO do Alec Badwin tina que se achar (o “PARABÁNS” apareceu na hora).

    Mas foi muito bom ver Tina Fey e Jon Hamm com cara de tacho em suas categorias. Tony Collete e Bryan Cranston não acreditaram, fora Chenoweth, e foram mais que merecidos. Michael Emerson aplaudi de pé.
    SERÁ QUE SÓ EU NOTEI QUE O KEVIN BACON setava de super mau-humor ontem? Desde o tapete vermelho ele tava com cara de merda e no palco deu um puxão na Kyra que ela quase caiu. Ridículo.

    E outra, eu acho que só da DREW fazer um tele-filme ela já merecia o Emmy. ela estava lindíssima. Linda a homenagem que a Lange (minha mãe amou revê-la) fez para ela.

    Que look simplório foi aquele da Anna Torv? Parecia vestidinho de praia. Estava muito simples. Simon Baker se sentindo o galãzão também deu raiva. Deu vergonha alheia ver seu nome citado no nome de tantos ATORES de verdade em sua categoria.

    Chandra e Sandra mais uma vez passando em branco e MM e 3R ganhando de novo chegou ao CÚMULO da total falta de respeito. Quro ver se os indicados vão querer ir no ano que vem.

    NESSA HORA QUE TINHA QUE ENTRAR O KANYE WEST. URGENTE.

    – DAMAGES THE BEST SERIE EBVEEEEEEEERRRRRRRRRRRRRR!!!!!!!!!

    Mas os verdadeiros mercedores nunca (ou custam pra ganhar) ganham…

    DROP DEAD DIVA… ansioso!!!

    E a cobertura da Sony foi muito boa, gostei do “PARBÁNS”pra aqueles que se acharam no palco.

    UFA, DESBAFEI.

    p.s.: Acho totral falta de respeito (mesmo) o que andam fazendo com o Michael C. Hall, Sally Field, Damages e Entourage.

  21. Pedro Paulo

    Esqueci de destacar a Sarah de bigode (dei pinotes de gargalhada), nem o Justin aguentou e a voz maravilhosa da Sohreh (ouviria de olhso fechados) foi a sensação do Emmy 2009.

    E estava TORCENDO MUITO pela Rose Byrne… ela arrasou nessa temporada…

  22. rodrigo

    O que será que eles tem contra Dexter mais precisamente contra Michael C. Hall?

  23. Rodrigo B.

    …MM e 3R ganhando de novo chegou ao CÚMULO da total falta de respeito. Quro ver se os indicados vão querer ir no ano que vem.

    Pedro Paulo,

    Espero que não se importe, mas eu gostaria de tentar entender essa afirmação. Como assim, falta de respeito? A quem exatamente?

    E por que os indicados nao iriam querer ir ano que vem? Frasier venceu como melhor comédia por 5 vezes consecutivas na década de 90. The West Wing dominou por 4 anos seguidos no início dos anos 2000. Acontece. Ao longo da história da premiação já aconteceu outras vezes.

    O ideal, penso eu, é não levar essas premiações tão a sério assim. Cada um tem a noção daquilo que enxerga como “melhor”. E não há percepção mais honesta do que essa.

  24. Pedro Paulo

    Voc~e não acha falta de respeito, Rodrigo, premiar Alec Badwin só por ser amiguinho de todo mundo, e premiar 30 Rock, só por causa da Tina? E premiar MM pela 3ª vez, sendo que as outras fizeram ótimas temporadas, só pq MM retarda com perfeição a década de 60? Acho que já deu, não?

    Se eu fosse o C.Hall, não voltaria, passar em branco toda vez como se ninguém enxergasse pra mim é humilhante.

  25. Bruno A.

    “Se eu fosse o C.Hall, não voltaria, passar em branco toda vez como se ninguém enxergasse pra mim é humilhante.”

    Jennifer Garner foi indicada quatro vezes e nunca foi premiada, mas marcou época. Foi injusto, mas fazer o quê? Hoje, é uma grande estrela de cinema, e tá c… pro EMMY.

    MAD MEN é uma série muito bem feita (apesar de eu não gostar muito) e merece a premiação. Quanto a 30 Rock, nunca assisti, mas Alec Baldwin não me parece um grande ator. Injustiça sempre vai existir.

  26. Luciano Cavalcante

    “Shohreh Aghdashloo = mais sexy da noite”. Sim! Que voz!

  27. Rodrigo B.

    Mas, Pedro, eu não acho que o Alec Baldwin seja premiado só por ser amiguinho de todo mundo(ele teria de ter vencido em 2007, seguindo essa lógica). Eu o acho um bom ator, considero que ele tem uma atuação consistentemente boa em 30 Rock e que, submeteu, mais uma vez, um episódio em que ele se destacou.

    Aliás, essa história de ter “bons amigos” também era usada pra justificar a vitória da Tina Fey, e bem sabemos que ela não venceu esse ano(aliás, no Emmy ela só venceu uma vez nos 3 anos em que faz 30 rock, em 2008).

    Sobre Mad Men, eu tenho certeza que ela não é premiada apenas por retratar com perfeição a década de 60. A série recebeu 4 indicações em roteiro(e, convenhamos, uma ótima reconstituição de época não é sinônimo de um grande roteiro). O número absurdo de indicações nessa categoria, aliás, deixa a pista(pelo menos pra mim) de que os votantes se encantaram foi com o conteúdo do que viram, a maneira como as histórias foram contadas.

    Sobre o C. Hall perder, faz parte da vida. Ele tá lá todo ano disputando com 4(ou 5) caras talentosíssimos, e só um leva. Quase nunca vai ser demérito perder pra alguém(e perder pro Cranston e pro Spacer definitivamente não é motivo pra se sentir humilhado).

  28. Flávio

    Tá, eu adoro 30 Rock. mas, de fato, tá conseguindo se tornar a comédia mais overrated da academia desde Frasier

  29. Flávio

    Ah, e falando em injustiças, eu NUNCA vou esquecer do fato que a Courteney Cox NUNCA foi indicada por Friends. Eu sei que nas últimas temporadas as tramas da Monica já eram repetitivas demais. Só que no começo do show ela a personagem com maior visibilidade, perdendo apenas para Ross e Rachel. Principalmente na 5a temporada, onde roubou a cena da temporada que seria o começo do fim da linha pro Ross e pra Rachel, com o seu início de namoro com Chandler. Digníssima de uma indicação!

  30. Rodrigo B.

    E eu adoro essas premiações e entendo o quanto as pessoas podem ficar desapontadas quando seus favoritos não ganham, mas é importante não perder de vista de que nem o Emmy e nem prêmio nenhum fazem um grande ator. Não é o fato de ganhar ou não que determina isso. O Michael C. Hall não precisa ser coroado pra mostrar que é muito bom. Essas indicações consecutivas já dizem muito sobre o trabalho dele.

  31. Marco

    Rodrigo,
    Não perca tempo argumentando com o Pedro Paulo, ele parece ter 11 anos.

  32. Fabio Peixoto

    Ai, ai, ai, miguxos… num ganhei meu pesente da mamain e ainda pu cima minha serie peferida pedeu… ui, ui, ui… sacanagi, vo disabafá agola…

    F*da da tal inclusão digital é isso…
    .
    .
    .
    Ganhou, ganhou… perdeu, perdeu… não vai mudar a vida de nenhum de nós, então que tal parar de agir como se o mundo fosse acabar por causa disso?

  33. Camila

    Glenn Close, ótima.
    Michael Emmerson, muito bom.

    Mas senti falta de alguma premiação para In Treatment. Tudo naquela série é bom.

  34. Eduardo

    Alec Baldwin ganhou porque mereceu. Ele descobriu um imenso talento cômico e conseguiu explorar isso em 30 Rock.

    O fato de 30 Rock abocanhar as estatuetas nada tem a ver com qualquer suposta “conexão” que Tina Fey tenha dentro da indústria. Isso é paranóia de quem tava torcendo contra.

    A série também ganhou porque mereceu, e porque comédia atualmente é um gênero em baixa, e são poucas as séries que conseguem manter um padrão digno de premiações. 30 Rock é bem escrita e produzida.

    Não é só Tina Fey que é responsável por isso. Autores talentosos como Robert Carlock, Matt Hubbard e John Riggi também contribuem pra isso, ainda mais levando em conta a enorme experiência que trazem para 30 Rock. Todos eles possuem histórico não só em Saturday Night Live, mas também em Friends e Joey, e outras séries.

  35. Giselle

    Gostei do Neil Patrick Harris apresentando.

    Glenn Close , Michael Emmerson e Mad Men mereceram.

    Cherry Jones adorei.

    Chega de 30 Rock .

    Gosto do Alec baldwin mas chega né?

    Adorei que não deu Tina Fey

    Michael C. Hall injustiça

    Anna Torv e Kate Walsh as mais bonitas

    Kiefer o mais lindo de todos

  36. Pedro Paulo

    Marco – 22/09/2009

    Rodrigo,
    Não perca tempo argumentando com o Pedro Paulo, ele parece ter 11 anos.

    CRIATURA, EU TE PERGUNTEI ALGUMA COISA? fu** U!!!!!!!!!!!!!!!

  37. Eloisa

    Kristin Chenoweth de Pushing Daisies e Jon Cryer de Two And A Half Men foram as melhores (e unicas talvez nao pelo Justin Timberlake q tb mereceu) surpresas da noite, da Kristin eu chorei com ela, amava pushing daisies ela mereceu muito.
    Gostei da apresentaçao do Neil, foi muito divertida, quando ele perdeu ficou muito engraçado ele comentando.

  38. Ana Maria

    Não tenho muitos comentários a fazer sobre essa edição do Emmy, porque a grande maioria dos indicados não conheço em termos de desempenho nas séries. Estou aqui apenas para fazer uma pequena observação. Não sei porque sempre tive uma antipatia pela atriz Kate Walsh. Mas, asssitindo o desfile das atrizes no tapete vermelho, onde adoro ver os modelos dos vestidos,essa atriz ganhou de vez minha admiração e simpatia.Não que ela estivesse bem vestida, muito pelo contrário.Assisti ontem o Fashion Police, um programa que passa no canal E!, onde são feitos comentários sobre a roupa das atrizes e atores e Kate foi séria candidata a pior vestido da noite.Entretanto, por ocasião da chegada dela ao teatro, ainda no tapete vermelho, quando entrevistada pela Giulana,reporter do aludido canal, esta se desmanchou em elogios ao visual da Kate; para posteriormente detona-lo em grande estilo. Quanta falsidade!Mas porque gostei de Kate? Quando de sua entrevista essa mesma Giuliana faz mil perguntas sobre quem fez o vestido, qual as jóias que está usando, qual a marca do sapato,etc. E aí gente, essa Kate Walsh foi maravilhosa, fantástica: segurou sua bolsa, e antes que a reporter perguntasse,falou para o mundo todo ver e ouvir que a mesma tinha custado apenas 30 dólares; portanto qualquer americano poderia compra-la.Não sei se ela fez isso por sarcasmo, ironia. Quem sabe.Neste mundo das celebridades o ego, a rivalidade, a competição é a tônica.A superficialidade, reina descaradamente e esse canal E! é o representante maior desses sentimentos. Realmente o vestido da Kate não era grande coisa, mas ela é uma mulher muito bonita e,com esse episódio mostrou que não está preocupada em exibir seu poder aquisitivo. Mas ela evidenciou muito mais que isso: mostrou simplicidade, autenticidade, e coragem para expressar sua antipatia e indignação com tanta frivolidade. Sim, porque sua atitude foi e deve ser vista como um ato de protesto, que em última análise serviu para, tenho certeza, ganhar a simpatia e admiração de muitos.Valeu Kate.

  39. Diogo

    Infelismente eu perdi a premiação…

    Ah fala sério, 30 rocks é palhaçada total, o tanto que essa porcaria ganha de indicação e premiações é absurdo. Eu só vi uns epsodios da primeira temporada e posso diser que é um LIXO, tem séries tão incriveis por aí, é uma pena isso…
    Mad Men também é palhaçada, eu admito que é uma série muito boa, mas também não exagerem, só ganha porcausa que o povo que escolhe deve ser um bando de múmias com 100 anos de idade que morrem de saudade da época que fumavam igual uma chaminé… Mereceu uma premiação da primeira temporada? Sim. Mereceu essa, de geito nenhum.

    C hall não vai ganhar nunca, e ninguem vai entender o porque… é a tradição do Emmy.

  40. Pedro Paulo

    Ana Maria, também vi trechos do Fashion Police e a hora em que falaram da Kate, realmente foi ridículo. Infelizmente, o vestido, formou um pneuzinho nas costas da Kate, mas acho ela linda e odiei ela ser massacrada, e detonaram com o Simon Baker também. Esse canal E! é o cúmulo do ridícuilo, um Pay-Per-View ambulante do BB, passa as maiores putarias lá, ainda fica detonando as celebridades. Esse canal deveria ser extinto!!! #revoltaalheia

  41. Ana Maria

    Pedro Paulo,

    o que me revolta no Canal E! é a falta de critério, a puxação de saco com determinadas celebridades chegando a causar asco, e a discriminação para com outras.Mas esse ano eu fiquei particularmente feliz com as entrevistas que antecederam a premiação porque a atriz Mariska Hargitay, que foi desrespeitada o ano passado quando entrevistada pelo insuportável,detestavel Ryan Secreast, deu-lhe o troco devidamente:este ano,salvo engano, ele perguntou para Mariska se ela não se espantava de estar fazendo aquilo(referindo-se ao trabalho dela) há tanto tempo.Ela respondeu categoricamente que sim e que se espantava por ele Ryan,ainda estar fazendo o que faz(aquí entenda-se grosserias e falta de educação).Ele me pareceu perturbado e sem graça com a resposta. Há muito venho percebendo uma rejeição ao nome de Mariska por parte desse canal.Mariska é uma atriz premiada, respeitadíssima no meio e ele mecheu com uma mulher inteligente, de raciocínio rápido, que na hora certa deu-lhe uma bofetada com luvas de pelica.No fashion police desse ano todos elogiaram o vestido de Mariska porque não tinha outra saída.Para a grande maioria dos blogueiros e fachionistas o vestido dela e de January Jones eram os mais belos do evento.
    O vestido de Kira Sedgwick que foi muito elogiado (falsamente)no tapete vermeho pela Giuliana, foi arrasado no fashion police, pela mesma Giuliana.
    Agora veja voce a falta de critério: para o canal E! bonita é a Nicole Ritche, aquela amiga anoréxica da Paris Hilton e a própria Giuliana Roncinc. Essa duas fazem parte com certeza da lista das mais feias, de qualquer mortal possuidor de pelo menos uma sentido: a visão.
    Quanto a Kate Walsh os entendidos de moda realmente não gostaram muito de sua roupa, mas isso não tira a beleza e o glamour da atriz, que é reconhecido por todos.Ela apens não foi muito feliz na escolha do vestido, mas merece o respeito e a admiração de seus milhares de fãs, dentre os quais eu agoro me incluo.Por sinal a Revista People, a biblia das celebridades americanas revelou que, segundo votação dos telespectadores ela e Mariska foram eleitas (empatadas) as duas mulheres quarentonas mais sexys do evento.

  42. Lana Brasil12

    Julia
    Louis-Dreyfus, a melhor atriz de comédia!! Uma nova série de comédia é mais uma
    brilhante idéia do Produtor Armando Lannucci e já li ótimos comentários sobre ela.
    O contexto da série Veep é muito engraçado, graças também a
    ajuda da magnífica atriz Julia
    Louis-Dreyfus. Eu mal posso esperar para ver essa série.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Log In or Create an account