Log In

Notícias

Elenco e criadores de ‘Freaks and Geeks’ relembram o passado em entrevista

Pin it

Quando a série Freaks and Geeks foi cancelada pela NBC, protestos ecoaram da garganta dos fãs. Aclamado pela crítica e por uma leva de telespectadores fieis, o seriado despencou na audiência e teve o fim anunciado após a primeira temporada, deixando não só os fãs aborrecidos, assim como todos os envolvidos na produção.

Após doze anos da série estadunidense ser tirada do ar, o elenco e os criadores do drama concederam uma entrevista para a revista Vanity Fair. Eles falaram sobre meses de gravação e de como a série mudou suas carreiras.

A ideia do roteiro da série começou a partir da experiência colegial do diretor Paul Feig. Nada mais familiar do que falar sobre os triunfos e os obstáculos do ensino médio, mas Paul não fazia só isso, ele dava voz aos adolescentes, que eram tratados como pessoas e não como bobões.

“Os comentários [da estreia] foram ótimos e  tivemos uma audiência muito alta”, relembrou Feig. “Na primeira segunda-feira, eu estava em uma mesa, lendo os números e todos aplaudiram.  Na semana seguinte, nós caímos fortemente”. Segundo o ator Joe Flaherty, que interpretava Harold Weir, Paul nunca mais voltou para ler os números da audiência após a primeira semana.

O motivo para a queda na audiência da série podem ser explicados, parcialmente, pela falta de marketing e apoio da NBC, além de passar nas noites de sábado, com uma grande concorrência. O seriado chegou a ser movido para às segundas-feiras, mas mesmo assim não obteve muito aumento nos números.

Mesmo com os problemas na audiência, Freaks and Geeks foi muito importante na carreira dos atores e no modo que os diretores guiaram os personagens. Com isso, a relação emotiva entre o elenco e a série foi acirrada, o que fez Judd Apatow, também diretor do drama, relembrar seu último dia no set. “Eu fui para o meu último dia de filmagem e Linda Cardellini estava chorando. Perguntei o motivo e ela me disse ‘Eu não estou pronta para o fim’. Disse a ela que poderíamos voltar, e ela apenas falou ‘acabou, cara'”.

NOTÍCIAS | Jack Black produz comédia militar parecida com ‘Freaks and Geeks’.

Busy Philipps, que interpretou Kim Kelly, disse recentemente que Freaks and Geeks e os diretores foram os responsáveis pelo sucesso do elenco. Segundo o ator, o espaço dado a eles foi fundamental para uma maior colaboração e aprendizado. “É inestimável você obter esse tipo de confiança logo no início de carreira”, diz Philipps.

Jason Segel comenta como era árduo e gratificante o trabalho na série. Segundo Segel, o roteiro era entregue e eles trabalhavam em cima dele, improvisando e pensando nas cenas. “Nós amávamos a série e nós levamos a oportunidade realmente a sério”, diz o ator.

Dentre os jovens atores que tiveram as carreiras alavancadas após o término da série estão nomes como os de Linda Cardellini, que teve grande papel em ER, James Franco, atuando na série General Hospital, Busy Philipps, que atualmente participa de Cougar Town,  Jason Segel, que nos dias de hoje aparece na telinha em How I Met Your Mother e Seth Rogen, que deu voz ao personagem animado dos cinemas Kung Fu Panda.

John Francis Daley, que também teve as portas abertas após Freaks and Geeks, hoje interpreta o psicólogo Sweets, em Bones, além de escrever curtas em parceria com o também escritor Jonathan M. Goldstein. Um dos trabalhos produzidos e que chegou a arrecadar 28 milhões de doláres em seu primeiro final de semana, foi o filme Quero Matar Meu Chefe.

Vale falar também que não só o grupo de atores alçou grandes voos. Um dos produtores do seriado, Judd Apatow, tornou-se um grande roteirista e diretor de grandes comédias, dentre elas Segurando as Pontas (co-escrita e estrelada por Seth Rogen, que também teve participação de James Franco) e Ligeiramente Grávidos (estrelado por Seth Rogen e com participação de Jason Segel).

Freaks and Geeks teve apenas uma temporada com 18 episódios.  o seriado está disponível em DVD, mas não foi oficialmente lançado aqui no Brasil. Porém, há uma conta no Youtube que possui todos os episódios completos em inglês.

Quem quiser ler a entrevista completa em inglês, clique aqui.

Com informações do Huffpost TV.

Séries citadas:

Futura professora, 20 anos, estudante de Letras da UFF, monitora de Português do Colégio e Curso pH e amante de uma boa literatura. No TeleSéries é editora de reviews e reviewer de Castle e Bad Judge. É viciada em séries e dizem por aí que shippa praticamente tudo que se move. Fã incondicional de Roberto Carlos, ama também falar em 3ª pessoa.

Website: http://minhaasconfissoes.blogspot.com.br/

7 Comments

  1. Léo

    Acabei de assistir a série no netflix, e ela deixou um gostinho de quero mais. Foi uma pena terem cancelado, pois os personagens são carismáticos e estão sempre com alguma descoberta nova, afinal são adolescentes.

  2. Vinícius Nunes

    Estou assistindo pelo Netflix. Cada episódio é um filme, muito boa a série apaixonante! Pena não ter conseguido a audiência que queria para mais temporadas. Mas creio que ficou eternizada na galera que assistiu e assiste mesmo após ter terminado. É tipo My Chemical Romance, mas seriado …

  3. Sara

    É uma pena mesmo!!!
    Estou vendo pela netflix, é… não aproveitaram a oportunidade no tempo de fazer 2 temporadas, é realmente uma tristeza.

  4. João luis

    Muito boa a Série… realmente deixa qualquer um chateado por ela ter acabado por falta de audiencia. uma pena.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Log In or Create an account