Log In

Notícias

Diretor do ‘Friday Nights Light’ acusa candidato republicano Mitt Romney de plágio

Pin it

O candidato à presidência dos Estados Unidos pelo Partido Republicano, Mitt Tomney, desagradou o diretor da série Friday Night Lights, Peter Berg. O motivo? O “slogan” da campanha do político às eleições 2012.

Tomney tem usado frenquentemente em seu discurso – além de ser a foto de capa de seu Facebook – a frase “Clear Eyes, Full Hearts. Can’t Lose!” (algo como Olhos claros. Corações Cheios. Não pode perder!), que era contextualizada na atração televisiva no vestiário do time de futebol americano da cidade, o Dillon Football.

O Friday Night Lights ficou no ar entre 2006 e 2011, no hemisfério norte, e era classificado como um drama esportivo.

Em um de seus discursos, Romney parafraseou  o programa:

“Esses são os americanos. Temos olhos claros – sabemos no que acreditamos. Temos corações cheios – amamos esse país e não podemos perder. Esta é a hora de fazerem sua escolha.”

O diretor Peter Berg, no entanto, apoia abertamente a candidatura de Obama, rival de Romney nas eleições, e não gostou nenhum pouco de ter a série relacionada, ainda que indiretamente, ao candidato republicano. Romney e a esposa eram fãs do Friday Night Ligths, mas, para Berg, isso não é motivo para usarem uma das mais célebres frases da atração a seu favor. Em carta ao candidato, o diretor classificou a ação como plágio.

“Não fiquei feliz quando você plagiou essa expressão para ajudar sua campanha, usando-a nos cartazes eleitorais, na sua página no Facebook e em seus discursos. Suas filosofias políticas claramente não se adequam aos temas representados em nosso show. A única comparação relevante que eu vejo entre entre sua campanha e o Friday Night Lights é o personagem Buddy Garrity – que virou as costas para a indústria automobilística americana vendendo carros importados do Japão”, criticou duramente Berg.

Ao final da carta, publicada na íntegra pelo site The Hollywod Reporter e disponível aqui, Berg ainda agradeceu o fato do político e a mulher serem fãs de sua “estimada” atração, mas disse que não estava aliado à campanha do candidato e ainda pediu para que ele mudasse o slogan.

Assuntos como o aborto foram levados à série de TV, em que uma das personagem acabou retirando o próprio filho. Romney não apoia o aborto e é acusado pelos democratas de tentar “suavizar as opiniões radicais sobre o tema” para ganhar votos dos menos conservadores. Para Berg, isso faz com que a frase soe ainda mais falsa.

Vale lembrar que o escritor Buzz Bissinger, autor do livro que inspirou o FNL, é a favor da candidatura de Romney.

Nas últimas pesquisas para a corrida presidencial dos Estados Unidos, Romney apareceu na frente do candidato democrata Barack Obama nas intenções de voto.

Com informação do The Hollywood Reporter, Buzzfeed e The Post Game.

Séries citadas:

É jornalista formada pela Unesp e pós-graduanda em Gestão Cultural. No TeleSéries, escreve mensalmente a coluna Estilo. Aficionada pelas histórias de terror, sobrenaturais e de mistério, também não dispensa aquela comediazinha romântica... Pushing Daisies, Jeannie é um Gênio, A Feiticeira, Riget, Lost in Austen, Wonderfalls, Samantha Who?, Copper, Harper's Island e Hannibal estão entre suas séries preferidas de todos os tempos! :)

1 Comment

  1. Pingback: Atores divergem sobre existência de roteiro de filme baseado em ‘Friday Night Lights’

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Log In or Create an account