Log In

Especiais

[Dia das Crianças] 15 aberturas que ficaram para sempre em nossas lembranças

Pin it

O dia são delas, mas quem ganha presente somos nós, seriadores de plantão, que desde muito cedo têm uma relação de afeto com aquele tubinho mágico chamado televisão!

Neste 12 de outubro, o TeleSéries separou 15 aberturas que ficaram para sempre em nossas lembranças! Confiram! E tentem não se levar pela completa nostalgia.

A Feiticeira

Na década de 1960, o público foi encantado pela história de A Feiticeira (Bewitched) na ABC. A série mostrava o dia-a-dia de Samantha, uma dona de casa comum que tem poderes mágicos e que é casada com o mortal chamado James. Apesar de Samantha ter seus poderes, ela vive driblando sua natureza como bruxa. O resultado disso é uma sucessão de várias situações complicadas e surpreendentes que acabam sendo muito divertidas no cotidiano de ambos. Aqui no Brasil o seriado foi exibido por canais abertos, como a RedeTV, a Bandeirantes, Globo e Record.

 

Anos Incríveis

Anos Incríveis foi uma série americada criada por Carol Black e Neal Marlens que durou seis temporadas na ABC. A série apresentou questões sociais e eventos históricos do final dos anos 60 e início dos anos 70 pela visão do protagonista Kevin Arnold (Fred Savage). Além destes temas, a série também mostrou questões da adolescência de Kevin, bem como as situações diversas vividas ao lado de sua família. No Brasil, Anos Incríveis foi exibido pela primeira vez na TV Cultura em meados da década de 1990. Outros canais que também exibiram a série foram a TV Bandeirantes e o Multishow.

 

A Nossa Turma

O desenho, conhecido como Get Along Gang, mostrava as aventuras de uma turma de 12 personagens pré-adolescentes. Liderados pelo alce Montgomery, o desenho animado mostrava histórias que valorizavam o espírito de equipe e o companheirismo entre os amigos. O grupo era composto por Vilma, Zipper, Márcia, Bingo e Dotty. No Brasil, A Nossa Turma foi exibido pelo SBT, no programa Show Maravilha, entre 1987 e 1994.

 

Balão Mágico

O programa infantil foi apresentado pelos integrantes da Turma do Balão Mágico de 1983 a 1986 na Globo. A apresentação começou com Simony, Fofão (Orival Pessini) e Cascatinha (Castrinho). Logo depois eles foram acompanhados por Tob (Vimerson Cavanilhas), Mike (Michael Biggs), Jairzinho (Jair Rodrigues Melo de Oliveira), Luciana, Marcelinho (Marcelo Rocha), Marcinho (Márcio Nasser Medina) e Ricardinho. O programa teve grandes índices de audiência, mas em meados de 1986, ele foi substituído pelo Xou da Xuxa.

 

Castelo Rá-tim-bum

O programa infantil, que foi produzido e transmitido pela TV Cultura, estreou em 1991 e teve o último episódio em 1997. Castelo Rá-tim-bum mostrava a história de Nino (Cássio Scapin), um menino de 300 anos que vive com seu tio Victor (Sérgio Mamberti) – um feiticeiro e cientista – e com sua tia-avó Morgana (Rosi Campos) – uma feiticeira de 6 mil anos de idade. Ele foi um dos programas que marcou a infância daqueles que acompanhavam a programação da TV Cultura. Além da história principal, o programa também contava com personagens do folclore brasileiro, histórias diversas e muitos outros conteúdos de caráter educativo.

 

Cavalo de Fogo

O desenho animado, produzido por Hannah Barbera, foi originalmente desenvolvido para o canal CBS, de setembro a dezembro de 1986. Em Cavalo de Fogo, Sara é uma princesa que foi salva das garras de uma bruxa maligna, conhecida como Lady Diabolyn, por um cavalo especial. Depois de 13 anos, Sara percebe que o seu medalhão é especial: ele começa a brilhar e envia um aviso para o cavalo que a salvou. Então, o Cavalo de Fogo reaparece e revela a verdadeira identidade da menina. A série teve apenas 13 episódios, mas fez muito sucesso no Brasil quando exibida pelo SBT na década de 80.

 

Chiquititas

A telenovela foi criada por Cris Morena e exibida pela rede argentina Telefe1, em 1995. A partir daí ela se tornou um dos programas infantis favoritos no Brasil, na década de 90, e também em outros países. As chiquititas são meninas que vivem no orfanato Raio de Luz, um lugar que está de portas abertas para todos. O seu enrendo conta com várias histórias de meninas de personalidades diferentes, que acabam vivendo juntas e aprendendo valores sobre a vida e a amizade. O remake mais recente da novela estreou no dia 15 de Julho de 2013 no SBT.

 

Doug

Doug foi um desenho desenvolvido para o canal Nickelodeon por Jim Jinkins (Pinky Dinky Doo) e por Joe Aaron. A história é centrada na vida de um menino de 11 anos e no seu dia-a-dia. Além do protagonista, outros personagens muito divertidos marcaram a infância de seu público, como o Costelinha, Patti Maionese, o malvado Roger Klotz e o seu fiel amigo Skeeter. O desenho foi exibido no Brasil na TV Cultura, no SBT, na Band e no Disney Channel. Atualmente, Doug é exibido de segunda a sexta às 14h na TV Cultura.

 

Família Dinossauro

Família Dinossauro é uma série americana que, apesar de ser entendida como um programa infantil, também faz uma crítica bem humorada ao American Way of Life. A série trata das aventuras de uma família de dinossauros (a família Silva Sauro) que vive em uma sociedade dominada pelos grandes répteis – sendo que os seres humanos são animais selvagens. No Brasil, a série foi exibida pela Globo, SBT e Rede Bandeirantes.

 

O Fantástico Mundo de Bobby

O desenho cativou o público que assistia o Bom Dia & Cia (SBT) na década de 90 e início dos anos 2000. Com 80 episódios produzidos, O Fantástico Mundo de Bobby contava a história de um menino sonhador, que aproveitava sua infância de um jeito muito engraçado. Sendo questionado por seus irmãos mais velhos e por sua família, Bobby se aventurava por causa de uma imaginação fértil.

 

Punky, a Levada da Breca

Foi uma série filmada durante os anos de 1984 a 1988 que foram exibidos pela SBT e pela Bandeirantes. Com 88 episódios, o seriado contava a história de Penelope Punky Brewster (Soleil Moon Frye), uma garota que foi abandonada por seu pai aos dois anos e que, alguns anos depois, também foi deixada por sua mãe em um supermercado em Chicago. Sua única companhia, em meio a toda situação, foi seu cão Branson, com o qual ela dividia um apartamento vago em um prédio gerenciado por Arthur Bicudo (Henry Warnimont) – um senhor viúvo que acaba adotando a menina. Além da série, Punky também virou desenho.

 

Rá-Tim-Bum

Foi um programa infantil produzido e exibido pela TV Cultura de 1990 a 1992. Com um tema educativo, Rá-Tim-Bum contava com quadros diversos, como Senta que lá vem história, Professor Tibúrcio, Esfinge, A Família Teodoro, dentre outros. O programa, que teve direção geral de Fernando Meireles, também ganhou vários prêmios, como o Medalha de Ouro no Festival de Nova Iorque.

 

Sandy & Junior

O seriado, que foi protagonizado pelos irmãos Sandy e Junior Lima, foi produzido e exibido pela Globo. No programa, os irmãos viviam numa história que envolvia humor, romance e música no cotidiano dos adolescentes. Cada episódio era pontuado por musicais da dupla ou de outros artistas – encerrando com um clipe relacionado à história. O piloto foi ao ar como um especial de fim de ano, em 1998. Já em 1999 o seriado passou a ser exibido semanalmente. Atualmente a série é reprisada pelo Canal Viva.

 

TV Colosso

A TV Colosso substituiu o Xou da Xuxa e foi exibida de 1993 até 1997 na Globo. O programa infantil foi criado e dirigido por Luiz Ferré, Roberto Dornelles e Boninho. A TV Colosso é lembrada por muitos pelos bonecos caracterizados como cães que simulavam participar de várias partes de uma emissora de televisão. Além dos personagens memoráveis, a programação também contava com desenhos animados.

 

Séries citadas:

Os textos assinados pela Redaçao TeleSéries são textos de autoria coletiva ou notícias escritas por um redator anônimo, mas sempre revisadas com a máxima precisão jornalística.

4 Comments

  1. André

    castelo rá-tim-bum é o meu preferido disparado… Bobby também era bem bacana! =D

  2. samuel sales

    Q nostalgico, amava tudo isso ai. voltei uns 15 anos assistindo os videos.

  3. Bruna

    Voltei à minha infância com esse post! Vi todos esses desenhos/séries, com exceção de “A Feiticeira”, Anos Incríveis e Balão Mágico.

  4. Pingback: ‘Castelo Rá-Tim-Bum’ será homenageada na cidade de São Paulo em 2014

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Log In or Create an account