Log In

Gastronomia

Dez centavos, House e o porco moo shu com panquecas extras

Pin it

Wilson:
“Ficamos fora dois minutos!”

House:
“O que tem aí, querida? Vamos lá, cuspa fora. Rachel, quantas moedas você engoliu?”

Rachel:

House:
“Ela abriu uma sacola de comida chinesa para comer o dinheiro. Que idiota.”

Wilson:
Você pediu o porco moo shu e a galinha com laranja, certo?

House:
Como faço sempre.”

[Corta]

House:
Limpou lá dentro?”

Wilson:
Sim, está limpo. Certo. Com os impostos, o troco deveria ser de 68 centavos. Tem só 58 centavos lá. Falta uma moeda.”

House:
Ele pode ter errado o troco. O ímã de geladeira não pegou nada.”

O episódio Unplanned Parenthood de House [temporada 7, episódio 5] deve ser o pior pesadelo de mães e pais, porque não apenas o caso principal envolve um bebê recém-nascido como ainda coloca a filha de Cuddy numa situação doméstica até comum, mas não menos preocupante: criança que engole objetos.

Depois dessa aposto que até o House perdeu a fome mas, em todo caso, vamos à receita! Certifique-se de guardar botões, moedas, clipes, etc., fora do alcance dos miúdos e os miúdos longe do fogão e das facas e mãos à obra!

O porco moo shu [ou moo shi] é um prato tradicional do norte da China e foi levado para os restaurantes dos EUA na segunda metade dos anos 1960.

 

A receita – Porco Moo Shu
Serve 8 porções

Ingredientes
Marinada:
2 colheres [sopa] de shoyu
2 colheres [sopa] de saquê
1 colher [chá] de óleo de gergelim
2 colheres [chá] de amido de milho
700 g de lombo de porco sem osso cortado em tiras de 2,5 por 0,5 cm [mais ou menos, né, não precisa medir com a régua]

Fase 2:
2 ovos grandes levemente batidos
10 cogumelos shiitake secos
1/2 xícara [chá] de cebolinha verde fatiada
3 colheres [sopa] de alho picado
2 colheres [sopa] de gengibre fresco picado
1/4 xícara [chá] de cogumelos secos orelha de pau
3 xícaras [chá] de talos de repolho fatiados bem fininho
4 xícaras [chá] de folhas de repolho fatiadas bem fininho
2 colheres [sopa] de saquê

Caldo:
3 colheres [sopa] de shoyu
1/2 colher[chá] de amido de milho
1/2 colher [chá] de açúcar
1/4 colher [chá] de pimenta do reino moída
1 colher [sopa] de óleo vegetal
2 colheres [sopa] de saquê

Acompanhamento:
1/2 xícara [chá] de molho Hoisin
1 colheres [sopa] de shoyu
16 panquecas mandarin

Modo de fazer
Coloque os quatro primeiros ingredientes da marinada num saco plástico tipo zip-loc ou outro que possa ser bem fechado, misture bem e adicione o lombo. Feche o saco plástico e deixe marinando na geladeira durante uma hora, virando de vez em quando. Tire o lombo e escorra a marinada.

Em uma tigela coloque os cogumelos secos e água fervente. Cubra e deixe hidratando por 20 minutos. Escorra, retire e descarte os cabos dos cogumelos e fatie o “chapéu” do shiitake bem fininho. Misture com as cebolas, o alho e o gengibre e reserve.

Aqueça 1 1/2 colher [sopa] de óleo numa panela wok ou tacho no fogo médio. Adicione o lombo e frite por 3 minutos, mexendo sempre. Retire o lombo numa tigela e reserve. Coloque mais 1 1/2 colher [sopa] de óleo na panela, aqueça e frite os ovos por 30 segundos, sempre mexendo. Adicione a mistura de cogumelo e vegetais, frite por mais um minuto e meio, sem parar de mexer.

Adicione os talos de repolho, 30 segundos misturando bem. Adicione os cogumelos orelha, folhas de repolho, 2 colheres [sopa] de saquê e frite por um minuto, misturando sempre. Agora junte o lombo e o resto da lista de ingredientes que sobrou [menos os do acompanhamento] e continue a misturar sem parar, até que o caldo engrosse. Desligue o fogo e passe tudo para uma tigela.

A essa hora você já gastou um bocado de calorias, mexendo sem parar. Calma que estamos quase chegando lá.

Misture o molho Hoisin com uma colher [sopa] de shoyu e passe essa mistura no lado não-cozido de cada panqueca. Coloque meia xícara de porco moo shu em cada panqueca e enrole.

Notas pessoais: esta receita é um pouco trabalhosa, mas é fácil de fazer e é uma refeição completa. Você pode substituir o porco por frango, peixe ou tofu [claro que daí passa a se chamar frango moo shu, peixe moo shu etc.]. O cogumelo desidratado orelha de pau é encontrado em lojas de produtos japoneses com o nome kikurage. O molho Hoisin encontra-se em lojas de produtos asiáticos, é espesso, picante e levemente adocicado. Se não encontrar use o Tonkatsu, que tem até de fabricação nacional. Pode substituir a panqueca por arroz.

Wilson:
“Você trouxe comida?! Isso é um procedimento médico, não um jantar!”

House:
“Estou ciente de que é um procedimento delicado, e também estou ciente de que minhas mãos estão tremendo porque estou com o açúcar baixo já que não comi o dia todo. Então, mesmo parecendo insensível, esse moo shu salvador de vidas… Onde estão minhas panquecas extras? Droga, esqueceram minhas panquecas extras do meu porco moo shu. Sempre vem errado quando a garota nova de mecha azul no cabelo me atende.”

[Som de grilos.]

House:
“Ela estava lá quando você buscou a comida?”

Wilson:
“Você pediu panquecas extras? Quanto elas custam?”

House:
“Cinquenta e cinco centavos. E pedi duas.”

Wilson:
“Isso significa que o total da última conta foi…”

House e Wilson:
“Dezoito dólares e quarenta e dois centavos.”

House:
“Rachel não poderia ter engolido a moeda de dez centavos [“dime”, em inglês] porque não havia mais nenhuma.”

Wilson:
“É… Então o que vimos no ultrassom…”

House:
“Obviamente só uma bolsa de ar, como eu disse desde o começo. Mas você imaginou o pior, como todo pai irracional e preocupado. Você seria uma péssima mamãe.”

 

 

A receita – Panquecas mandarim

Ingredientes
2 xícaras [chá] de farinha de trigo [coloque na xícara às colheradas, sem prensar, e passe as costas de uma faca pela borda para retirar o excesso e nivelar]
1 xícara [chá] de água fervente
1 1/2 colher [sopa] de óleo de gergelim

Modo de fazer
Misture a água e a farinha numa tigela até formar uma massa. Polvilhe um pouco de farinha numa superfície lisa e sove ali a massa até que fique macia e elástica [cerca de três minutos]. Role a massa em forma de rolo com cerca de 3,5 a 4 cm de diâmetro e corte em 16 porções iguais.

Dica: ao meio [2], ao meio [4], ao meio [8] e ao meio [16].

Com a ajuda de um pau de macarrão ou similar, estique cada porção em discos de 15 cm de diâmetro. Unte cada disco com o óleo de gergelim e una os discos em pilhas de dois em dois, passando o rolo em cima para mantê-los unidos.

Aqueça uma frigideira larga em fogo médio com meia colher [chá] de óleo de gergelim e frite as panquecas duplas, um minuto de cada lado. Espere esfriar e separe-as.

O programa Epicurious mostra isso em vídeo, dá pra ter uma ideia melhor do procedimento. Perceba que a chef usou molho de ostra no caldo; eu imagino que o molho de ostra possa substituir o Hoisin também, que é mais difícil de encontrar por aqui.

Parte um: http://www.youtube.com/watch?v=Ge03lCabmZM
Parte dois: http://www.youtube.com/watch?v=sL-fWa8QbSI

Notas pesoais: esta já exige um pouco mais de experiência na cozinha, mas a prática leva à perfeição, pequeno gafanhoto.

O episódio
Com participação especial de Jennifer Grey [Dirty Dancing, Curtindo A Vida Adoidado e Friends] no papel de mãe da bebê paciente da semana e de Keiko Agena [Gilmore Girls] como a pediatra/candidata à vaga da Thirteen, a trama se dispersou entre vários temas.

Teve o problema da moeda da Rachel e o dilema duplo de House: contar o que aconteceu à namorada e evitar seu envolvimento emocional com a filha dela.

Teve o jogo de poder entre a equipe na seleção de um novo membro feminino.

Teve o delicado relacionamento mãe/filha da paciente.

Teve a dinâmica pessoal House/Cuddy, House/Willson, House/cada um os subordinados.

E teve 43 minutos pra resolver tudo isso.

Wilson:
“Me dê uns bolinhos.”

Séries citadas:

10 Comments

  1. Anônimo

    tava assistindo aos primeiros episódios da temporada atual [que não chegam a ser espetaculares] e deu pra perceber que a passada tava poluída demais: excesso de personagens, de subtramas, de plots… vam’ver se continua enxuta ou se voltarão a encher os ep de elementos dispensáveis.

  2. Anônimo

    brigada, flávia!

    olhe, pra ser honesta eu mal me lembro dos episódios das 6a e da 7a temporadas… :oD

  3. Bianca Mafra

    ah, paulo, gostei muito da masters. e esse foi um dos melhores episodios da temporada, vendo o house tentando se importar foi muito engraçado

  4. Pingback: Domingueiras « Pensamentos de Uma Batata Transgênica

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Log In or Create an account