Log In

Reviews

Dexter – What’s Eating Dexter Morgan e Scar Tissue

Pin it
Série: Dexter
Episódios: What’s Eating Dexter Morgan e Scar Tissue
Número dos Episódios: 8x03 e 8x04
Exibição nos EUA: 14/07 e 21/07/2013
93.25
4.6
4

Não sei como arrumar mais fôlego para esta temporada.

Essa ideia de fazer com que todos os episódios sejam super tensos e com ótimos ganchos para a próxima semana esáa indo muito bem! Podemos perceber como o pessoal da série se esforçou para terminar a última temporada em grande estilo.

São tantas coisas pra comentar que certamente acabarei esquecendo alguma coisa. Primeiramente vou comentar sobre Debra e sua reviravolta nesses dois últimos episódios. A trama não iria se sustentar por muito tempo com ela toda deprê, enchendo a cara e simplesmente ignorando o irmão todo santo episódio. Mas o que eu não esperava é que ela fosse pra delegacia confessar tudo! O diálogo dela com Quinn foi ótimo, com todas aquelas frases com dupla interpretação (para nós, parecia que ela estava confessando um crime, para o Quinn parecia apenas culpa por não ter conseguido salvar a vida de Laguerta). Fiquei realmente com pena dela naquela situação. Deb bêbada, culpada, depressiva e sem saber o que deveria fazer. Jennifer Carpenter atuou muito bem, conseguimos sentir toda a tensão do momento.

Simplesmente não consigo ter uma opinião formada sobre Vogel. Ás vezes penso que ela vai ajudar Dexter e Deb, depois penso que seria muito ingênuo esperar esse tipo de coisa, daí penso que ela está por trás de tudo manipulando Dexter e eliminando todos a sua volta. Acho que a Vogel foi de grande ajuda pra Deb sair daquela situação deplorável, pela primeira vez ela encarou os problemas dela com Dexter, relembrou dos laços com Harry e tomou uma atitude sozinha.  Harry sempre foi o paizão ídolo de Deb e ela conseguiu perceber o quanto são parecidos no modo de encarar as coisas.

Acho que Vogel não tinha a intenção de fazer com que Deb percebesse que a única saída é o suicídio, igual ao pai. Muito menos se matar e levar o irmão junto! Mas Vogel fez Deb perceber que ama Dexter acima de tudo (mas digo isso como um amor fraternal, não levo a sério essa história de Dex e Deb como um casal). A cena de Dexter saindo da delegacia e indo ao encontro da irmã foi realmente muito bonita, a fotografia, a trilha sonora… tudo impecável! Por um momento até eu pensei que tudo ia ficar bem. Daí lembrei que estava assistindo Dexter e nada fica bem por muito tempo!

Não me surpreendi com essa história da Vogel escrevendo sobre Dexter. Na verdade, acho que ela deve estar planejando um livro todo só com ele já que Dexter é a “obra mais perfeita” dela. Queria que os próximos episódios abordassem mais quais são esses métodos “pouco convencionais” que ela usava com os pacientes. Com tantas coisas acontecendo, não consigo achar tanta graça nesses ex-pacientes dela. Tudo bem, é interessante ver como outros psicopatas estão vivendo suas vidas e tudo mais, mas os problemas dos Morgan são muito maiores que isso.

Outro ponto que achei estranho foi o fato de “ressuscitarem” o Quinn. O pobre policial que estava como apêndice durante todas essas temporadas depois que levou um pé na bunda de Debra, agora ganhou mais destaque e importância. Ele alterna entre “par perfeito da Jamie” e “ex que se importa” com a Debra. Já estava me acostumando com ele e Jamie, com o Batista aceitando o cara e querendo ajudar na promoção pra sargento, não faz sentido querer que ele volte a ser parzinho da Deb.

E por falar em casais, o que é aquela vizinha do Dexter? Ele já tem muitos problemas pra administrar, será que ele ainda arruma tempo pra dar uns pega na moça do One Tree Hill? (Não, não conseguirei chama-la de Cassie). Como tenho esperanças de que Hanna volte, essa história de pegar a vizinha só vai complicar ainda mais o coitado! Dexter, pare de esbanjar sedução na vizinhança, ok?

Observações finais:

– Harrison falou novamente! Não estou acostumada com esse menino abrindo a boca, ainda mais por dois episódios consecutivos! Adorei a cena do terceiro episódio com ele comendo picolés escondido <3

– Masuka tem uma filha! Para tudo! Onde arrumaram aquela atriz? Ela se parece muito com o Masuka. A Dora Madison Burge já fez algumas aparições em The Lying Game e Fiday Night Ligths, mas como não via nenhuma dessas séries, foi uma surpresa pra mim! Adorei os dois rindo com aquela risada estranha.

Se eu não tiver nenhum ataque cardíaco no próximo episódio, semana que vem comento sobre o This Little Piggy!

Séries citadas:

3 Comments

  1. Patricia Emy

    Certamente há algo de podre por trás dessa Dra. Vogel… cheia de segundas e terceiras intenções. Ela tem toda a pinta de ser a verdadeira vilã da temporada e não o tal serial killer “racha cocos”. Medo do estrago que essa mulher pode causar, ainda que Dexter já tenha sacado que ela é “fria”.

  2. Pingback: Destaques na TV – domingo, 3/11

  3. Pingback: Destaques na TV – domingo, 10/11

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Log In or Create an account