Log In

Reviews Spoilers

Dexter – Everything Is Illumenated

Pin it

Dexter -  Everything Is Illumenated
Série: Dexter
Episódios: Everything Is Illumenated
Temporada:
Número do Episódio: 5×06
Data de Exibição nos EUA: 31/10/2010

Escrevi isso na minha postagem anterior e fico feliz em repetir: foi o melhor episódio da temporada! O que significa que agora que a série chegou em sua metade, atravessando uma fase ascendente incrível.

Antes de mais nada gostaria de citar as narrações do protagonista, que foram ótimas. Mais uma vez fui remetido a primeira temporada, ainda mais após ouvir a tradicional “tonight is the night”, que ainda não havia sido mencionada na quinta temporada. Excelente!

Peter Weller voltou a aparecer e descobrimos que ele já iniciou as investigações sobre Dexter. Ao analisar seu background, citou seu passado perfeito – e estranho de tão correto – e ainda falou a sobre a única vez que o investigado deixou o país, como vimos na segunda temporada, quando ele foi à Paris para dar cabo a Lila. Boa lembrança!

Gostei também do retorno do Capitão Matthews, ainda que sua aparição tenha sido rápida. Já começava a sentir falta do personagem, já que o departamento de polícia está passando por um período conturbado em decorrência dos assuntos internos que Batista promoveu ao agredir um companheiro da polícia. Ainda sobre isso, finalmente desviaram um pouco o enfoque no relacionamento do cubano com LaGuerta e focaram na investigação de Santa Muerte, que continua sendo comandada por Debra e Manzon. Para encerrar o comentário ‘relacionamentos’, alguém aí vê química entre Quinn e Morgan?

Dexter -  Everything Is Illumenated
Mas o ápice do episódio, foi sem dúvida alguma, durante os minutos que acompanhamos Dexter e Lumen no armazém abandonado. Realmente a tensão promovida pela produção da série com certeza vai ser lembrada como um dos grandes momentos de todo o seriado (sim, me refiro de toda a série e não apenas da quinta temporada!). Pode parecer exagero, mas realmente adorei o clima criado, com Dexter investigando a possível rota de fuga da vítima de Lumen – com direito a luminol, técnicas de investigação forense e piadinhos do tipo “você atira muito mal” e “eu sei para que serve um disfarce” -, a incerteza sobre a autoria dos estupros, a iminência de Debra chegar ao local do crime e pegar os dois em flagrante e por fim a preocupação com uma certa pessoa que foi deixada no porta-malas do carro de Dexter sob efeitos de sedativos. E após tudo isso, nada melhor do que uma cena do impagável Masuka tentando explicar o que aconteceu na cena do crime! É isso que chamo de alívio cômico com estilo.

Por fim fiquei muito contente com o resultado final de Everything Is Illumenated. A interação de Michael C. Hall com Julia Stiles está cada vez mais intensa. Um relacionamento conturbado está por vir? Excelente a cena em que Dexter chega em casa e a encontra na banheira. O roupão usado logo após? Sem comentários! Espero que a qualidade seja mantida até o final… E que venha a sexta temporada!

Séries citadas:

Estudante e aspirante a crítico nas horas vagas. Começou assistir seriados enquanto zapeava os canais e deparou-se com Arquivo X. Tem preferência por séries de sci fi, mas tem começado a cultuar uma paixão por dramas. Atualmente sua série favorita é Dexter. Fala sobre cinema em seu blog Destino Poltrona.

Website: http://www.destinopoltrona.com.br/

6 Comments

  1. Escudeiro

    A série esta num ritmo bom, diria até OTIMO, e faço as palavras do Rafael.. pra mim o melhor epsodio… mas o impagavel , alem da cena do armazem e a finalização, foi as palavras “die die” e a cara do Dexter.. pra mim resume e muito o que foi esse excelente epsodio, que venha a sexta temporada 2 rsrs

  2. Pingback: Tweets that mention Dexter – Everything Is Illumenated -- Topsy.com

  3. Juliana

    Com certeza um dos melhores momentos de toda a série, a forma como construíram todo um suspense frente a uma possível descoberta da identidade do Dexter, foi INCRÍVEL!! Naquele momento onde ele corre atrás do homem envolto em plástico e ao mesmo tempo temos a visão da equipe de investigação junto de Debra e Massuka a poucos metros de distância é apavorante. Tive que dar um pause no vídeo, tamanha a minha angústia hehe. Ponto p/ a série!

    Tbm acho nada a ver o casal Deb&Quinn…ela tinha mais química com o Lundy do q com o Quinn, coitado hehe!

    A volta de alguns aspectos do “velho” Dex é um dos grandes destaques dessa temporada, como se fosse uma volta as origens, está superando minhas expectativas.

    Nada me tira da cabeça que aquela policial que está ajudando a Deb na investigação dos assassinatos da “santa muerte” é das responsáveis, ou a principal suspeita.

  4. Rafael Pires

    Cena memóravel mesmo! Sem contar a narração do Dex quando ele começa correr atrás do indivíduo… excelente!

    Sabe que ainda nao tinha, sequer, considerado que a Manzon pode estar por trás dos crimes? É uma boa opinião, pegaria muita gente de surpresa.

    Vamos aguardar o desenrolar da trama, que por sinal, tbm esta interessante. Vamos ver como a mulher que o Batista achou no bar vai participar disto.

  5. Rafael Pires

    Esqueci de falar do ‘die die’ muito bom! e tambem do funk brasileiro tocando na festa. é cada uma ¬¬ hehe. vlw pelo comentário! abraço!

  6. Gregory H.

    “Dye dye” é o Dexter pirando hehe
    Só eu que acho a babá irlandesa uma criminosa em potencial?
    “É som de preto…”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Log In or Create an account