Log In

Reviews

Dexter – A Beautiful Day

Pin it
Série: Dexter
Episódio: A Beautiful Day
Número do episódio: 8x01
Exibição nos EUA: 30/06/2013

Parecia que nunca iria chegar, mas finalmente a oitava temporada começou! Esperar todo esse tempo para saber como estavam Dexter, Deb, Harrison e departamento de polícia, foi angustiante, mas valeu a pena.

A Beautiful Day foi um episódio ótimo: começando com a tranquilidade e estabilidade da vida de Dexter pós-morte da Laguerta e acabou com aquele banho de água fria nos lembrando da realidade.

Laguerta está morta, Dexter finalmente tem um pouco de sossego, pode dedicar mais tempo a Harrison, voltar à ativa, jogar boliche e até se divertir com algumas mulheres enquanto esquece Hanna. Já Deb está completamente destruída, depressiva, se acabando em remédios e drogas para fugir do que realmente aconteceu.

É difícil pensar no Miami Metro sem a Debra envolvida nos casos. Batista é um cara competente, mas não tem aquela personalidade forte que o Matthews, a Laguerta ou a Debra tinham no comando da situação.

Jennifer Carpenter conseguiu me surpreender novamente com uma atuação impecável. A personagem já tinha se destacado umas duas temporadas pra cá, e a performance dela neste primeiro episódio foi impossível de encontrar qualquer defeito. Ela conseguiu mostrar o quanto Deb está destruída com a situação, que diferentemente de Dexter, ela tem sentimentos e não consegue lidar com as escolhas frias que ela teve que tomar na temporada passada.

Fiquei angustiada com Dexter tentando encontrar a irmã o episódio todo e aquele telefone só caindo na caixa postal lotada. Ele não tem culpa, pra ele está tudo certo agora, ele está tentando remediar a situação, mas os dois  irmãos possuem formas muito diferentes de encarar a situação e Debra não está afim de discutir nada por enquanto.

E para piorar a situação, Dexter tem essa Dra. Vogel no seu pé nesta última temporada. No começo ela me pareceu meio Lundy, mas logo mudei de ideia. Ela parece ser mais calculista, mas ao mesmo tempo tem um interesse muito grande em Dexter. Acho complicado taxarem a mulher de “vilã” da temporada, porque ela não é uma criminosa nem nada, ela mesma sabe que não se encaixa no código de Harry. O único problema é que ela sabe do segredo do Dexter e deu um jeito de se infiltrar no departamento para poder ficar mais próxima dele. Mas pensando bem, acho que Deb é “mais perigosa” do que a Vogel. Quem está prestes a explodir e jogar toda a verdade para o mundo é a Deb, não a doutora.

Acho interessante que não tenham colocado um novo Trinity ou um Travis Marshall nesta última temporada, assim podemos focar mais nos problemas do Dexter e como ele vai conseguir lidar com tudo isso e ainda nos proporcionar um final impressionante.

Sim, estou otimista com a oitava temporada e só de ver a promo do segundo episódio fiquei mais empolgada ainda!

Ps1: Deram fermento pro Harrison? Em seis meses o menino espichou do nada! Queria saber onde é essa fábrica de Harrisons que a Showtime acha essa penca de crianças parecidas.

Ps2: Fuckingpassword foi muito bom! Nada mais Debra do que isso.

Ps3: Jamie e Quinn parecendo coelhos o episódio todo, qual a necessidade disso, produção?

Séries citadas:

5 Comments

  1. MicaRM

    O Quinn já está sem função há muito tempo e Jamie…ela é a babá! Não precisa de mais função além disso :/

    Esse é o segundo Harrison, não? Até agora usaram sempre o mesmo guri, e então mudaram nesta temporada. Ou estou enganada?

  2. Juliana Baptista

    Mudaram o menino sim, mas achei eles bem parecidinhos! Mas antes o garoto era muito pequeno, nem falava nem nada, agora esse já tem 4 anos “do nada” hahaha

  3. MicaRM

    Eu tenho a sensação de que o outro é que estava muito pequeno para o papel, ainda mais com os saltos de tempo que houveram entre as temporadas desde o nascimento dele.

  4. Ana Paula

    Juliana, concordo com quase tudo que você escreveu. A minha impressão nos primeiros 15 minutos da série foi, ele voltou (ufa), o Dex que conheci e me apaixonei da 1ª a 6ª temporada estava de volta, tão psicopata e complexo quanto antes, seguro de si e certo do que queria. Confesso que me choquei com a Deb, aquela tenente firme, como vc mesma falou, passa a dormir com bandidos para prendê-los (oi?) E o Harry mandando o Dex deixar a Deb em paz, visto que eu acho que somente ele poderá tirar ela do fundo do poço, pq uma coisa é fato, não há ninguém que ela ame mais do que ele. Quanto ao Quinn e a Jamie, eu adorei, os dois estavam sem grandes participações na série e deram um pouco de humor para o episódio. Quanto a Dra. Vogel, me pareceu mais que ela é uma aliada do que uma inimiga, mas como nada vem fácil para o Dex, pode ser que ela venha a atrapalhar.

    Enfim, sinto que voltarei a ficar sem dormir e ansiosa com os próximos capítulos que nem eu ficava nas primeiras temporadas, voltarei a ter vontade de gritar, torcer, quebrar tudo, chorar, rir, enfim, todas as reações possíveis de um ser humano (rs rs rs).

    Beijos.

  5. Pingback: Destaques na TV – domingo, 20/10

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Log In or Create an account