Log In

TV Brasil

Destaques do dia: Terça-feira, 22/5/2007

Pin it

Biografia de Michael J. Fox no E!: O ator Michael J. Fox é o tema da edição desta terça-feira do programa E! True Hollywood Story. O documentário conta a biografia do ator, multipremiado na televisão pelas séries Caras e Caretas e Spin City e sucesso também no cinema em filmes como a trilogia De Volta Para o Futuro. O programa mostra ainda a luta do ator contra o Mal de Parkinson. No E!, às 21h.

Cena do Late Show with David Letterman

Hiro no Letterman: O sucesso da série Heroes é tão grande que virou motivo de brincadeira do programa Late Show with David Letterman (que, vale lembrar, é exibido nos EUA pela emissora concorrente). Na edição desta noite do programa, o ator Masi Oka apresentará o quadro “Top Ten”, revelando 10 cômicas surpresas que poderiam ir ao ar no season finale do seriado. O programa traz ainda uma entrevista com o ator Michael Imperioli (Família Soprano) e tem as presenças do comediante Don Rickles e da banda Wilco. No GNT, às 21h.

Outros destaques:
The Office: Back from Vacation. FX, 23h30
My Name is Earl: episódio Born a Gamblin Man, com participação de Marlee Matlin (The West Wing). FX, 23h
City Hunters: episódio Sextopia Fox, 23h
Supernatural: episódio What Is and What Should Never Be. Warner, 22h
24 Horas: episódio Day 6: 12:00 PM – 1:00 PM. O episódio introduz na série o ator Powers Boothe (Deadwood). Fox, 22h
Totally Frank: episódio The Wedding. Fox Life, 21h30
Smallville: episódio Noir. Warner, 21h
Criminal Minds: episódio Fear and Loathing. AXN, 21h
According to Jim: episódio Good Grief. Sony, 21h
Two and a Half Men: episódio Mr. McGlue’s Feedbag. Warner, 20h30
The New Adventures of Old Christine: episódio My Big Fat Sober Wedding, com participação de Rachael Harris (Fat Actress). Warner, 20h
Kidnapped: episódio Acknowledgement. Inédito na televisão americana. AXN, 20h
The War at Home: episódio Be Careful What You Ask For, com participação de Ethan Phillips (Jornada nas Estrelas: Voyager). Fox Life, 14h e 19h

Reprise:
Law & Order: Special Victims Unit: Tio (Uncle). Universal, 23h

É jornalista, pós-graduado em Jornalismo Digital pela Pucrs e trabalha com produção de conteúdo para Internet desde 1995. É editor de internet do Jornal do Comércio, de Porto Alegre. Fundou o TeleSéries em agosto de 2002. Na época, era fã de The West Wing, The Shield, Família Soprano e Ed. Atualmente é viciado em The Good Wife, NCIS, Game of Thrones e Parks and Recreation.

45 Comments

  1. Bernardo

    Lá vem o eps bomba da temporada de Smallville.
    E nada de reviews de Progeny e Nemesis :( . Sendo assim, antes ñ fazer nem da season finale.

  2. Kravis

    Eu pensei que o episódio bomba da temporada de Smallview tivesse sido “Static”! Digo… “Subterranean”! Ops, quer dizer… “Labyrinth”! Ou era “Trespass”? Ah, não, foi “Combat”!
    Foi mal, é que tava difícil lembrar!

  3. Rubens

    E a final de Heroes, heim? MUITO BOM! (para quem curte quadrinhos sem compromisso e só pra diversao, claro…).

  4. Bernardo

    Vejamos … “Static” ao menos – ao menos! – teve o Martian Manhunter e o 33.1 voltando ao plot principal. “Subterranean” eu mal considero eps de Smallville que, apesar de embalar o plot do 33.1, francamente é muito tosco (empata fácil c/ o “Thirsty”, que é o eps-símbolo de tosquice da série). “Labirynth”, pelo contrário, é muito bom. “Trespass” é filler assumido, assim como “Combat” (e esse último teve a melhor luta da série até o momento, bem melhor do que a luta c/ Zod e a rocha de isopor).

    Meu maior descontentamento c/ o “Noir” do que c/ os outros eps é pq ele me provocou riso como nunca um eps de Smallville tinha feito antes, sem contar que é um eps todo baseado na perspectiva do Jimmy, que ñ tem peso algum na série – eps insosso baseado num personagem mais ainda (na série, favor ñ partirem p/ outras fontes). Nas partes p&b uma Lana claramente desconfortável e exagerada (p/ ñ dizer patética – e olha que eu costumo simpatizar c/ a atuação da Kristin); uma imitação barata de “Cidadão Kane” numa certa cena que ñ apenas me provocou riso – me provocou gargalhada (o que ñ é nada louvável numa cena séria); Lois ruim … . Só o Clark se salvou. Mas é aquele tipo de coisa que todo fã de Smallville sabe: tem coisas que os (benditos/malditos) produtores de Smallville sempre fazem por vc – e pensar que ELES admitem que o “Thirsty” da temporada passada foi tosco e ainda fazem um eps temático medonho desses.
    Ao menos teve um lucro pro Michael Rosenbaum, ele adicionou além à lista de beijos dele na série.

  5. Bernardo

    Corrigindo:

    “… ele adicionou alguém à lista de beijos …”.

  6. Kravis

    Que isso, Labirynth é chato bagarai! Oh episódiozinho lento e parado, viu! Ainda pior por vir logo depois de Justice, “melhor” episódio da temporada, quiça de Smallview.

    Mas, putz, se Noir provocou risos como nunca antes um episódio de Smallview tinha feito, em uma pessoa que de fato GOSTA de Smallview (absolutamente nada contra, que fique claro), é melhor eu nem beber Pepsi Twist pra esse episódio, porque senão, eu vou ter uma crise de risos tão grande que vai ter refrigerante voando pra todo lado pelo meu nariz!

    E o careca pega alguém? Campião!

  7. Kravis

    Bytheawy, in a completely unrelated business, como é bom um episódio de Grey’s Monotomy em que a Meredith não tem falas…

  8. Deivison

    Eu comecei a assistir Surface (na Record), e…

    What the hell is that?!

    Putz, muito legal… Mas já soube que cancelaram a série. (Argh!!!)

  9. Deivison

    Ah, esqueci de perguntar…

    Ao pessoal do TeleSéries: Por onde andam as “Spoilers Zones”?

  10. Thiago

    Já que Smallville de hoje é uma bomba, tentem assistir o E! True Hollywood Story do Michael J. Fox.

    Não é inédito, mas mesmo assim, muito bom. Eu fiquei com um nó na garganta, quando no final, mostra uma cena dele discursando no congresso, sem uso de medicamentos, pedindo a liberação do uso das célular tronco.

    Fiquei muito, muito mal por ele =/

  11. Cristiano (Highlander_Master)

    É reta final de temporada de Smallville, se eu aguentei até agora, agora é que eu não vou largar… Mas na próxima temporada, sei não…

    Também achei Lost bom ontem. São duas séries numa só, dentro da ilha continua forte e interessantissimo, fora da ilha nos flashbacks, cada vez mas chato…

    Mas o que bombou ontem foi Medium, espetacular!!

  12. Sérgio

    Off-topic:
    Se alguém que já tenha a fox life há mais tempo puder me responder:
    Passei a ter fox life há pouco, e vi que estavam passando a 4a. temp. de Ally McBeal, com Robert Downey Jr. Como estava com muita vontade de ver a série depois de tanto tempo, resolvi esperar pela 1a. temp., que pela lógica só começaria em junho, pois ainda faltava a 5a. temp. (a da filha, que hoje é a cheerleader de heroes).
    Qual não foi minha surpresa ao ver que ontem eles estavam passando o piloto! E não tem mais reprise (droga!).
    Pergunto: Eles não passam todas as temporadas? Passam os eps. fora de ordem? Se alguem puder me responder, obrigado.

  13. Cristiano Vieira

    OFF TOPIC: BATTLESTAR GALACTICA

    Terminei de ver a primeira temporada!
    ELES SÓ PODEM ESTAR F%$#@DAMENTE MALUCOS de terminar a temporada naquilo!!!!!

    Que série ducacete!!!

    Já vou me empenhar pra conseguir a segunda temporada urgente!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

  14. Rô Floripa

    O comentário saiu duplo, mas é que BSG é demais mesmo.
    Se ele vai se empenhar para comprar a 2ª, se prepare para se empenhar mais ainda, pq depois de assistir a 2ª vc não vai conseguir se segurar e não comprar a 3ª. Já começa a penhorar o relógio, fazer rifa dos tênis, vender a geladeira, etc …

  15. Cristiano (Highlander_Master)

    Eu também ainda to pra ver a primeira temporada de Battlestar gallatica… Mas vou assistir. O que matou pra mim, é que os horários da tnt nunca são bons pra mim, só agora que sabados a tarde eu to livre, mas pegar do meião assim não rola, vou ver com calma as outras temporadas primeiro.

  16. Maurício

    Sergio

    Infelizmente não dá para confiar nesses canais de TV e nas séries reprisadas.

    É incrível como os canais sacaneiam o público fã de séries já encerradas. Eu acho o seguinte, nenhum canal é obrigado a reprisar seriados, mas se o fizer respeite o telespectador. Reprise a série do primeiro ao último episódio.

    A Sony, por exemplo, reprisava Caras e Caretas (Family Ties) que éra uma série que fez parte da minha infância e me traz ótimas lembranças. Decidi revêr, do primeiro ao último pois acho que a Globo nos anos 80 não a passou por inteiro. A Sony passou só as três primeiras temporadas (foram oito no total) e ficou reprisando até parar de exibir. É sacanagem ou não é???

    Então esse exemplo que lhe dei demonstra que o que aconteceu na série da Ally MacBeal na FoxLife não é fato isolado. Dificilmente você terá o privilégio de rever ou ver uma série antiga ser reprisada da maneira correta, como acontece nos EUA.

    Esse Smalville de hoje….ai,ai. Pelo que li vai ser um episódio patético. Sem utilidade nenhuma na trama. Acho que nem vou ver.

    Puxa!!!! O penultimo episódio da trama podia ser um episódio bom, relacionado ao arco da temporada e que abrisse espaço para o último episódio. E além disso é ruim. Não gosto desses episódios que saem do lugar comum da série. Que se baseiam em imaginação de personagens. Ainda mais do Jimmy que, REALMENTE, não tem importância nenhuma nesse contexto de Smallville. Nem deveria ter entrado na série.

  17. Darth Cesar

    Cristiano, revi em dvd a 1 temp. de BSG essa semana, não tem um episodio ruim, é perfeita! sem exageros mas, estamos vendo uma serie classssica e revolucionaria, Arquivo X finalmente ganhou um rival no meu coração.

  18. Edu

    Galera,

    Nunca vi o BSG. Na verdade, tenho preconceito desse tipo de série, pq não curto Jornada nas Estrelas.
    Mas vcs foram tão enfáticos com o BSG qe fiquei curioso. Quais os motivos que fazem valer a pena ver essa série?

  19. Kravis

    É que BSG is fracking awesome.
    Mas se você quer uma razão mais embasada, digamos apenas… “Good Character Development“.

  20. Bernardo

    Já que tem algumas pessoas trocando o horário das 21h de Smallville p/ assistir outra coisa, ao menos vejam na reprise – eu comentei que ñ gostei pq assisti depois que baixei na net (assisti 2 vezes, por sinal), mas vai que tem gente que gosta. Já li alguns comentários bons (apesar de eu ñ exatamente concordar, mas tudo bem) e vale a pena ver por si mesmo. De eps temático, eu gosto do “Lexmas” pq tem justamente o que o Kravis acabou de citar sobre BSG – bom desenvolvimento de personagem.

    Eps ruim de Smallville por ruim, ao menos do que são ditos por uma maioria como notoriamente ruins, eu gosto muito de “Spell” (a.k.a. aquele das 3 bruxas – c/ o comentário das atrizes no DVD consegue ficar mais engraçado e virou um dos meus favoritos) e simpatizo c/ “Ageless” (o do guri que envelhece rápido). E “Labirynth” é um eps “lição de moral” … ele vem depois da volta total da tensão ‘Clana’ e o Clark se mostra mais ciente de que, no caso dele, amar alguém ñ é abrir mão de tudo mais que vc tem na vida.

    Ao menos os caras tem uma razão p/ assistir “Noir”: the SV’s women are looking gooood … :P

  21. Bernardo

    Se meu post sair duplicado (ou triplicado), eu peço desculpas … ele ainda ñ apareceu na página e já aconteceu de eu postar e ñ aparecer.

    Já que tem algumas pessoas trocando o horário das 21h de Smallville p/ assistir outra coisa, ao menos vejam na reprise – eu comentei que ñ gostei pq assisti depois que baixei na net (assisti 2 vezes, por sinal), mas vai que tem gente que gosta. Já li alguns comentários bons (apesar de eu ñ exatamente concordar, mas tudo bem) e vale a pena ver por si mesmo. De eps temático, eu gosto do “Lexmas” pq tem justamente o que o Kravis acabou de citar sobre BSG – bom desenvolvimento de personagem.

    Eps ruim de Smallville por ruim, ao menos do que são ditos por uma maioria como notoriamente ruins, eu gosto muito de “Spell” (a.k.a. aquele das 3 bruxas – c/ o comentário das atrizes no DVD consegue ficar mais engraçado e virou um dos meus favoritos) e simpatizo c/ “Ageless” (o do guri que envelhece rápido). E “Labirynth” é um eps “lição de moral” … ele vem depois da volta total da tensão ‘Clana’ e o Clark se mostra mais ciente de que, no caso dele, amar alguém ñ é abrir mão de tudo mais que vc tem na vida.

    Ao menos os caras tem uma razão p/ assistir “Noir”: the SV’s women are looking gooood … :P

  22. Rô Floripa

    Para o Edu,
    Alguns motivos que fazem BSG a melhor da atualidade e entre as melhores de todos os tempo:
    * Os roteiros são muito bem escritos, as histórias tem o porquê, os arcos têm começo meio e fim.
    * Há um grande cuidado pela continuidade tanto da história, quanto dos personagens.
    * Os personagens são muito bem escritos e desenvolvidos, ninguém é o super herói bonzinho babão e também não tem um super vilão. Nem os cylons são tão vilões.
    * Tem personagens super cativantes e muito bem interpretados.
    * Tem um clima noir, onde nem tudo precisa ser explicado, mas é entendido.
    * A mitologia funciona super bem.
    * O mote da história é a luta dos humanos pela sobrevivência da raça. Imagina quantos temas polêmicos podem ser explorados.

    Só vendo. Vale a pena. Você pode até não gostar, mas seu tempo não será desperdiçado.

  23. Cristiano Vieira

    Resposta para o EDU sobre BSG

    Edu. Como você eu tenho, ou tinha, sei lá, um preconceito grande contra séries “estelares”. Não gosto de Jornada nas Estrelas, mal vi na verdade. Não me agrada tanta ramificação de coisas sabe?

    Aqueles inumeros planetas, dimensões, povos e seres esquisitos de outros planetas a cada episódio.

    Eu curto Star Wars. É uma excessão total a essas minhas regras. Mas aí é uma coisa de infancia, não dá pra tirar esse sangue Jedi a força.

    Mas coisas intergalacticas de muitas ramificações de planetas e povos alienígenas não me agradam.
    Gosto de um lance mais resumido como Starchip troopers, filme bacana do Paul Vehoven.

    Battlestar Galactica (Vi só a primeira temporada) não mostrou tantas ramificações complexas e “nerds” da maioria das séries citadas por mim.
    Existe um princípio básico. O de sobrevivencia e convivência política dentro de uma “caravana” de naves humanas fugindo de um “novo” povo avançado criado artificialmente pelo próprio homem.

    E só.

    Dentro dessa “fuga” por assim dizer essa caravana parte em busca da “Terra”. Extremamente curioso, o ser humano atingir seu limite evolutivo e ter que voltar ao básico. E é nesse básico que está o trunfo da série. Remeter a uma nova construção de sociedade com todos os defeitos e caprichos políticos que outroram eram do “velho mundo”.

    Mas Battestar não é só isso. Estaria mentindo se o charme da série não coubesse num elenco competente e personagens bastante difersificados. A dualidade dos “vilões” que carregam aquela coisa dúbia sempre prestes a explodir.

    Olha. Comprei um box nas cegas já pensando em vender caso não gostase. Começei com quatro pedras nas mãos me preparando para descer o cacete nos fãs dessa série aqui no site.

    Engoli o orgulho e o preconceito galáctico.
    A série é fantástica e o cenário intergalactico é só uma metáfora bacana para o comportamento humano e filosófico de uma nova sociedade que se forma com base nos erros de uma que não deu certo, a nossa.

    Mas com essa enrrolação minha não pense que a série é uma embromação intelectualóide não.
    Ela tem uma tensão, suspense e ação sensacionais!

    ENTRETENIMENTO DE PRIMEIRA MÃO!!!!

  24. Maurício

    Cristiano Vieira

    Amém Irmão!!! Concordo em gênero, número e grau.

    O que nunca gostei em Star Trek é o excesso de informação e coisas para guardar. Deixa de ser entreterimento para virar trabalho. Além disso os filmes éram muito chatos.

    Adoro Galáctica. No início levei um choque, porque não éra como a série antiga da qual tenho memórias afetivas da infância em frente a tv (NA ÉPOCA PASSAVA NA TV MANCHETE).

    Além disso Galáctica tem uma visão bem diferente do que a do futuro idealizado de Star Trek e faz muita propaganda americana (Afinal a tal Federação é uma metáfora para Estados Unidos).

    Série que recomendo até para quem não gosta de ficção científica. Tente.

  25. Maurício

    Uma pergunta: Não vai ter mais análises dos episódios de Smallville. Adora discordar de vocês….rsrs. Brincadeira. Sinto falta.

  26. Julaino Cavalcante

    Smallville de hoje vai ter review, galera. E por increça que parível, eu não falei (muito) mal.

  27. Darth Cesar

    Para aqueles que tem repúdio a Star Trek, o que não é meu caso, mas claro, respeito a opinião de todos, fica uma dica, vale a pena ver alguns episodios da serie classica, mesmo sendo algo antigo e de outra linguagem, tem assuntos fenomenais, ex: o episodio da 1 temp.
    E as meninas, de que são feitas? praticamente toda a trama do filme Blade Runner esta ali, fiquei de cara, inclusive o assunto (as emoções humanas nos robos) é explorado em BSG.

  28. Edu

    Pessoal,

    Obrigado pelos comentários. Fiquei curioso, acho que vocês me convenceram!
    Vou apenas terminar de ver a 2ºtemporada do House para me aventurar no BSG. Depois eu comento com vocês o que achei.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Log In or Create an account