Log In

TV Brasil

Destaques do dia: Segunda-feira, 3/12/2007

Pin it

Prime Suspect no Telecine: A série de filmes policiais Prime Suspect, já exibida pela HBO e pelo Multishow, passa a ser exibida esta noite pelo canal Telecine Action. Estrelada pela premiadíssima Helen Mirren, a produção inglesa mostra os casos da investigadora da polícia britânica Jane Tennison, que tenta se firmar no meio de seus colegas homens. O primeiro caso, que será exibido em duas partes de 100 minutos, mostra Tennison atrás de um assassino em série. No Telecine Action, às 23h45.

Walker, Texas Ranger: Trial By Fire

Chuck Norris reencarna Walker: Antes de Jack Bauer e Capitão Nascimento darem as caras, o cara mais durão da TV e do cinema era Chuck Norris. E durante boa parte dos anos 90, Norris foi astro da série policial Walker, Texas Ranger. Em 2005, quatro anos após o final do seriado, ele topou voltar ao papel do patrulheiro do Texas para o telefilme Walker, Texas Ranger: Trial By Fire, que vai ao ar esta noite no Brasil. O filme mostra Walker protegendo um garoto de uma organização criminosa. Janine Turner (Strong Medicine) participa. No Telecine Action, às 22h.

Outros destaques:
Weeds: episódio Bill Sussman. GNT, 23h30
Cane: episódio Brotherhood. Warner, 22h
Rules of Engagement: episódio Kids, com participação de Jessica Walter (Arrested Development). Sony, 21h30
Reno 911!: episódio Raineesha X. FX, 21h30
The Loop: episódio The Phantom. FX, 21h
Jericho: episódio Black Jack. AXN, 21h
Cold Case: episódio Thick as Thieves. Warner, 21h
Big Day: episódio The Bachelor Party. Sony, 21h
Samantha Who?: episódio The Restraining Order.Sony, 20h30
Without a Trace: episódio Run. Warner, 20h
My Boys: episódio The Show. Sony, 20h

É jornalista, pós-graduado em Jornalismo Digital pela Pucrs e trabalha com produção de conteúdo para Internet desde 1995. É editor de internet do Jornal do Comércio, de Porto Alegre. Fundou o TeleSéries em agosto de 2002. Na época, era fã de The West Wing, The Shield, Família Soprano e Ed. Atualmente é viciado em The Good Wife, NCIS, Game of Thrones e Parks and Recreation.

15 Comments

  1. Osório Coelho

    As lágrimas de Chuck Norris curam o câncer. Pena que Chuck Norris nunca chorou.

  2. Cristiano (Highlander_Master)

    Lógico é irresitivel não fazer o Norris Facts aqui. Mas gostaria de lembrar que apesar de todas as brincadeiras, é notório que os filmes deles eram fraquissimos, porém a série Walker, Texas Ranger é a excessão, era uma baita série divertidissima, passava nos primordios da AXN, nos primeiros anos da emissora. Infelizmente não tenho telecine, se não eu assistiria hj, com certeza.

  3. Guibarranco

    Entrando na onda:

    – Deus precisava de 10 dias para construir o mundo. Chuck Norris deu a ele 6 e olhe lá.

    – Os dinossauros olharam torto para Chuck Norris uma vez. Uma vez.

    – Antes de esquecer um presente de Chuck Norris, Papai Noel existia.

    – O Triângulo das Bermundas era um quadrado até Chuck Norris dar um roundhouse kick em um dos cantos.

    – Papel vence pedra, pedra vence tesoura e tesoura vence papel. Chuck Norris vence os três. Ao mesmo tempo.

    E a melhor:

    – Mistério na ilha de “Lost”? Chuck Norris.

  4. Tiago Santos

    O Chuck Norris é o cara mesmo!!!!

    Eu gostava dos filmes dele éra pelas cenas de ação e luta. Aquela Walker, Texas Ranger eu sempre assistia. Foi mesmo no AXN lá atrás quando o canal nasceu. Com certeza vou ver esse filme.

    Esse negócio de canais de filmes passarem seriados como o Telecine Action que vai passar Prime Suspect. Eu sou contra. Acho, na minha humilde opinião (que me perdoem os que discordam!!), que os canais de filmes deveriam passar apenas filmes. Se não não tem diferença nenhuma para canais como o Universal por exemplo.

    Sou plenamente a favor de canais que só passam série e outros só com filmes e outros só com documentários. Acho bacana essa divisão e facilita para o telespectador.

    Só assisti ontem a série Men In Trees. Apesar de ter achado bem engraçado ver a Xerife caindo de bêbada. O episódio foi bem fraquinho. Não entendi ainda aquela fantasia do Patrick. Apanhar na lama. Cada uma…..Acho que tá faltando trama nessa série e pimenta. Fraco episódio na minha opinião.

    No episódio da semana passada de Cane FINALMENTE fizeram uma referência ao Brasil. Uma série que lida com etanol da cana não poderia deixar de se referir ao Brasil.

    Gosto dessa série e hoje pretendo assistir nem que seja na madruga.

    Só que aquela trama do Quinhones tá enchendo o saco. Não tem cabimento um corpo que foi mordido e engolido por jacarés ser encontrado inteiro daquela forma. Além disso o policial jamais poderia obrigar o Alex a reconhecer o corpo. Não é da família. Muito mal feito. Além disso sem mandato não poderia apreender sua arma.

    Enfim….vamos ver se melhora.

    Samantha Who? Credo. detestei aquilo. Detesto sitcom. Não sei como um dia pude gostar disso. E olha que eu gostava: Friends, Frasier, Senfield. Bom. Foi com essas séries que fui apresentado ao mundo da TV por assinatura e da TV americana sem a filtragem dos canais abertos daqui como a Globo e SBT por exemplo.

    Bom divertimento a todos!

  5. Olga Nogueira

    Em Men in Trees, os personagens do Patrick e da Annie são muito fracos. Patrick é um meninão bobo; já Annie além do personagem ruim e desnecessário, é chatíssima e irritante. Outro que é bem fraquinho também é o galã da história, Jack. Chief Celia, Sara, Ben, Cash e mesmo a Lynn são bem superiores, com personagens mais bem desenvolvidos. Marin é razoável. É um seriado para ser visto na reprise e só para diversão.

  6. Olga Nogueira

    Também detesto Samantha Who. Deixei de assistir faz tempo. Outras que já cortei foram Carpoolers, que é das coisas mais horrorosas dos últimos tempos, Rules of Engadgment – decididamente não sei escrever isso – que não me cativou nem um pouco, Gossip Girl que achei muito enjoada, Cane porque os hermanos não me atrairam e Californication, porque não tenho senso de humor suficientemente para apreciá-la.

  7. fernando dos santos

    Eu acho interessante a rápida evolução de Jericho.Os primeiros dois ou três episódios foram um pouco esquemáticos mas logo os roteiristas encontraram o tom certo para contar a história.Para mim esta série já ganhou identidade própria e não é apenas mais um sub-produto de Lost.Merece destaque a crítica que seus autores fazem à famigerada Blackwater através da fictícia Ravenwood.Acompanho o seriado pelo AXN e com meia temporada já entendi porque os espectadores americanos lutaram tanto pelo sua renovação.

  8. Giselle Bauer

    Without a Trace foi bom e a Sam contou pro Jack que está grávida.Cold Case foi interessante.E mesmo dublado tô assistindo Dexter e estou adorando.Ele é ótimo.Tô gostando de Cane mas não deu pra ver.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Log In or Create an account