Log In

TV Brasil

Destaques do dia: Segunda-feira, 22/5/2006

Pin it

Strong Medicine em nova fase no A&E: O canal A&E estréia esta noite a sexta e última temporada de Strong Medicine. Em seu sexto ano, a série entra em nova fase, com novos personagens no elenco. A co-estrela da série agora é um homem: Rick Schroder (de Scrubs e Nova York Contra o Crime) entra em cena no papel do arrogante cirurgião Dylan West. O ator Nestor Carbonell (The Tick) também passa a fazer parte do elenco principal do seriado. A temporada abre com o episódio Sangue Novo (New Blood), onde Lu (Rosa Blasi) precisa atender as vítimas de um acidente de trens. E quando o presidente dos Estados Unidos visita a cidade, Serviço Secreto vai até o hospital e avaliar a quantidade de sangue B negativo em estoque, o tipo sangüíneo do presidente. No A&E, às 23h.

cena de Day 5: 6:00 PM - 7:00 PM

Kim retorna a 24 Horas: Chegou o dia do reencontro de Jack Bauer (Kiefer Sutherland) e Kim (Elisha Cuthbert). No episódio desta noite de 24 Horas:, Day 5: 6:00 PM – 7:00 PM, Jack leva Henderson (Peter Weller) para a CTU para ser interrogado, onde irá se reencontrar com a filha, que achava que ele estava morto. C. Thomas Howell (do filme Vidas Sem Rumo) participa. Na Fox, às 22h.

Tori Spelling é destaque no E!: A atriz Tori Spelling, filha do magnata da televisão Aaron Spelling e ex-estrela da série Barrados no Baile, é o tema do programa E! True Hollywood Story desta segunda-feira. O documentário comenta seu trabalho na série, e fala do seus romances e das cirurgias plásticas que fez. No E!, às 21h.

Outros destaques:
Cold Case: episódio The Hen House. Warner, 22h
Lost: episódio The Hunting Party, com participação de Julie Bowen (Justiça sem Limites). AXN, 21h
Commander in Chief: episódio The Price You Pay, com participação de Adam Arkin (Chicago Hope) e novas participações de Leslie Hope e Peter Coyote. Sony, 21h
Close to Home: episódio David and Goliath, com participação de Edward Kerr (seaQuest DSV). Warner, 21h
Without a Trace: episódio Requiem. Warner, 20h
Medium: episódio Too Close Too Call. Sony, 20h
Degrassi: The Next Generation: episódio Morte de uma dançarina (Death of a Disco Dancer). Multishow, 18h33
X-Chromosome: nome do episódio não disponível (código XC203). Fox Life, 14h e 19h

Reprise:
Ghost Whisperer: episódio Shadow Boxer. Sony, 19h

Aviso:
• Excepcionalmente nesta segunda-feira, o Universal Channel não exibe Lei & Ordem.

É jornalista, pós-graduado em Jornalismo Digital pela Pucrs e trabalha com produção de conteúdo para Internet desde 1995. É editor de internet do Jornal do Comércio, de Porto Alegre. Fundou o TeleSéries em agosto de 2002. Na época, era fã de The West Wing, The Shield, Família Soprano e Ed. Atualmente é viciado em The Good Wife, NCIS, Game of Thrones e Parks and Recreation.

16 Comments

  1. Thiago FLS

    Só uma correção: o título brasileiro de “The Outsiders”, o filme que revelou C. Thomas Howell e vários outros astros dos anos 80, é “Vidas sem Rumo”, e não “Os Marginais”, que é o título português.

  2. Cristiano Vieira

    LOST
    Existem 2 maneiras de ver LOST. Ou vc gosta da parte SCI-FI, da aventura na ilha, dos mistérios e da enrrolação toda ou vc gosta dos personagens e suas histórias, seus flashbacks e seus demônios interiores. São 2 coisas diferentes. Eu por exemplo já nem ligo mais para a parte “enrrolation” dos mistérios, mas to curtindo de montão a parte dos personagens. Todos tem culpa, ninguém é perfeito e são personagens diversos e parece que tudo foi pensado desde o início da série, o avião nigeriano já era o desenho do Mr. Eko, excelente personagem nigeriano que era na verdade um traficante. Só almente a pluralidade de personagens étnicos de cada parte do globo tornando LOST única e não só americana. O “traficante” entrando na selva junto com o “viciado”, no caso Charlie para cada um enfrentar seus demônios foi genial. Pra mim a segunda temporada desde já é melhor que a primeira.

  3. Off topic: programo minha tv para as 20 hs do domingo sintonizar o FX para poder assistir a reprise de The Grid, já que não consigo acompanhar durante a semana. Pois bem, ontem, deu 20 hs e a FX continuo á passar uam irritante corrida de automóveis, uma daquelas americanas em pista oval, deu 21 hs e começou Rescue Me. Que diabos eles fizeram com o ep de The Grid? Pq programam a reprise num horário e na metade da mini série mudam. Desse jeito como é que pretendem ter fidelidade do público. Ah, esquece! Tô pedindo demais deles!

  4. Juliano

    “LOST
    Existem 2 maneiras de ver LOST. Ou vc gosta da parte SCI-FI, da aventura na ilha, dos mistérios e da enrrolação toda ou vc gosta dos personagens e suas histórias, seus flashbacks e seus demônios interiores.”

    Eu gosto das duas partes, mas o que torna Lost acima da média é o desenvolvimento dos personagens.

  5. Victor Regis

    Eu acho que essa temporada de LOST tá bem pior que a primeira, exceto pelo excelente primeiro episodio.

  6. Rafaela

    Bem, Lost é uma mania. Um vício. De um jeito ou de outro, a gente acaba assistindo.
    Mas eu devo confessar que amo os conflitos dos personagens e, principalmente, as relações entre eles. Quero dizer, o fato de que cada um deles tem algum tipo de conexão sem nunca terem se encontrado.

    24: também acho a Kim Bauer um porre. Espero que a participação dela se limite a um episódio e que ela não ponha o tudo a perder como sempre faz.

  7. Paulo Antunes

    Thiago FLS,

    Fizemos a correção que você indicou. Não lembrava o nome em português de The Outsiders, busquei no Google e não reparei se o resultado veio em português do Brasil ou português de Portugal.

    De fato, o C. Thomas Howell me é muito familiar, mas não recordo de nenhum outro filme mais recente que ele fez, por isto citei este que foi o ponto de partida da turma do The Brat Pack.

  8. Patricia E.

    C. Thomas Howell também é conhecido pelo filme “A Morte Pede Carona” (The Hitcher), com Hutger Hauer em um papel que fez com muita gente não querer dar (e pegar) carona até hoje. :D

  9. Patricia E.

    Agora que me toquei, é Rutger e não Hutger. Pra quem não conhece o cara, uma das aparições mais recentes dele foi em Smallville, como um chefão do crime na 3ªtemporada, se não me engano. Ele também participou de um episódio da 2ª temporada de Alias. O papel mais marcante dele foi no filme “Blade Runner”, contracenando com Harrison Ford.

  10. Rutger Hauer e Harrison Ford fazem uma das mais lindas cenas do cinema para mim. É quando o replicante (Hauer) desiste de perseguir o policial (Ford), senta olha para ele e diz uma lindo discurso e termina com “It’s time to die”, fecha os olhos e morre.

  11. Rafaela

    C. Thomas Howell
    Ele tb é conhecido do público teen (dos anos 80) pelo seu papel no filme “Admiradora Secreta”…
    É um filme que uma carta passa de mão em mão…
    E ele tb fez um dos amigos de Eliot em E.T.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Log In or Create an account