Log In

TV Brasil

Destaques do dia: Quinta-feira, 8/11/2007

Pin it

Novos casos para Tony Hill: O drama britânico Wire in the Blood está de volta para uma nova leva de episódios na HBO. A quinta temporada da série, que mostra um psicólogo e um grupo de detetives investigando casos de assassinos em série, estréia esta noite com o episódio The Colour of Amber. No programa, a polícia busca um garota de 11 anos que foi seqüestrada. Na HBO, às 22h05.

Melinda está de volta: O drama Ghost Whisperer está de volta com novos episódios, em novo dia e horário. A série herdou o lugar de CSI na grade da Sony e retorna esta noite com o episódio The Underneath. No programa, Melinda (Jennifer Love Hewitt) tenta agora descobrir mais sobre o passado de sua família, enquanto ajuda uma cliente (Jayma Mays, coadjuvante em Heroes) a se comunicar com o pai falecido. Jay Mohr agora faz parte do elenco principal da série. Na Sony, às 22h.

ER, ano final?: O drama médico ER inicia esta noite sua 14ª (e provavelmente última) temporada. A série, que está mais desfalcada do que nunca (Goran Visnjic participará de poucos episódios e Shane West teve as pernas decepadas no final da última temporada), retorna com o episódio The War Comes Home, que mostrará os médicos tendo que tratar de Neela (Parminder Nagra), que foi gravemente ferida durante a passeata contra a guerra. Na Warner, às 22h.

Men in Trees está de volta: A dramédia Men in Trees decepcionou muita gente com ao final (falso) de sua primeira temporada (na verdade a exibição da série foi interrompida pela ABC por motivos estratégicos), mas esta noite a série está de volta. Mas antes de explicar todos os acontecimentos que ficaram sem resposta, a série terá um novo episódio feito sob medida para introduzir o seriado para novos fãs. A Tree Goes in Elmo reapresenta os personagens e mostra um ciclone atingindo a cidade de Elmo. Warner, 21h.

Cena de The Best Years

Novo drama teen da Sony: O maior enigma na lista de estréias da semana é sem dúvida The Best Years, nova aposta da Sony para as noites de quinta-feira (enquanto não chega o American Idol). The Best Years é um drama teen canadense, que acompanha uma garota orfã que ganhou uma bolsa de estudos para uma faculdade de prestígio. A primeira temporada tem 13 episódios. Na Sony, às 21h.

Gossip Girl na Warner: Leia o livro, veja a série. Estréia esta noite na Warner Channel Gossip Girl, o drama teen da temporada. Baseada nos romances de Cecily von Ziegesar e com produção executiva de Josh Schwartz (The O.C.), a série mostra o que acontece nos bastidores de uma conceituada escola de elite em Manhattan. Narrado por uma blogueira anônima (a locução é de Kristen Bell, de Veronica Mars), o piloto da série mostra o retorno da estudante Serena van der Woodsen (Blake Lively) ao colégio. Penn Badgley (The Bedford Diaries) e Leighton Meester (Surface) estão no elenco. Warner, 20h.

Vamos a la praia: O drama teen praieiro made in Canadá Falcon Beach está de volta com novos episódios na Sony. A segunda temporada abre com o episódio After the Fall, que mostra a volta de Paige (Jennifer Kydd) ao balneário e Jason (Steve Byers) tentando evitar que Lane (Morgan Kelly) faça um empreendimento na marina. Na Sony, às 20h.

Outros destaques:
Flight of the Conchords: episódio Bowie. HBO Plus, 22h30
Tempo Final: episódio Venenosos. Fox, 22h
Stargate Atlantis: episódio Vengeance. FX, 21h
Hidden Palms: episódio Second Chances. Episódio final. A&E, 20h

É jornalista, pós-graduado em Jornalismo Digital pela Pucrs e trabalha com produção de conteúdo para Internet desde 1995. É editor de internet do Jornal do Comércio, de Porto Alegre. Fundou o TeleSéries em agosto de 2002. Na época, era fã de The West Wing, The Shield, Família Soprano e Ed. Atualmente é viciado em The Good Wife, NCIS, Game of Thrones e Parks and Recreation.

52 Comments

  1. Anderson Vidoni

    O problema é a forma de expressar:

    Rubens: “Ja tinhe percebido isso tambem, só as mulheres gostaram de Ugly Betty. E’ seriado de menina.”

    Cristiano (Highlander_Master): “o que eu estou querendo mostrar é como a maioria do público de Ugly Betty é de mulher, mais claro, sem neurose, sem problema nenhuma, que há excessões.”

    Mica, o que você falou é certo: “Mas infelizmente a maioria ainda tem um gosto mais estereotipado.”

    O que eu havia dito: “Não existe filme de homem e filme de mulher, futebol é pra homem… Existe filme bom, ruim. A pessoa gostar ou não gostar. Fora disso é só frescura e preconceito.”

    O que existe é esteriotipação, homem não assistir tal coisa por ser “coisa de mulherzinha” e o contrário também.

    Eu não lembro de discordar do Cristiano, mas sim do Rubens. E continuo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Log In or Create an account