Log In

Notícias Opinião

ER exibiu ontem o que Grey´s Anatomy vai mostrar amanhã?

Pin it

O grande problema de Grey´s Anatomy, enquanto drama médico, será sempre ter que buscar a originalidade num ambiente onde o telespectador já viu tudo. Depois de quase 300 episódios de ER, o que é que já não foi televisionado de procedimentos hospitalares, de relação médico-paciente e da vida privada de residentes e atendentes que já não vimos antes?

Grey´s Anatomy vem driblando este problema com charme até aqui, mas o crítico mais severo ou o observador mais atento sempre acaba esbarrando em um dejá vù.

Nesta segunda-feira muita gente ficou emocionada com a cena final do episódio Staring at the Sun, de Grey´s Anatomy, que mostrava a cirurgiã Miranda Bailey cantando pelo telefone para sua filha a música “God Bless the Child”. A cena é realmente bela, especialmente porque Chandra Wilson mostrou que possui uma voz doce de cantora de jazz.

Mas quem assiste Grey´s e ER não tinha como não pensar: eu já vi algo mais ou menos assim. Em um episódio da 11ª temporada de ER, Refusal of Care, Susan Lewis interrompe o trabalho na emergência para se despedir (e matar a saudades) do seu nenê por telefone. Ao invés de cantar, a personagem de Sherry Stringfield recita, com muita graça e alguma timidez, recita os versos de um livro infantil chamado “Hippos Go Berserk”. Fade out.

Assista aos vídeos (o de Grey´s infelizmente está cortado) e escolha o seu favorito!

Séries citadas:

É jornalista, pós-graduado em Jornalismo Digital pela Pucrs e trabalha com produção de conteúdo para Internet desde 1995. É editor de internet do Jornal do Comércio, de Porto Alegre. Fundou o TeleSéries em agosto de 2002. Na época, era fã de The West Wing, The Shield, Família Soprano e Ed. Atualmente é viciado em The Good Wife, NCIS, Game of Thrones e Parks and Recreation.

17 Comments

  1. walter

    Sem duvida é uma tarefa dificil para Grey’s conseguir ser inovadora, em um tipo de show q já foi consagrado por ER, House é o único show que vem con seguindo isso. Para falar a verdade, quando eu vi esse ep de Greys eu lembrei de um ep da 13 temp de ER, no qual q Abby liga p casa e canta Should I stay or Should I Go? para o Joe pelo telefone!!!!!!!!!!!!!
    Parece q greys tem um longo caminho pela frente, ou vira um serie focada no chato romance da meredith o mc dream ou aprende algumas coisas não so com ER, da qual sou fã, mas com House tbm

  2. Victor Hugo

    Grey Anatomy pode ser a série do momento… mas demostra que sempre se espelhou em algumas situações de ER…
    então escolho ER….

  3. Cristiano (Highlander_Master)

    E.R., apesar de velhinha, e as vezes com episodios bem fracos, ainda é muito acima de Grey´s. E qual é essa coisa toda dos americanos com séries médicas? Pelo menos no começo das séries, elas sempre dão uma audiencia absurda, como eles curtem séries sobre médicos…

  4. Cristina

    Todas as personagens que viraram mamães em ER já cantaram para seus filhos. Me lembro um episódio da 6ª temporada que a Carol estava na emergência cuidando de um paciente quando de repente ela fala ao telefone e canta para uma das gêmeas.

  5. Thiago Sampaio

    No começo, a sensação de dejá vù era enorme! Mas do miolo da 2ªtemp em diante, Grey’s meio q segue seu rumo.
    Meredith com mãe enlouquecida (Abby e a mãe bipolar)
    Bailey = Weaver + Benton
    Médica asiática grávida de colega negro.
    Vários atores de ER vão à Grey’s (inclusive hoje)

    Mas acontece, né?

    Vários episódios de ER tiveram inspiração em alguns de M*A*S*H. TV é assim mesmo. Copia-se e diferencia-se apenas em alguns fatos. Hoje em dia, acho q tá acontecendo até o contrário: ER tá dando uma de Grey’s:
    Neela/Gates/Ray é o típico triangulo chato
    Vida pessoal com mais enfoque q o PS
    Músicas pos com muito mais frequencia q antes

    Só q continua diferentes XD
    *Grey’s é a novidade q tá se dando bem, premiada, com grande público, e numa maré de episódios q agradam o público atrás do outro.
    *ER é uma das melhores séries da história, q vive um presente q pode perfeitamente destruir seu passado glorioso, mas ainda tem seus valores (apesar da teimosia de viver se renovando)

  6. Carol

    Entre ER e Greys, prefiro ER…
    Agora, qdo o assunto é série médica, nenhuma barra HOUSE…..

  7. Mica

    Na minha opinião, dá perfeitamente para assistir as duas. Se uma se espelha na outra, e daí!? São outros personagens passando por mesmas experiências….como todo mundo na vida. Isso não me faz deixar de querer saber como o outro fulano vai reagir e o que vai falar e todo o resto. E por enquanto, novamente na minha opinião, Grey’s está se saindo bastante bem, cópia ou não.
    Como dizia sei lá eu quem, na vida nada se cria, tudo se copia….e assim tem sido a humanidade por todo o sempre, ainda mais na televisão e cinema.
    Mas cá entre nós, gosto das três séries médicas ^_^.

  8. Keity

    Com certeza as historias medicas vão se repetir!!isso é inevitavel!!afinal são series que tratam de medicina!isso deve acontecer tb com series como CSI, Close to Home, Whithout a Trace, NCSI e assim vai!!
    Mas o que diferencia ER de Greys é o enfoque na vida pessoal dos medicos!!isso não tem nem comparação ER com Grey´s…Greys é 1000 vezes melhor!!!

  9. luci

    Sou fã de carteirinha de ER. Gosto demais de House, acho ele um cara divertido, apesar do mau humor. Assisti a Grey’s e confesso que não me empolguei.Como já disse Lavoisier: nesse mundo nada se cria, nada se perde, tudo se copia, hehehe…
    Impossível episódios médicos que não contenham algo de algum outro. Mas o bom é que sempre se pode inovar, House é um bom exemplo. Continuo preferindo Er e House.

  10. Danny

    Achei nada a ver isso… sou grande admiradora das duas séries e como diria o sabio: uma coisa é uma coisa e outra coisa é outra coisa.
    A Bayley cantando mostrava o contraste de tudo o q estava acontecendo na vida dos outros médicos, já o poema da Susan era algo particular dela e do filho… então para mim não procede!

  11. Liza

    Ninguém reparou o corte da NET bem na cena que Yang e Burke estão operando??
    A Net cortou o episódio e colocou duas propagandas.

  12. Bárbara

    Com certeza E.R!!

    Sherry tá muito fofa e natural nessa cena.
    Concordo, ela faz muita falta e merecia uma despedida melhor do seriado.

    E.R. é propriamente dita uma série médica, onde o foco principal de suas histórias é (ou era) o PS e seus traumas. São 13 anos de muitos personagens e roteiros e pode-se compreender que Grey’s copie algumas coisas, pois é difícil achar algum caso médico ou algum tipo de personalidade médica que não tenha passado pelo County General. Long-running history.

    Não tenho nada contra Grey’s, (já até tentei assistir a série, mas não me atraiu) que tem seus méritos pela sua audiência e sucesso atuais, pois é uma série que agrada ao público. Mas o enfoque da série é a vida pessoal dos personagens.

    Essa é a diferença-mor entre E.R e Grey’s. Enquanto o objetivo da primeira é ter seu foco no PS e personagens e suas sagas giram ao redor dele, a segunda tem seu foco nos personagens e o hospital gira ao redor deles. Sem querer desmerecer Grey’s, dos dois, E.R. é o que eu chamo de série “médica”.

    Cada série tem o seu estilo, mas vão sempre surgir semelhanças pelo fato das duas são consideradas médicas. E do mesmo jeito que eu não gosto quando Grey’s tem semelhanças com E.R, não gosto quando E.R tem semelhanças com Grey’s. Mas a TV é assim. E como já foi dito aí em cima: nada se cria, tudo se copia…

    Quanto à House, não posso dizer nada, pois nunca assisti. =P

  13. Claudia

    Assisto as duas e gosto de ambas por diferentes motivos. Por incrível que pareça, uma não me lembra a outra. Há situações repetidas? Óbviamente sim, têm o mesmo tipo de ambiente. Mas o contexto é outro, o climas diferentes, enfoques totalmente distintos. Sem comparações. A não ser prá dizer que ambas fazem história na TV.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Log In or Create an account