Log In

Opinião

Dalva e Herivelto: Uma canção de Amor

Pin it

Dalva e Herivelto: Uma canção de Amor

Há uma particularidade nas novelas e minisséries que muito me atrai. Gosto da história contada com detalhes e de forma simples, mas que cativa, que traz o telespectador pra dentro dela, que emociona e que quando acaba deixa a curiosidade e a ansiedade pelo próximo capítulo.

Maria Adelaide Amaral em muitos de seus trabalhos consegue isso. Se há uma história que merece ser contada, ela tem o talento pra encontrar e contar. Seus textos possuem uma simplicidade graciosa e isso caiu como uma luva para transformar Dalva e Herivelto: Uma Canção de Amor, da rede Globo, numa minissérie maravilhosa em apenas cinco capítulos.

Rainha do rádio na década de 40 e 50, Dalva de Oliveira viveu um romance conturbado com Herivelto Martins que foi notícia no país. As traições do marido, a bebida e os escândalos públicos marcaram a vida e a música deste casal. Além dos dois, Nilo Chagas compunha o Trio de ouro que se desfez com a separação do casal. O trio voltou com uma nova formação depois e Dalva seguiu carreira solo.

Mas muita coisa aconteceu entre a formação do Trio, a carreira dos dois depois dele e a morte do casal, uma pena que com esse novo formato de minissérie não foi possível conhecer mais a música na era da rádio, os amigos do casal (Margot, Emilinha Borba, Dercy Gonçalves), o acidente que, além da cicatriz que deixou, matou três pessoas e sobre o casamento de Herivelto com Lurdes. Pra ser bem sincera, Maria Fernanda Cândido estava rasa como um pires o que não ajudou muito, e o próprio texto foi infeliz ao tratar o personagem já que não ficou claro a amizade dela com Dalva e o casamento e os filhos com Herivelto.

Dalva e Herivelto: Uma canção de Amor

Em compensação Adriana Esteves não podia ter feito melhor trabalho com Dalva. Esteve em todo tempo maravilhosa. Seu parceiro em tela, Fábio Assunção retorna à TV depois de problemas pessoas e em boa forma, alguns excessos talvez, mas sem importância diante do grande ator que é e, eu – assim como muitos tenho certeza – só posso ficar feliz por seu retorno e recuperação. Acho que se fosse qualquer outro casal de atores esse trabalho não podia ter ficado tão lindo e tão singelo compondo uma homenagem merecida a dois grandes nomes da música brasileira.

Há de se elogiar a emissora por trabalhos como esses, que levam ao público a arte e a história do país. E por ter o bom senso de não colocar a estréia do BBB 10 na mesma semana atrapalhando o horário e o sucesso da minissérie de Dalva e Herivelto: Uma canção de Amor.

Bacharel em Direito e servidora pública. Já chegou a ver mais de 30 séries, mas hoje prefere ter vida social. Atualmente acompanha Arrow, The Good Wife, The Voice e Scandal.

31 Comments

  1. Pedro Paulo

    Acho que a minissérie foi curtinha justamente para aquela-merda-que-começa-nessa-terça não atrapalhar, depois de tanta reclamação do público (vide Maysa).

    Adriana Esteves esteve realmente maravilhosa, e, puxa, como ela evoluiu como atriz!!! Foi super criticada em 1993 em Renascer, e hoje, é uma de nossas melhores atrizes. Dennis Carvalho até a homenageou de tão satisfeito ficou com seu trabalho como Dalva.

  2. Pedro Paulo

    Fora que MAA é uma autora excelente. “Os Maias” foi ápice da qualidade e perfeição de uma minissérie na Globo.

  3. Silvia_05

    Me emocionei mesmo. Só isso já mostra como foi bem feita a série. Faltou profundidade em algumas cenas, mas 5 capítulos são pouco prá contar toda a história.

    Brabo mesmo é deixar de aperfeiçoar uma minisérie por causa do BigBostaBrasil.

    Apartir de hoje, é rádio e internet até 10:30hs, quando paro prá assistir algum telejornal que me atualize e, talvez, um pouquinho de Jack Bauer antes da temporada final.

  4. Juracy Porto Barroso

    Foi maravilhosa essa curtissima mini-série, a Adriana Esteves, foi maravilhosa no desempenho do seu papel e representou muitissimo bem, conhecia algumas músicas da Dalva, por minha mãe que sempre estava a cantarolar algumas, e fiquei muito emocionada.
    Pena que não vi o último capitulo, pois tinha uma festa de familia , confesso que estou ainda curiosa pra saber o final dessa história, tomara que saia em dvd pra eu poder ver.
    Obrigada à MAA e todo o seu elenco.

  5. Fe

    Concordo c a critica em relação a M. Fernanda, há mto tempo vejo q ela não eh tudo aquilo que aparentava ser. Parece q sempre eh o mesmo papel… Sempre o mesmo tom…
    Fabio Assunção tmb n agradou como Herivelto na minha opinião, achei mto caricato…A
    gora a Adriana, eh mto boa, de uma serie bobinha, fazendo um papel de bobinha p uma estrela…Nem parece a mesma atriz…

  6. maria

    odeio bbb,poderiam colocar outras minisseries de qualidade como essa,investir na cultura e não na imbecilidade.

  7. Lu

    “Odeio bbb,poderiam colocar outras minisseries de qualidade como essa,investir na cultura e não na imbecilidade.” [1]

    Concordo totalmente. A Globo geralmente acerta nas minisséries, especialmente as escritas pela Maria Adelaide Amaral. A Globo deveria investir mais em produtos assim.

    E pensar que vai começar tudo de novo. A chatice do BBB, quem saiu, quem entrou… Affe!

  8. Thaiana

    Gostei muito da minisérie foi curta e por isso algumas coisas ficarm estranhas como o pq da amizade de lurdes e Dalva..fora isso amei assitir achei muito engraçada será que Dalva era assim escandalosa e simples??…muito bom pena que durou pouco

  9. Ana Maria

    Minissérie excelente, com produção impecável.Parece-me que o romance entre a Dalva e o Herivelto, a tônica do espetáculo, foi retratado de forma fiel, bem como , a reconstituição da época, a partir do vestuário,cenários, ambientações, foi tudo muito bem feito. Adriana Esteves ótima( desculpem o trocadilho) como Dalva, provou que não sabe fazer apenas comédia. E que bom foi ver Fábio Assunção, ator que há bem pouco estava no fundo do poço, sair de forma tão brilhante.Para mim, o Herivelto interpretado por ele foi simplesmente perfeito.
    A minissérie só não foi irrepreensível porque acho que poderiam ter se alongado mais, foi um tanto curta. Ví na internet que Dalva teve mais dois maridos, que nem sequer foram citados.
    Quero ressaltar aqui a admiração que sinto pela Rede Globo de Televisão.Muitos a criticam, falam do quase monopólio que ela exerce no terreno das comunicações em nosso país, mas o fato é que ela, somente ela, tem a iniciativa de produzir programas desse nível e que evocam a nossa cultura.Imaginem voces se fôssemos reféns do SBT que prefere importar enlatados americanos e novelas mexicanas, ou da Rede Record cujas produções( novelas) beiram o ridículo.Com raras exceções, a rede Globo é ainda quem nos salva, nesse emaranhado de mediocridades que infestam nossa televisão.

  10. Mônica A.

    A minissérie foi muito boa e as atuações da Adriana Esteves e do Fábio Assunção, perfeitas. E minisséries desse nível são a única coisa a que assisto na Globo. No mais, prefiro assistir a séries (e não enlatados) americanas do que as novela chatas da Globo que só têm gente querendo derrubar todo mundo, traições, intrigas e cheias de casamentos e bebês no último capítulo.

    E o BigBostaBrasil (copiado de outros países pela Globo) é o pior programa da televisão brasileira. E é esse tipo de “cultura” que a maioria dos braileiros mais gosta.

  11. Fernando dos Santos

    Não assisti Dalva & Herivelto mas parabenizo a Globo por ter exibido a produção em horário nobre, algo raro de acontecer.
    A emissora costuma jogar suas séries e minisséries para o horário ingrato das 23 horas mas pelo menos essa minissérie ganhou um lugar decente na grade.

    Quero também dar parabéns a Globo pelo fato de agora estar fazendo verdadeiras MINIsséries com pouco capítulos, desse modo fazendo jus ao nome do formato.
    Eu achava um absurdo quando alguns anos atrás a emissora produzia aqueles mastodontes com mais de 50 capítulos e mesmo assim batizava de minissérie.Aquele tipo de produção deveria se chamar mininovela.Felizmente isso é passado e ao menos nesse ponto a emissora avançou.

  12. Jo

    quem não viu a minisserie pode ver pelo youtube…´é só procurar pelo gooogle…

  13. Amanda

    Adorei a minissérie, uma pena não prolonga-la por causa do BBBosta, o cúmulo isso. Adriana Esteves impecável.

  14. Pedro Paulo

    Fernando, também achava um absurdo aquelas minissséreies intermináveis (algumas exceções, é claro). Mas algumas pareciam não terminar nunca, como Amazônia, Mad Maria, JK, etc., todas bem chatas.

  15. Fernando dos Santos

    Pedro Paulo, também houveram algumas produções daquela época que eu gostei mas mesmo assim eu acho muito estranho a emissora chamar de minissérie algo que dura mais de 50 capítulos.
    Na minha opinião pra ser chamada de minissérie a produção tem de ter no máximo uns vinte e poucos capítulos.

  16. Socorro Atenas

    adorei essa minissérie, os atos Adriana Esteves e Fabio Assnção atuaram muito bem , minissérie desse nível são as que gosto de assistir. a globo deveri envestir mais em minisséris assim dando mais valor aos musicos da daquela época. ah estou com saudades , é um pena que Dalva não soube segura seu marido, porque ela morreu amando muito ele e no fundo eu acho que Herivelton também sentia o mesmo, o orgulho falou mais . Na verdade Herivelton foi quem destrui Dalva, com suas traições , asim Dalva se entregou a bebidas e predeu o controle total de sua vida.

  17. Fernanda

    O Fábio Assunção deu um show como Herivelto, sem dúvida, o melhor ator de sua geração. Já a Adriana esteva muito histérica como Dalva.

  18. Pedro

    AGUINALDO SILVA ELOGIA FÁBIO ASSUNÇÃO

    A minissérie Dalva e Herivelto, da Globo, chegou ao fim, mas conquistou um famoso fã: Aguinaldo Silva.

    Em seu blog pessoal, o dramaturgo fez inúmeros elogios a atuação de Fábio Assunção.

    – Ele, que já era um dos melhores atores de sua geração, agora foi muito além. É um prazer vê-lo a dar carnes e cores a Herivelto Martins, a descobri-lo, e lhe acrescentar nuances que ele provavelmente não teve, ou teve e não percebeu, pois caberia ao ator genial que o vivesse percebê-lo – escreveu.

  19. Ivoneide Lins de Lima

    Tive enorme prazer em assistir a Minissérie escrita pela senhora Maria Adelaide Amaral. Tenhor orgulho das produções, artistas e escritores desse nosso Brasil. Fiquei muito emocionada com a história de Dalva e Herivelto, relembrei as músicas que ouvi tantas vezes meu pai cantar para eu dormir quando criança. Infelizmente não assisti o último capítulo, pois, tive um compromisso pessoal, mas vou procurar comprar o DVD. Parabéns a todos.Obrigada pela maravilha realizada.

  20. claudia

    A Adriana estava soberba, o Fabio não ficou devendo nada agora, a Maria F Candido esta precisando se reciclar , beleza não é tudo!
    Realmente ficou faltando uns capítulos ou aumentassem a duração de cada episodio, no ultimo capitulo foi corrido .Realmente a Globo merece aplausos, mas vaias qdo decide exibir o big bonibosta.

  21. ELIANE

    APESAR DE TER HOJE 37 ANOS, NÃO PARTICIPEI DESSA HISTÓRIA DE AMORMAS PUDE VER QUE SE FOSSE HOJE ESSES ACONTECIMENTOS QUE RETRATARAM DALVA E HERIVELTO SOFRERIA COM ELA TUDO O QUE SENTI NESTE SERIADO A GLOBO COMO SEMPRE RETRADANDO NOSSAS HISTORIAS VIVIDA NO PASSADO, MAIS ACONTECIMENTOS QUE AINDA PASSAMOS HOJE.ESSA HISTORIA ME EMOCIONOU MUITO GOSTEI MUITO DE REVER A DERCY ATUANDO NA TELINHA.OBRIGADO REDE GLOBO POR RELEMBRAR TÃO EMOCIONANTE HISTÓRIA DE NOSSA MUSICA BRASILEIRA.

  22. Maria Elena Ribeiro da Silva

    Parabéns a TV Globo por nos presentiar com está belíssima apresentãção. Eu era garota e minha mãe cantava Dalva o dia inteiro. Por outro lado os atores deram um show de apresentação. Quero resaltar o papel de Herivelton por Fabio Assumpção e Dalva em todas as suas fases com Adriana Esteves.Em relação aos outros atores todos estavam maravilhosos.
    Parabéns

  23. Marcelo

    Não conheço a vida da Dalva, então não posso dizer se a mini foi fiel ou não, o que posso dizer é que gostei mais desta que da Maysa

    Esta teve um ritmo mais ágil e o elenco se saiu melhor tambem, a Globo devia investir mais neste tipo de programa e parar com estas porcarias de BBB

  24. Aurélio

    Eu gostei muito do seriado ,achei muito bem feito, os atores estiveram ótimos e a Globo merece todos os elogios pela apresentação
    QUERO DIZER TAMBÉM QUE SOU FÃ DO BIG BOSTA BRASIL.
    Quando chego do trabalho, cansado, esse programa é um santo remédio. Me divirto muito vendo as loucuras daquela casa e a mulherada geralmente é de primeira( tô falando do visual. No final torço, vibro, anarquizo, voto, faço o diabo pro meu candidato( geralmente candidata) ganhar.Eu lavo a alma. Isso é que é programão.E viva o Big Bosta Brasil.

  25. Carlso Filho

    É isso air Aurélio EU TAMBÉM GOSTO É DE MULHER BONITA E GOSTOSA!!! As doidinhas que são contra O BIG BRITHER, são as perobas mal desenhadas, feiosas e invejosas. Como disse o poeta BELEZA É FUNDAMENTAL!!! E quem não gosta va assistir o roleentrando a bela feia eu sei lá esses coisas. “E VIVA O BIG BROTHER”!!!!!

  26. Aurélio

    Pois é Carlso.Não sei porque tanta irritação contra o Big Brother.A finalidade desse programa é divertir, e ele consegue alcançar plenamente esse objetivo. Com o BBB não tem essa lenga lenga de roteiro, enredo, bons ou maus atores. Tem muita é diversão e mulher bonita. E tem coisa melhor? A prova que o programa é bom é sua audiência e o enorme sucesso.Que venha a 10ª edição. Estou ansioso.

  27. Rosangela

    Foi tudo de bom o minissérie, pena que foi curto. A rede globo deveria investir mais em minisséries como essa da história de Dalva e Herivelto, passar programas de qualidades em vez desses reality show que naum tem nada a acrescentar! Tem tanta coisa boa para passar, como história de Ataulfho, Adoniram, Elis, Nelson Gonçpalves…enfim, basta investir mais em programas de época, pois tragédias e programas sem cultura tá passando a todo momento! Os atores da minissérie deu um show de interpretação! Valeu!!!! Além do horário que foi tudo de bom! Parabéns! Abços!

  28. Juliana

    “Fora que MAA é uma autora excelente. “Os Maias” foi ápice da qualidade e perfeição de uma minissérie na Globo”. (2)

    Uma pena a Globo não investir mais em minisséries com a qualidade dessa. Pelo contrário, insiste em programas degradantes como o BBB ¬¬.
    As minisséries da Maria Adelaide Amaral deveriam ocupar lugar de destaque na grade de programação do canal no mês de janeiro.
    Tenho o DVD de “Os Maias” e não me canso de admirar o impecável trabalho dessa grande escritora.

  29. lucia cintra

    linda de morrer dalva é concertesa a maior cantora de todos os tempos
    suas canções inspiradas sua voz soberana
    a mulher é o que é pode ter morrido a sua carne mais sua voz suas musicas nunca morreram

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Log In or Create an account