Log In

Reviews

Dallas – No Good Deed

Pin it
Série: Dallas
Episódios: No Good Deed
Número dos Episódios: 1x08
Exibição nos EUA: 25/07/2012

 

Quando Dallas estreou…

É o que eu penso toda vez. Sempre que vou assistir um episódio da série, lembro-me da expectativa da estreia. Porque, quando Dallas estreou, prometia ser uma temporada daquelas. Envolvido entre um sentimento nostálgico e a torcida para que tudo desse certo, o seriado teve início com um ótimo episódio duplo escrito pela Cynthia Cidre, a manda-chuva da continuação de Dallas. Teve melhor audiência da semana, muitas capas de revista, burburinho na internet. Quando Dallas estreou, o clima novelesco parecia promissor, e não assustador.

Mas agora que Dallas estreou, a insatisfação deu lugar a vontade de assistir a série. Talvez pela falta de empatia com os quase 20 anos de trama da primeira versão. Não sinto pena do Bobby, não torço pelo J.R, não tenho empatia pelos primos. Quando Dallas estreou, fazer com que a audiência se envolvesse na vida dos Ewings era o maior desafio. Infelizmente, continua sendo.

No Good Deed foi mais entre os outros episódios normais. Já se está na reta final da série, e a empolgação da estreia começa a virar história. Pobre John Ross, pobre coitado, espancado na prisão enquanto aguarda julgamento por um crime que não cometeu. Pobre John Ross, deve dinheiro e petróleo para meio mundo de gente, e mesmo assim, está sendo testado pelo pai mequetrefe e pelo tio orgulhoso. Pobrezinho… mas mesmo assim, ainda não consigo sentir pena, sabe?

Muito menos simpatia pelo Chris e todo sacrifício heroico que se propôs a fazer para salvar o primo. Pobre Chris, entregou a tecnologia que tanto lhe custou para desenvolver ao bandido latino, ao menos parte dela. Pobre Chris, fez isso tudo e ainda não recuperou o amor da Elena, e agora tem que lidar com a gravidez da (ex)-esposa. Ah, pobrezinho.

Enquanto isso, J.R. está em Las Vegas, bolando um plano infalível para roubar a propriedade da… não, espera, isso ele já fez. Bom, não sei mais o proquê do Senhor Sobrancelha estar vivo. Mas, pobrezinho. Já Bobby, me pergunto a mesma  coisa, não seria mais fácil ele morrer logo também? Bom, não darei ideias, o pobre coitado está doente (???) e sofre (???) com isso.

Sem falar que a pobre Elena, enganda, coitada, e a Rebecca, essa pobrezinha, está grávida e ainda tem que lidar com o irmão.

TWIST.

O irmão da Rebecca não é irmão coisa nenhuma.

TWIST.

Assisti ao episódio logo depois que foi ao ar na semana passada. Então faz um pouco de tempo. Tive que me esforçar para lembrar do que mais me impactou, não me levem a mal, minha memória não é tão ruim, é apenas que de marcante mesmo não teve nada. Ao menos o bastante para que eu desejasse que primeiro de agosto chegasse logo e pudesse matar as minhas inquietações com a série.

Logo estarei pensando: Quando Dallas terminou, nem o papel de novelinha conseguiu cumprir, um total desperdício de tempo. Concordem ou não, Dallas poderia ter sido bem melhor.

Séries citadas:

30 anos, é formada em jornalismo pela Unesp e em Letras Inglês e Literaturas pela UFRN. No "TeleSéries", já foi colaboradora e editora de Notícias, agora é Editora de Conteúdo e escreve a coluna mensal "Sintonia". Já passou pelo Vírgula e pela Rede BomDia, do DIário de S. Paulo. No tempo livre, vê Bones, Hot in Cleveland, It's Always Sunny in Philadelphia, entre muitas outras séries. Fã do Clark Kent e música country.

Website: http://naliteral.blogspot.com.br/

5 Comments

  1. Thiago Reis

    Adorei a Review. Dallas, realmente, tem deixado a desejar. Anda fraca demais.

  2. biancavani

    Pois é.
    De qualquer modo, eles podem encerrar a série com o tema do mal que a primeira geração (os avós, eu não tive o prazer) causou aos descendentes, os quais, porém, superam e são felizes para sempre. Ou seja, série totalmente dispensável. Além disso, tudo que acontece a gente já sabia que aconteceria: isto é o que de pior se pode dizer de uma série. 
    Bom, não vou espancar cachorro morto. Vou continuar a assistir, pois, seja como for, serviu para eu conhecer essa história antiga e celebérrima de Dallas. Só eu que não conhecia, rs.

  3. Anderson Narciso

    Olha, eu não vejo assim não. Dallas tá morno ? Tá… Mas revendo vários episódios da série antiga, constatei que a fórmula de Dallas é essa … dramalhão, novelão, que aos poucos vai se desenvolvendo… Foi deste jeito que a série durou por 13 anos, e acho que, não convinha neste Remake-Sequência, fazer algo de diferente! Claro que, se fosse na Fall, seria outros quinhentos, e já teria chutado o balde há muito tempo! Mas, estamos na summer season, época de vaca magra, na qual, pouquissimas séries se destacam e chamam atenção. Dallas dá para passar o tempo nesta temporada de meio de ano, e vou continuar assistindo … assim como provavelmente assistirei a próxima temporada!

    Quanto ao desenrolar da história, provavelmente não andará muito, focando no drama do Chris e da Rebecah. Mas creio que, teremos alguma jogada do JR. com ele retornando para Dallas antes da season finale!

  4. Maria Clara Lima

    Bom, se eu quisesse ver a Dallas antiga, via a reprise no Viva. Acho que convém sim mais atenção ao roteiro da série. Ela não está se sustentando no próprio peso. Episódios ruins, toda série tem. Mas é também comum ter episódio bons, ainda mais em uma temporada de estreia. Remake não é reprisar velhas fórmulas, Dallas foi cancelada também por um motivo. Há criatividade bastante nesse mundo para fazer um remake com cara de coisa nova, mas a impressão que tenho é que eles nem se esforçam muito. 

    Não me contento com mediocridade, ainda mais tratando-se de Dallas,uma série fácil de dar certo. Eu descordo sobre a summer season, Newsroom, Braking Bad, Falling Skies, Rookie Blue, Girls e tantas outras estão aí para provar o contrário. 

    Restam dois episódios.

  5. Anderson Narciso

    Clara, eu não desqualifiquei nenhuma destas! Estou dizendo apenas que temos MENOS séries para assistir do que na Fall … todo mundo sabe disso! E quanto a que eu escrevi é minha opinião … Mas acho que Dallas esta longe de ser algo medíocre! Pode não estar no pique que merece, mas esta longe de ser medíocre – minha opinião!

  6. Pingback: Destaques da Semana – Brasil – 6 a 12/8

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Log In or Create an account