Log In

Reviews

Covert Affairs – Wishful Beginnings

Pin it
Série: Covert Affairs
Nome do Episódio: Wishful Beginnings
Número do Episódio: 3x12
Exibição nos EUA: 24/10/2012
98.666666666667
4.9
3

Para aqueles que pensavam que Annie voltaria em paz para a DPD, pensem duas vezes. E para aqueles que pensavam que Eyal finalizaria a sua participação na terceira temporada, pensem mais duas vezes. Annie Walker voltou como uma heroína, ou isso é o que a CIA queria demonstrar ao entregar um cachê em dinheiro para a loirinha. Mas que forma mais grandiosa de gratificação por tudo o que ela passou, não acham? Perdeu um grande amor. Foi traída. Ficou presa num calabouço da Rússia e virou fugitiva. A senhorita Walker merece um descanso. É claro que eu, como covertiano, adoro um bom drama e uma boa cena de ação misturados, mas até eu acho que um episódio leve seria essencial para equilibrar as emoções que a personagem principal passou.

‘O Segredo de Joan’ – Capítulo 3

Quem está prestando uma ótima atenção nos últimos capítulos está ciente que Joan está passando por uma crise existencial. Mas o problema é que não sabemos que tipo de crise é esta. Joan está tomando remédios, pediu demissão para Arthur, e sente, de certa forma, que sua colocação como esposa e colega de trabalho está tornando o relacionamento com Arthur um pouco tensa. É claro que aquela história de Arthur ser embaixador foi por água abaixo, mas Joan ainda não superou o fato de que o marido é machista a ponto de não querer que a esposa deixe o cargo do trabalho. Resta saber qual problema Joan está passando. Detalhes a parte, esse relacionamento com Seth está muito misterioso…

E já que Adele está fazendo parte da vida de Auggie desde a segunda temporada, podemos tocá-la novamente para o momento em que o pobre cego queria expandir os seus sentimentos pela amiga. Quem não ficou com pena ao vê-lo indo para a casa de Annie? O que será que o futuro reserva para os dois na série? Será que estão predestinados a ficar juntos? Seria esse o momento certo para explorar esse relacionamento? Será que tanto Annie, quanto nós, superamos o amor e o luto que Annie possuía por Simon?

Mas o principal do episódio foi direcionado para a parceira entre Mossad e CIA ao tentarem buscar informações confidencias localizadas num relógio. Duas agências espiãs trabalhando juntas? Será que dará certo? No início houve certo estranhamento e na verdade, ele ainda continuará, se pensarmos no fato de que um espião nunca confia totalmente nas pessoas. E nisso Annie Walker ficou boa. Mas a verdade é que ‘confiança’ é uma palavra muito forte para definir o relacionamento entre Eyal e Annie ainda. A senhorita Walker confia totalmente em Eyal, mas será que esse sentimento é recíproco? Mossad bolou um plano para se aproveitar desse relacionamento para coletar informações da CIA. Pobre Annie… Será que haverá outra decepção vindo por aí?

Não sei vocês, mas eu torço de coração, para Annie conseguir usufruir um pouco do tempo livre que lhe resta. Eu sei que isso é difícil e que sua vida, no momento, está passando por barreiras pesadas. Apesar de possuir amigos, Annie está se sentindo sozinha. E quem conseguirá confortar o seu coração? Eyal ou Auggie?

Séries citadas:

Bacharel em Ciência da Computação pela Universidade São Judas Tadeu. Nasceu em São Paulo, Brasil, no ano de 1993. Trabalha com desenvolvimento de software na Foster, empresa afiliada a WPP, estuda teatro e desenvolve vários experimentos em seu Laboratório. Assiste Once Upon a Time, Nashville, Downton Abbey e muitas outras.

Website: http://www.mariomadureira.com.br

4 Comments

  1. biancavani

    Ficou bem legal aquela coisa das diretoras das agências mentirem uma para a outra, com palavras e expressão facial da maior honestidade. Lá em Minas Gerais eles têm uma expressão que define muito bem isso: cobras criadas! Bem durona a diretora da Mossad – mas, se ela gelou o meu sangue, Annie não se abalou nem um pouquinho com aquela morcegona…
    Mas para mim ficou claro que Annie e Eyal – a despeito dos interesses das agências – não irão trair a confiança um do outro. Em algum momento, parecerá que ele está traindo (aliás, isso já aconteceu várias vezes, inclusive neste epi), mas ulteriormente veremos que não, é só para manter o suspense.

    Gozado o Arthur contando a Annie que Joan não sabe expressar sentimentos, etc. Tudo que ele faz me parece insincero – mas, de repente, é porque estou aprendendo com Annie a ser cética com tudo e todos.

    Quanto à questão Auggie ou Eyal: Auggie combina com histórias cor-de-rosa, com pijama de ursinhos. Eyal tem a ver com montanha-russa, surpresas a todo instante. Penso que, tendo Annie escolhido a profissão de espiã, aquele mundinho cor-de-rosa, tranquilo, filhinhos pentelhos, etc. não combinariam at all. Contudo, não tenho a menor dúvida que sempre foi o Auggie o escolhido no roteiro para ficar com Annie – mas, quem sabe, tendo em vista a popularidade de Eyal, isso acabe mudando? Torço para isso.

    Valeu Mário, meu covertiano preferido!

  2. Mario Madureira

    Adorei como os roteiristas estão explorando os personagens nessa temporada. Até Eyal foi bem aproveitado! Só me falta surgir das cinzas da traição e da mentira o falecido Ben que não me apareceu até agora!

    O Arthur e a Joan são aquela história de gato e rato. Eles formam um ótimo casal, mas o relacionamento de ambos esfriou novamente. E essa história de Annie e Arthur conversando de modo tão intimista me pareceu muito conturbador. A CIA sempre se aproveitando dos funcionários… ¬¬’

    Eu adoro o Auggie. Mas a cada episódio que passa, eu percebo que da mesma forma que a Annie, eu também estou de luto do Simon ainda. Não quero que Annie fique com ninguém por enquanto.

    Você também é minha covertiana preferida, bianca! Obrigado por todo o suporte que você tem me dado com as reviews! =]

  3. biancavani

    Ben who?!
    (Sério, se você não tivesse tocado no nome dele eu jamais me lembraria da passagem dele pela série,rs.)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Log In or Create an account