Log In

Reviews

Covert Affairs – Suffragette City

Pin it
Série: Covert Affairs
Nome do Episódio: Suffragette City
Número do Episódio: 3x09
Exibição nos EUA: 11/09/12
99.5
4.9
2

Com um adeus um pouco fora do comum, Simon diz que não se arrepende de tudo o que fez por Annie e em busca de saber quem é o Passará Negro, e Annie Walker brinca de gasparzinho em uma missão em seus sonhos.

Nunca pensei que isso aconteceria, mas acredito que eu tenha me recuperado d morte de Simon depois de uma semana de luto. Mas a verdade é que precisamos nos recuperar de toda essa tensão para continuarmos com um crime ainda maior: a traição de Lena. É estranho, mas ainda tenho algumas hipóteses depois desse episódio. A princípio, pensei que Lena havia matado Annie e Simon devido a protocolos secretos da CIA, deixando toda a jogada guardada em um quarto escuro a “quatro paredes” e que isso teria um dedo de Arthur envolvido. No entanto, depois de Auggie ter dado um de detetive, creio que Lena pode ser sim a agente dupla citada na temporada bem no início.

Annie ficou um pouco apagada nesse episódio, mas serviu para sentirmos aquela sensação de Covert Affairs sem Annie Walker. Não tem como, não é mesmo? Annie é a luz da série e sem aquele sorrisinho sexy ou aquelas piadinha com Auggie, Covert Affairs não seria Covert Affairs.

De certo modo, achei muita coincidência a atriz Sarah Clarke estar interpretando mais um personagem traidor no universo policial americano. Eu ainda tinha esperanças que ela seria o novo degrau que Annie Walker estava precisando para subir sua carreira. Porém, essa não foi a grande oportunidade dela. E o que nos sobrou foi mais um personagem cretino da senhora Clarke. Nina e Lena, tudo farinha do mesmo saco.

Apesar do cenário fantasmagórico e sem noção, adorei a forma com que Annie foi passando por todas as pessoas mais importantes de sua vida. O que mais me chamou a atenção foi quando Danielle apareceu questionando Annie sobre sua fidelidade à família e em seguida Joan afirmando que ela não era fiel à CIA. A questão “vida familiar x vida profissional” foi bem destacada aqui e foi muito importante para Annie fazer uma auto-análise sobre o que é mais importante para sua vida: lutar e se sacrificar pelo seu trabalho ou viver feliz com a sua família? Se pensarmos mais longe, não foi isso que levou Annie a toda essa confusão com Simon? Trocar o trabalho por alguém que viveria com ela para sempre?

E falando em amor verdadeiro, eu havia comentado em algumas reviews anteriores que acreditava que o relacionamento entre Auggie e Annie não deveria ser abordado, pois não era o momento certo. Mas com esse adeus de Simon, ficamos com um grande buraco na vida amorosa de Annie, que foi preenchido por Auggie quando ele mostrou que não só precisa de Annie, como também tem fortes sentimentos por ela. Seria esse o momento propício para tratar desse amor? Será que é a hora certa?

Mas a cena que roubou o fôlego de todos os covertianos foi quando Lena diz “Te peguei” no sonho de Annie, quando na verdade ela estava tentando matar Annie no mundo real também! Fiquei com o coração na mão quando não havia ninguém para salvar a nossa pequena espiã e por um momento pensei: Annie vai realmente morrer? Como isso é possível? Mas Joan e Auggie apareceram no momento certo para pegar Lena no flagra!

“Nunca precisei de ninguém. Mas preciso de você, Annie” Auggie Anderson.

Infelizmente Lena fugiu, mas Annie acordou e acordou com o espírito reencarnado de Emily Thorne (Revenge), que lhe dará forças para encontrar Lena e se vingar de toda a armação que ela preparou contra ela!

Desejando forças para que Annie consiga a sua vingança, deixo uma imagem de Annie que me tirou sorrisos nesse episódio.

Séries citadas:

Bacharel em Ciência da Computação pela Universidade São Judas Tadeu. Nasceu em São Paulo, Brasil, no ano de 1993. Trabalha com desenvolvimento de software na Foster, empresa afiliada a WPP, estuda teatro e desenvolve vários experimentos em seu Laboratório. Assiste Once Upon a Time, Nashville, Downton Abbey e muitas outras.

Website: http://www.mariomadureira.com.br

9 Comments

  1. biancavani

    hahahahhaha: o espírito de Emily Thorne encarnado em Annie…

    Sobre Annie e Auggie como casal – quando eles estavam dançando no sonho, Auggie disse algo assim: mas esta ainda não é a nossa música. Logo, ainda não é a hora (ah, bem que, já que Simon infelizmente não está mais entre nós, poderia ser o supersexy Eyal the one para Annie. Mas tá bom, o Auggie é legalzinho e tem a alma tão boa quanto Annie).
    Ainda sobre a dança, foi megalegal aquele lance de Annie saindo da dança e com aquele andarzinho esperto, olhar para trás conforme abria a porta com o cartão magnético – igualzinho à abertura da série.

    Lena, sua morcega do mal (“Pássaro negro”)! Mas, olha só, MÁRIO, o Arthur também é um bom candidato à traidor. Além de certas atitudes suspeitas, aquele ataque de ira no jantar malogrado não faz jus a um agente da CIA da posição que ele tem. Aliás, nem de office-boy da CIA…

    Uau, MÁRIO, você desentranhou mesmo a cena de Annie sonhando com a irmã, que de repente torna-se Joan! Um psicanalista não faria melhor (exceto as implicações sexuais que ele fatalmente encontraria… nem que fosse na agulha do soro, rs).

    Foi ótimo acompanhar a série com você, com suas análises sagazes, o bom humor e o entusiasmo pela série. Muito obrigada e até a próxima temp.

  2. Mario Madureira

    Obrigado biancavani! Mas então, ainda estou com um pé atrás com o Arthur sobre esse comportamento estranho que ele teve nessa temporada. Ainda acredito que ele deve ter alguma coisa a ver… Mas em relação a temporada, ainda não acabou! Ainda temos mais um episódio antes do hiatus (se eu não me engano) A TV GUIDE nos confirmou que será o melhor episódio da temporada! Passará amanhã, se chama ‘Let’s Dance’! Você ainda não se livrará de mim tão fácil! hahahahaha

  3. Bianca Mafra

    Eu ainda estou sofrendo a falta do Simon, e ela e Auggie devem ficar um tempo sem entrar nessa historia de romance, afinal ela deve estar abalada, primeiro ben, que eu nem lembro o que aconteceu com ele e se era esse mesmo o nome, Jai, que ela não se interessou, mas ele sim, depois Simon, a mais aventureira das mulheres segurariam a onda antes de começar a ter outro relacionamento.

  4. Mario Madureira

    Também concordo. Acho que essa história da Lena veio a calhar nesse aspecto. Podemos aproveitar essa busca pelo Pássaro Negro, para darmos um tempo na vida amorosa de Annie. Mas depois desse episódio, já consigo ver os dois com outros olhos, sim! =] Annguie

  5. biancavani

    Este último epi parecia um cliffhanger dos mais clássicos, mas então tem mais, e segundo disseram, o melhor da temporada! Que gratíssima notícia!

    Para ser bem inesperado mesmo, “tipo” surpresa para fazer a gente cair do sofá e não conseguir levantar mais, a Joan é quem deveria ser a traidora, junto com a Morcega do Mal – e daí ficaríamos sabendo que eram superamigas, e a inimizade e a competição eram só para despistar… E fazer o Auggie como traidor seria definitivamente o máximo (a cegueira seria fingimento), mas os roteiristas tem outros planos para ele.

  6. biancavani

    Mário, seu perverso! Quase morri engasgada com o chiclete, rindo do seu comentário….

  7. Bianca Mafra

    Mas achei rapido a descoberta da lena, estava esperando ela acordar e ter que provar que a traidora era Lena e não ela.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Log In or Create an account