Log In

Reviews

Covert Affairs – Speed of Life

Pin it
Série: Covert Affairs
Episódio: Speed of Life
Número do Episódio: 3×04
Exibição nos EUA: 31/07/2012

Aqui está a fórmula para um episódio muito bom: crie vários conflitos para personagens distintos e jogue a responsabilidade desses problemas para a personagem principal. Speed of Life foi bem isso, pois Annie foi obrigada a lidar com vários problemas ao mesmo tempo. Enquanto Danielle partia para Califórnia, Auggie levava um fora e Simon chegava a Washington.

Apesar desse relacionamento entre Annie e Simon ser profissional, eles tem uma ótima química e da até uma pena em saber previamente que essa relação não vai acabar bem. Mas se depender do europeu, isso não vai acontecer, por que ele tem muito interesse em Annie, apesar de estar fazendo um ótimo jogo com ela para conseguir despistá-la de seu comércio irregular. Mas o que provou que dessa vez o bichou pegou mesmo, foi juntar além da CIA, o FBI, DIA e todos os outros departamentos que queriam um pedaço desse caso que poderia promover ótimos frutos para todos os envolvidos. Porém, da mesma forma que eu, a CIA também é individualista e segurou o caso por dias até ser obrigada a compartilhar as pistas com o FBI. Então, o agente pateta Rossabi resolveu mais uma vez se aliar com sua “prostituta de luxo” a fim de conseguir capturar o criminoso.

 

É claro que a junção de todos os departamentos não deu muito certo. Ambos capturaram o espião e um farsante se passando por Simon. Enquanto todos os departamentos americanos agiam contra os suspeitos, Simon andava elegantemente por uma avenida movimentada trocando a sua mala com um homem que havia se passado por policial. Mas a verdade é que Simon é o primeiro criminoso de toda a série que tem bolado um ótimo crime que está dando muito trabalho para o os defensores da justiça. E com todo esse pesadelo, Annie é demitida e volta para a DPD. É muito decepcionante em saber que agora a senhorita Walker voltou a trabalhar para Joan, por que eu estava adorando a nova parceria com Lena. Sinceramente, cansei de Joan e Arthur e está na hora de Covert Affairs abranger seus horizontes para outros universos da CIA.

Agora entramos num momento Adele, ao comentarmos sobre a triste realidade de Auggie. Parker volta atrás em sua decisão sobre o casamento e abandona Auggie aos prantos no quarto. Não é triste saber que a única luz que o nosso querido cego presenciava era Parker? Agora que a própria foi embora, Auggie está desolado, preso e sem rumo em sua vida. Ele não quer terminar como Jai (apesar de ser uma motivação pouco favorável para uma decisão como essa), mas a realidade é mais difícil e casar com um espião da CIA não deve ser fácil, afinal de contas, haverá dias que ele viajará para outros lugares e ocasiões que ele terá que partir em função do trabalho. Um exemplo disso foi à pizza que Annie encomendou para Danielle e no final não pode comer com a irmã.

Falando em Danielle, que situação mais tensa aquela em que Annie teve que atender a irmã enquanto estava lidando com Simon, não acham? É muita coisa para processar. Fingir ser alguém para uma pessoa que está ao seu lado e ao mesmo tempo ser outra pessoa para seu familiar no telefone é algo totalmente insano. Somente para profissionais bem treinados para lidar com uma missão como essa e apesar de Annie ter feito burrada, ainda acredito em sua capacidade para terminar o que começou.

Por isso covertianos, Annie com sua grande teimosia e ambição, continuará a fingir sua identidade para capturar Simon em segredo da CIA. Mas o pior ainda está por vir. Daqui a duas semanas, o agente Mossad dará as caras para… Tentar matar Annie! Será um Velozes e Furiosos bem personificado.

Séries citadas:

Bacharel em Ciência da Computação pela Universidade São Judas Tadeu. Nasceu em São Paulo, Brasil, no ano de 1993. Trabalha com desenvolvimento de software na Foster, empresa afiliada a WPP, estuda teatro e desenvolve vários experimentos em seu Laboratório. Assiste Once Upon a Time, Nashville, Downton Abbey e muitas outras.

Website: http://www.mariomadureira.com.br

3 Comments

  1. Bianca Mafra

    adorei a review, principalmente o fado que voce “canta” ao descrever a situação do Auggie. e que final foi aquele???? ela querendo contar para ele mais um dos dramas dela e ele num bem maior, sendo preso

  2. Mario Madureira

    Não é verdade Bianca? Estou adorando a terceira temporada e o fato dos roteiristas estarem montando uma história linear dessa vez!

  3. Pingback: Destaques na TV – quarta, 26/02

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Log In or Create an account