Log In

Reviews

Covert Affairs – Sound and Vision

Pin it
Série: Covert Affairs
Episódio: Sound and Vision
Número do Episódio: 3×02
Exibição nos EUA: 17/07/2012

Estou soltando tiros pelo ar depois de ter assistido Sound and Vision! Que episódio! Nunca pensei que Covert Affairs conseguiria chegar a ter esses momentos intensos na trama. Realmente, foi um tapa na cara dos fãs e principalmente, na minha cara. Eu amei o episódio do começo ao fim. Tivemos tudo o que Covert Affairs traz de bom e com uma dose duplicada em momentos cute entre Annie e Auggie. Quem torce para esse casalzinho, não tem o que reclamar, tirando a parte do casamento com a Parker.

Mas cá entre nós, um relacionamento de quatro meses e a distância já dá motivos para uma pessoa querer subir de nível? Quer dizer, Auggie tomou uma decisão um tanto arriscada querendo se casar com Parker. Certamente é um tiro no escuro e novamente não estou fazendo trocadilhos.

Olhar para Annie escutar a notícia de que o seu querido amigo iria se casar, não só a fez se entristecer como a colocou em alguns dilemas de sua vida. Jai morreu e nunca teve a oportunidade de ter um relacionamento sério (pelo que sabemos) e isso foi um dos motivos, pelos quais, Auggie quis se casar. Segundo ele, a vida é muito curta e nunca saberemos o dia de amanhã. Mas a verdade é que Annie está confusa e se envolver com um colega de profissão pode ser arriscado, principalmente pelo fato do seu caso com Ben ter dado toda aquela complicação que felizmente teve um desfecho feliz. A verdade é que torço para que Annie fique com Auggie, mas acredito que o momento não seja certo para isso. A vida de ambos está em fases diferentes e se colocarmos os dois juntos nesse momento, pode acabar com uma relacionamento que poderia ser prolongado.

E acabei que não comentei nada do que aconteceu com Danielle no último episódio, mas até agora eu estou muito satisfeito pelas suas participações da série. Graças a ela, Annie não morreu na explosão. Porém, estamos nessa situação frustrada, já que Annie é uma espiã e não poder compartilhar nada com Danielle, enquanto a própria acaba forçando um pouco a barra. Mas eu acredito que a série se trate exatamente disso: como lidar com seu lado profissional e o seu lado pessoal juntos e em sincronia.

Enquanto a missão desse episódio, não foi extremamente radiante ver aquela briga entre Lena e Joan na CIA? Finalmente, os roteiristas encontraram um personagem que colocará algum drama interligado com o casal de espiões que foram testados em quase todo o episódio. Arthur está investigando a família Wilcox. Pela primeira vez, concordei com Henry ao colocar toda a culpa em Arthur. De certo modo, o diretor da CIA sempre se mostrou muito infeliz em suas decisões envolvendo Jai e em sua habilidade em trabalhar na CIA. É claro que o próprio personagem era muito chato, mas até entendo o seu lado. Quem não ficaria frustrado vendo seus colegas de trabalho subindo de cargo, enquanto ele se mantinha preso no mesmo lugar? Arthur tem culpa nisso.

Bom, pela primeira vez, Joan se mostrou individualista. Ela quis mostrar que ainda mandava, ao tirar dois de seus melhores funcionários que se encontravam em posições totalmente distintas. O departamento de Joan está decaindo e muitas coisas estranhas estão acontecendo diante de nossos olhos e não estamos percebendo.

Pois é covertianos… Annie continua sozinha. Mas pelo menos, ainda temos Simon para confortá-la.

Séries citadas:

Bacharel em Ciência da Computação pela Universidade São Judas Tadeu. Nasceu em São Paulo, Brasil, no ano de 1993. Trabalha com desenvolvimento de software na Foster, empresa afiliada a WPP, estuda teatro e desenvolve vários experimentos em seu Laboratório. Assiste Once Upon a Time, Nashville, Downton Abbey e muitas outras.

Website: http://www.mariomadureira.com.br

1 Comment

  1. Pingback: Destaques na TV – quarta, 12/02

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Log In or Create an account