Log In

Reviews

Covert Affairs – Rock’n’Roll Suicide

Pin it
Série: Covert Affairs
Nome do Episódio: Rock'n'Roll Suicide
Número do Episódio: 3x11
Exibição nos EUA: 16/10/2012
95.333333333333
4.7
3

É difícil assistirmos a um episódio em que Annie não atua em uma missão. Dessa vez, ela foi à missão e surpreendentemente Eyal foi o grande salvador do dia. O espião de Mossad sempre da as suas caras no mínimo duas vezes por temporada. Ele se tornou um personagem muito especial na história e principalmente uma pessoa importante na vida de Annie Walker. Ambos já passaram por tantas coisas juntos que mais uma missão é um presente para os fãs, isto é, uma missão não-oficial, pois Annie foi se vingar de Lena e acabou nas mãos do governo russo.

Como consequência dos últimos episódios, Auggie está naquele sentimento de inutilidade e vulnerabilidade, já que o seu sentimento por Annie subiu mais uma estágio e ele, infelizmente, não teve o tempo necessário para conversar com sua amiga sobre isso. Parece que a cada passo, o nosso cego predileto sente como se fosse perder Annie em qualquer momento. Dá até para fazer uma analogia com uma mãe e um filho, afinal de contas, o sentido materno entre em sinal vermelho ao perceber que seu filho está em perigo. E isso só ocorre, pois a mãe ama o filho encarecidamente e como Auggie, seu amor por Annie é muito grande para viver sem ela. Um relacionamento difícil, de fato, já que para uma profissão como essa, todos os dias devem ser vividos como se fossem os últimos.

O episódio em si se resumiu a busca de Annie e em como traze-la para a CIA seria primordial. Os contextos externos foram tratados de modo bem simplista, como o relacionamento entre Arthur e Joan que estão em uma pequena crise entre casamento x trabalho. É a mesma situação que parece entrar no fundo do poço a cada episódio: Arthur saindo da CIA e Joan pedindo demissão e ao mesmo tempo tendo nas mãos a oportunidade de se tornar diretora da CIA. Vamos colocar as cartas na mesa: o que mais vale a pena: seguir o amor da sua vida aonde quer que ele vá, ou se dedicar a sua vida? Essa vida citada, não é uma vida contextualizada, é uma vida mais direcionada a profissão. Será que Joan vai largar a ideia de demissão e lutar pelo cargo de diretora da CIA?

Não pude deixar de dar uma olhada na promo do próximo episódio. E cheguei a algumas conclusões. É claro que a promo em si não nos mostrou nenhuma revelação ou qualquer coisa do tipo, mas podemos imaginar que começaremos a ver uma nova perspectiva em Covert Affairs. Primeiro que Eyal vai voltar para o próximo episódio. Já podemos criar uma expectativa de seu personagem se tornar regular. Segundo, Annie vai voltar como heroína para a CIA, então ela deve ganhar alguma promoção ou missões mais arriscadas. Mas a verdade é que temos três Annie Walker’s:

– A Annie antes de entrar para a CIA.

– A Annie antes de conhecer Lena.

– A Annie depois de conhecer Lena.

E essa mudança de personalidade pode ser vista inclusive nesse episódio. Ela estava tão simplista e humilde, não acham? Como aquelas pessoas derrotadas que precisam de um descanso e paz. Mas até parece que a DPD vai oferecer isso a ela, não é?

A contagem regressiva para a season finale começou e também as expectativas do que esperar para os próximos episódios. Vou torcer para que Eyal se tornar um personagem regular e também vou torcer para Annie conseguir um posto mais alto na CIA. Ela merece. Depois de tudo o que ela passou, Annie Walker merece um prêmio de Melhor Espiã do Ano.

Séries citadas:

Bacharel em Ciência da Computação pela Universidade São Judas Tadeu. Nasceu em São Paulo, Brasil, no ano de 1993. Trabalha com desenvolvimento de software na Foster, empresa afiliada a WPP, estuda teatro e desenvolve vários experimentos em seu Laboratório. Assiste Once Upon a Time, Nashville, Downton Abbey e muitas outras.

Website: http://www.mariomadureira.com.br

3 Comments

  1. biancavani

    Amei este epi., nem esperava tanto, pois os três últimos anteriores foram tão bons que bem poderiam ser season finale.
    Nem sonhava que Eyal fosse aparecer! Adoro esse personagem.

    Mário, parece que houve uns olhares significativos quando se falou em arquivo do Simon; será que virão à tona coisas que mancharão a imagem dele?

  2. Mario Madureira

    Adoro o Eyal também biancavani! Bom, é meio incógnita essa questão do Simon agora, né? O episódio deu a entender que esse assunto havia sido encerrado, mas como um bom covertiano eu acredito que ainda tem chão ainda, viu! A Rússia está pretendendo fazer alguma coisa as escondidas…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Log In or Create an account