Log In

Reviews

Covert Affairs – Loving The Alien

Pin it
Série: Covert Affairs
Nome do Episódio: Loving the Alien
Número do Episódio: 3x07
Exibição nos EUA: 28/08/2012

Quando Simon pegou o passaporte de Annie e logo em seguida começou aquele assobio, já imaginei: a Annie vai passar por maus bocados. Mas quando foi que ela não passou, não é mesmo? Loving the Alien soube explorar muito bem o quesito interpretativo de Piper, referente à mudança de personalidade nos disfarces de Annie.

Nesse episódio conhecemos um pouco de Cuba e também de Hector, um dos aliados de Simon. Mas o homem era perigoso e percebeu de cara que Annie não era uma mulher comum. Devo ressaltar aqui que estou maravilhado com essa temporada, pois os roteiristas estão sabendo lidar muito bem com a primeira experiência linear com a série. É claro que tivemos aqueles velhos episódios de sempre relatando alguma missão rápida, mas esse caso de Simon está rendendo ótimos momentos para o show.

Já falando sobre momentos, é nessas situações que vemos Simon – o vilão da história – deixar de lado o seu caráter picareta, para mostrar o homem sem máscaras que gostaria de ver o mundo como uma forma de oportunidade para amar. E o que torna esse contexto mais interessante ainda é saber que Annie também está se sentindo atraída por ele. Apesar de ambos terem seus próprios interesses, eles não conseguem negar o fato de que o fingimento está se tornando realidade de fato.

“O amor nos faz fazer coisas incríveis” Simon.

Mas será que Annie teria coragem de abrir mão de uma grande oportunidade para a carreira dela para ficar com Simon? Quer dizer, não era isso que ela deveria fazer desde o início? Conquistar sua confiança? De que forma ela achava que conseguiria isso? Somente ficando com ele? Era óbvio que ele deveria se apaixonar por ela para que isso acontecesse e achei um tanto ingênuo da parte de Annie de não ter reparado nisso.

E palmas para Auggie que conseguiu retirar alguma informação do pai de Jai. E acabei de descobrir que o meu problema não é somente com Jai. Também não gosto de Henry. Ou seja, possuo um ódio profundo pela família Wilcox. Mas apesar desse ódio acumulado, quando alguém escuta de outra pessoa o lado de seu filho que não veio de você, isso mexe com suas estruturas, principalmente pelo fato desse filho estar morto. Entendo os motivos de Henry por não querer compartilhar alguma informação com alguém, pois queria fazer justiça com as próprias mãos, mas a verdade é que ele não sabe quando ele sairá da prisão e por isso seria muito mesquinho da parte dele de não dizer o que sabe.

Também descobrimos que não é somente Auggie que é um controlador de pessoas. Pelo jeito, Joan também é! Afinal de contas, se não fosse ela, nunca o marido teria aquele jantar. Será que isso foi realmente um favor? Será que Joan percebeu que ela está sendo irracional em relação ao novo emprego do marido? E pela primeira vez, vi Arthur irritado com alguma coisa a ponto de jogar pratos na mesa. Mas a verdade é que um julgamento é algo que fere. Principalmente vindo de alguém que você confiava.

Acredito que Loving the Alien tenha sido uma ótima cartada para o próximo passo de Lena, que inclusive adorei tê-la de volta nesse episódio (mesmo me lembrando da velha Nina de 24 horas). No próximo episódio, teremos um grande golpe na CIA que fará com que Annie tente salvar Simon de uma grande emboscada! Será que finalmente as máscaras cairão?

Séries citadas:

Bacharel em Ciência da Computação pela Universidade São Judas Tadeu. Nasceu em São Paulo, Brasil, no ano de 1993. Trabalha com desenvolvimento de software na Foster, empresa afiliada a WPP, estuda teatro e desenvolve vários experimentos em seu Laboratório. Assiste Once Upon a Time, Nashville, Downton Abbey e muitas outras.

Website: http://www.mariomadureira.com.br

4 Comments

  1. biancavani

    (Mario, vou ver de novo essa passagem, porque, se bem me lembro, o pai de Jai disse “este é o endereço onde Jai está”.)

    Foi bem legal este epi. Imagens de Cuba, os reclamos de um cubano (a culpa é sempre dos USA – eles expulsaram os investidores e empresários na revolução e vivem reclamando do embargo, eita contradição!).
    A trama desta série não é de uma complexidade profunda, sabemos que tudo vai dar certo no fim, mas até chegar esse final a gente se contorce de tanta tensão.
    Annie está com dozinha de Simon, em uma fase escrúpulos versus profissionalismo. Acho que ela nunca será com a nova-chefe-que-não-é-mais. Lógico que o dilema vai aparecer concretamente logo logo.

    Então tá.

  2. Mario Madureira

    Acho que não biacavani! Se bem me lembro, o Henry afirmou “Esse é o esconderijo de Jai”. Mas concordo com você. Sabemos que tudo dará certo no final, mas ainda torço para um final surpreendente. O final da primeira temporada foi bem interessante, a segunda nem tanto. Com essa nova abordagem na terceira temporada, torço para que isso mude!

  3. biancavani

    Ah, entendi! Não o endereço onde Jai está, mas o endereço de Jai (endereço é o maior segredo entre os agentes daquela agência, rs) para Augie procurar pistas sobre quem estaria por trás do suposto (ainda acho que ele vai acabar aparecendo) assassinato de Jai. Certo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Log In or Create an account