Log In

Reviews

Continuum – The Politics of Time e Playtime

Pin it

Continuum The Politics of Time cabeça

Série: Continuum
Episodios: The Politics of Time e Playtime
Temporada: 1ª
Nº do episódio: 1×07 e 1×08
Data de Exibição no Canadá: 15/07/2012 e 22/07/2012

Os episódios das duas últimas semanas de Continuum foram bem diferentes entre si, mas cada qual teve a sua importância no todo. É bem verdade que Playtime foi muito mais gostoso de assistir e o nível de relevância era bem superior a The Politics of Time, mas o episódio 1×07 teve o seu momento.

O principal, a meu ver, em The Politics of Time não foi nem mesmo a união de Kagame ao mais novo presidente do sindicato, o que lhe permitirá controlar todo o porto e, ao seu devido tempo, a própria cidade, já que Jim Martin com certeza ganhou muitos pontos que provavelmente o levarão à prefeitura. O que realmente chamou a minha atenção nesse episódio foi o começo de uma tridimensionalidade para Fonnegra, ponto onde a série vinha falhando miseravelmente. Até agora Carlos era apenas o acessório de Kiera nos episódio e pela primeira vez tivemos um vislumbre de quem ele é de verdade.

Uma pena que Alicia tenha sido a vítima, pois gostei dessa amizade colorida entre ela e Fonnegra. O que não gostei foi da indignação de Carlos com o (ex) amigo ao descobrir que Martin teve um caso com Alicia. A impressão que tive é que Carlos não aceitou o relacionamento dos dois (ciúmes?) e não perdoou o amigo por ter mentido, mas desde quando Martin mentiu? Ele omitiu o relacionamento extraconjugal porque não era relevante ao caso! Não fazia a menor diferença ele mencionar o caso dos dois, já que ele não era culpado.

Para todos os efeitos, Martin e Alicia brigaram por conta da falcatrua na doação da campanha e não em conseqüência da vida amorosa deles. E Martin nem ao menos era culpado da venda de si mesmo para os doadores endinheirados da campanha! Ele só ficou sabendo do rolo juntamente com Carlos e Kiera! Tudo bem, depois ele foi devidamente introduzido a Kagame, mas ainda assim Kagame pode ter se aproximado dele com um discurso favorável ao lado defendido por Jim e não apenas com o tradicional ‘eu doei, agora você fará o que eu disser’.

Continuum The Politics of Time imagem 2

Seja como for, a ideia desse episódio era justamente mostrar que todos mentem e guardam segredos, Kiera não é a única. Aliás, Kiera aprendeu a lição e percebeu que ninguém é 100% honesto e livre de segredos, ela principalmente. Todos têm os seus motivos para guardar aquela informação crucial de outra pessoa, mesmo quando você confia a sua vida a este outro alguém.

Ainda me incomoda essa necessidade de mostrar um lado meio obscuro de Greg, mas isso é porque eu sou fã do casal Cameron e não quero vê-la deixando o marido para lá ou passando a desconfiar dele.

A propósito, há quanto tempo será que Kiera descobriu que foi traída? Recentemente? Logo após o casamento? Parece pouco, mas é uma informação que pode mudar completamente a forma como ela enxerga o marido nos dias atuais.

Já Playtime teve ares completamente diferentes. Cheio de ação, foi possivelmente o melhor episódio da temporada (ou chegou bem perto). Cada um teve o seu tempo de tela, menos Greg e Julian, que foram negligenciados nessa semana, mas eu perdôo porque tudo casou muito bem. E cada vez mais os roteiristas nos mostram uma estranha proximidade entre Kiera e Kellog. Se ele está apenas manipulando-a, se sente algo pela Protetora, ou se tem outra coisa na sua agenda que eu ainda não captei, eu não sei, mas que ela se sente balançada pelo ex-Liber8, ela se sente.

Continuum Playtime imagem 01

E Kellog tem se mostrado bastante útil para a Protetora e até mesmo preocupado com ela. Não foi a toa que ele tentou salvar a sua vida, avisá-la que fora hackeada e ainda foi o único capaz de pará-la quando Kiera estava a um triz de atirar em Carlos.

É bem verdade que Alec desligou o plug, mas se não fosse Kellog atrasá-la, era uma vez Carlos Fonnegra (e era uma vez Kiera também).

O mais interessante foi percebermos que Kiera pode ser hackeada (o que é uma coisa lógica) e que ela vira uma bomba relógio quando controlada (e me faz perguntar o que já implantaram na mente dela e o que já retiraram de importante). Por outro lado, fala muito sobre a personagem e sua confiança na tecnologia que nem a fez titubear em solicitar um novo reboot para Alec. Instintos são importantes, mas a tecnologia implantada dentro dela, faz parte do que Kiera é como pessoa e como Protetora, não dá para simplesmente ficar sem.

O problema é que agora Alec está na mira do Liber8. Não há outra pessoa nesta época capaz de reconhecer o que está instalado na mente da Protetora, e ao salvá-la Alec colocou um alvo no próprio peito. Resta saber como Kagame usará do conhecimento adquirido.

Continuum Playtime imagem final

A grande questão que o episódio nos deixou de presente é o que o velho Sadler enviou para o novo Sadler por meio dos arquivos supostamente deletados da mente de Kiera. Pode ser qualquer coisa, inclusive algo que mudará completamente a forma como vemos Alec daqui para frente.

Estou muito ansiosa e é difícil acreditar que só teremos mais dois episódios nesta temporada. Continuo na torcida para que a série seja renovada.

Séries citadas:

Michele Reis Martins, a Mica, é advogada e mantém o blog Esperando o Esperado. Fã de Arquivo X, Highlander, Buffy, Doctor Who e sci fi em geral.

9 Comments

  1. Juh

    Está demais essa série. E se não me engano já foi confirmada uma 2ª temporada logo no início…

  2. Bruno

    Ver o Carlos apanhando de mulher não tem preço…

    E o desespero de Kellog tentando ligar pra Kiera e sem conseguir? Tem cachorro nesse mato!

  3. biancavani

    Uau, que episódio tenso!
    A princípio, pensei que Alec tivesse descoberto coisas sobre Keira (coisas que nem ela sabia, como programas implantados que a comandavam), mas depois ficou parecendo que foi apenas a informação de que Alec, no limite, é o grande responsável pelo sistema do futuro. Aliás, uma informação que Keira não quis fornecer ao Alec, quando este lhe perguntou se ela sabia algo sobre dele no futuro.
    Kagame é muito ardiloso, muito inteligente.Em uma semana fez mais estragos a Keira que o grupo fez em um mês, antes de sua chegada. E, mais grave, seus objetivos não são piores que os do sistema do futuro. Bem, pelo menos segundo o que nos foi dado a conhecer.
    Só mais dois episódios?! Então isso significa que vai acontecer TUDO nos próximos… e vamos ficar atordoados, fissurados até a próxima temp. 

  4. Bruno

    SE houver uma próxima temp. Alguma confirmação se a série será renovada ou não?

  5. Bruno

    No ep antes desses estavamos comentando de outras séries de Sci-fi, adivinha quem eu vi daquela época fazendo uma ponta em Saving Hope? O Algur, de Earth Final Conflict!

  6. biancavani

    Ele tinha uma crush pela Lili Marchetti, mas foi preterido por um jaridian esquisitão…
    Vou assistir a Saving Hope. Só para rever o Algur já vale.
    Sliders é muito boa mesmo. Tks!

  7. Mariana Paroli

    Já saiu o ep 9 (Family Time). Não vejo a hora de ler essa resenha. Muitas coisas aconteceram e eu to ficando doidaaaaaa (n sei se aguento esperar mais uma semana). 

  8. Pingback: Destaques na TV – Sexta, 10/5

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Log In or Create an account