Log In

Reviews

Continuum – Family Time

Pin it

continuum family time cabeça de texto

Série: Continuum
Episodio: Family Time
Temporada:
Nº do episódio: 1×09
Data de Exibição no Canadá: 29/07/2012

Esta semana Continuum nos apresentou um episódio divisor de águas. Não foi um episódio perfeito, mas com certeza foi importante.

Não tenho muita certeza se conseguirei ser coerente ou falar de tudo o que eu quero, pois tenho ideias demais sobre o episódio passando pela cabeça no momento, mas com certeza tentarei.

Vamos começar com os adolescentes surtando ao serem descobertos e principiarem o que Kagame define como o início de tudo o que ele é. Não creio que a importância do evento para o líder do Liber8 seja apenas o enfoque que a luta ganhou na mídia ou mesmo a proximidade com Kiera. A meu ver, tudo está ligado a Julian e Alec.

No episódio passado Kagame descobriu que Alec está envolvido com Kiera de alguma forma. Como eu não tenho dúvidas de que o Liber8 tem alguma conexão com Sadler no futuro, eu imagino que esta ligação de Kagame com Julian vai muito além do que usar um adolescente como ‘laranja’ em sua luta. Tenho a impressão de que esse evento foi programado por Kagame (que se mobilizou quando soube que o jovem Sadler já estava pronto e em contato com a Protetora) para se aproximar de Julian e assim construir as bases do que será o seu grupo terrorista no futuro (e, talvez, seja a ligação com Julian que colocará Kagame em contato com Sadler no seu tempo de origem).

Parece meio confuso, mas tudo faz sentido se pensarmos que Sadler no futuro tem o conhecimento dos acontecimentos desta época e pode ter informado o líder do Liber8, inclusive deixando-o ciente de que a revolta de Julian seria imprescindível para o desenrolar dos acontecimentos que levarão o futuro a ser como deve ser.

Isso, é claro, deixa Sadler numa zona ainda mais cinzenta do que já está: o empresário será mocinho ou vilão no futuro? Qual a importância nos acontecimentos presentes para moldar a vida do rapaz e suas escolhas?

É claro que todas essas teorias estão baseadas em algumas migalhas, tais como a expressão facial do Sadler mais velho no primeiro episódio, ou mesmo a confirmação de que ele sabia exatamente que Kiera iria para o passado, já que implantou informações para ele mesmo nas memórias dela. Nada disso faz de Alec um bandido, mas que coloca a pulga atrás da orelha de todos nós, coloca.

Outra coisa importante foi a confissão de Kiera para Carlos enquanto este agonizava na despensa. A menos que Fonnegra encare tudo o que ela disse como um delírio (o que seria muito sem graça), a Protetora terá muito o que explicar. A parte do filho e marido é mais fácil, mas a parte deles nem sequer existirem se ela não fizer as coisas certas aqui já não é tão tranquilo assim.

continuum family time kiera-alec

Ainda não me decidi se o desabafo (as lágrimas e a confissão do único amigo) era dirigido a Carlos ou a Alec. Eu, que não gosto muito da união Carlos/Kiera, prefiro pensar que ela falava de Alec. O garoto é, afinal, seu único e verdadeiro amigo. O único ali que a conhece de verdade, com quem ela sempre pode contar e que faria qualquer coisa por ela. E até a parte do mentir diariamente para ele se encaixa, já que Kiera sabe muito sobre o futuro de Alec (e, pelo que eu pude perceber pela forma como ela o tratou no futuro, não é muito fã do empresário), e todos os dias esconde do garoto quem ele será ou como ele chegará até o topo.

Mas por mais que eu queira, não dá para descartar Carlos desse desabafo, já que o parceiro estava ali morrendo, ela tenta se aproximar dele e incluí-lo em sua vida já há algum tempo e mesmo assim mente para ele todos os dias sem exceção. A parte do ‘meu único amigo’ é que eu não consigo comprar, pois Fonnegra não é o único amigo de Kiera e jamais teve qualquer demonstração desse tipo de proximidade entre os dois em qualquer episódio da série. Este posto pertence a Alec, quer os produtores da série aceitem isso ou não.

E, claro, sempre há Kellog, de quem ela certamente não falava, mas que vale a menção porque é o único que está ao lado dela e que a entende de verdade. Confesso que eu venho torcendo para esses dois acabarem na cama há muito tempo e foi uma pena não terem mostrado a cena, mesmo assim, eu não tinha a menor dúvida de que ela iria procurá-lo depois de tudo o que passou. Tem certas coisas que só conseguimos dividir com um certo tipo de gente. Kellog pode ser um manipulador inteligente e traiçoeiro, mas ele entende Kiera, já sofreu nas mãos dela (não apenas uma perda importante, mas duas!), já foi caçado, humilhado e mesmo assim está sempre ali, disponível. Como não procurá-lo?

Não fico muito feliz com a traição a Greg (porque, não me canso de dizer, sou pró ‘família Cameron’), mas é como disse Kellog: “lá você é casada, aqui você está sozinha. Como eu”.

A morte de Randol me entristeceu mais do que eu imaginava possível. Fiquei furiosa com a polícia por atirar no padrasto de Alec sem nem ao menos titubear ou fazer uma verificação mais aprofundada da situação. Ainda mais em uma época como a que vivemos, onde os adolescentes são tão envolvidos com o crime quanto os adultos, em especial crimes de ódio e revolucionários.

Acho que valeria pelo menos uma menção ao final do episódio de que o Randol pai não era o responsável pelo seqüestro e sim Julian.

Imaginem uma pessoa decepcionada, esta sou eu.

continuum family time kiera traje

A boa notícia é que o traje de Kiera está de volta, todo negro. Pode até ser mais bonito, mas eu gostava da cor original. Espero que Kiera retorne às origens logo.

Alguns não gostavam muito da Kiera Protetora, toda funcional e meio alienada. Eu gostava, mas não creio que Kiera seja realmente desconectada com a realidade e com os sentimentos alheios, independente da dependência da tecnologia e do seu traje. Ela apenas estava em uma época estranha, tentando se adaptar. Creio que agora, mesmo usando e abusando da tecnologia do futuro (ela fica invisível!!!), ela não volte a ser tão preto no branco, pois já conhece 2012, já tem uma relação maior com a realidade atual, e principalmente, já tem alguns (poucos) conhecidos por aqui. Não é mais uma estranha no ninho. Bom, pelo menos não muito.

É difícil acreditar que falta apenas um episódio para o final da temporada. Não consigo imaginar minhas semanas sem Continuum. Nem parece que 11 semanas atrás a série não existia na minha vida.

Séries citadas:

Michele Reis Martins, a Mica, é advogada e mantém o blog Esperando o Esperado. Fã de Arquivo X, Highlander, Buffy, Doctor Who e sci fi em geral.

12 Comments

  1. biancavani

    Acho que o Alec é o futuro responsável pelos programas/sistemas (algo assim) de computador, que estão na base do sistema socioeconômico, e que, paradoxalmente, ele aprendeu no passado, com a chegada de Keira. Além disso, coisa que ele ainda não sabe no passado, Keira deve ter trazido alguma informação que ele vai sacar no decorrer da série, para evitar aquele mundo podrão do futuro. Foi por isso que ele ficou com aquela cara de vitorioso, quando Keira foi tragada, junto com os condenados, para o passado. E isso não teria sido acidental, e sim um plano dele.

    Então foi revelado que Kellog, na verdade, entrou de gaiato nessa história de revolta: a irmã dele é que tinha carteirinha daquele grupo… É tão legal como ele adora esses pequenos prazeres da nossa década: as frutas, a arquitetura… E aquele wisky (néctar!)… uau! Mas, Mica, acho que no próximo epi Keira vai dar para trás com o Kellog. A carinha dela estava muito relutante. Se rolar alguma coisa entre os dois vai ser mais para diante. Aliás, acho que os roteiristas ainda não decidiram “Quem vai ficar com Keira”, rs.

  2. biancavani

    Ou seja, nem beijinho vai rolar. Mas, do “catálogo”, na minha opinião o mais interessante é o Kellog. Alec também, mas ele é muito criança para ela nessa década; e muito velho em 2070.

  3. Bruno

    Teve duas cenas interessantes na passagem da confissão de Kiera ao Carlos. A primeira é que ele estava quase moribundo, portanto não deve lembrar de nada (e Alec não estava ouvindo a conversa, pois estava de refém, junto a mãe e ao padastro, então não deve ter sido para ele o papo). A segunda é que ELA TROCOU DE ROUPA NA FRENTE DO CARLOS!!! Achei que iam fazer pelo menos uma piadazinha com isso ;-)

    Roupa preta e Kiera com tecnologia do futuro RULEZ!!! Thanks Alec!

    Parabéns aos que anteciparam o affair entre Kellog e Kiera, vocês acertaram na mosca.

    Fiquei intrigado com o dialogo da Lexa Doig e Kagame, “não te preocupas ele ser morto?” e “tudo começa ali”. Quem é “ele”? Kagame jovem? Algum tipo de lider do liber8 que o Kagame idolatra? E a tatuagem no pulso do Kagame, com o Julian terminando o ep indo fazer uma? Seria do grupo? Ou um indicativo que Julian É Kagame, apesar daquela pista da mãe grávida no 1×05? Quantas dúvidas!!!

    Sobre o Alec do futuro não consigo ver isso que vocês comentam dele malvado. Ele pode ser simplesmente um infiltrado ou descontente no mundo das corporações que usou do Greg para mandar Kiera de volta pra encontrar com ele (com direito a recado e tudo) jovem.

    Puxa, só falta um? Que pena… No meio tempo, tem um CONTINUUM diferente no youtube, websérie bem interessante: http://www.youtube.com/watch?v=Y6727lq__40

  4. biancavani

    Eu acho que Alec está para o futuro assim como Oppenheimer está para a bomba atômica – ou seja, é autor de um invento que, a sua revelia, foi usado para o mal.

    Verdade, essa conversa de Kagame com Sonya é muito significativa. Eu apostaria no Alec mesmo – não como algum tipo de agente do Liber8, mas como autor de inventos (programas de computador) que, além de dar a forma à sociedade futura, é também a chave que pode transformá-la.

    Também achei que Kiera fica ainda mais bonita de preto.

  5. MicaRM

    Minha teoria é de que o Julian seja o mentor do Kagame no futuro e que tudo começou ali, com a morte do seu pai.
    Na verdade é um paradoxo, onde o Kagame velho será o mentor do Julian que será o mentor do Kagame novo.
    Para mim, aí estava a importância da situação. E, eu acho, que o Kagame no futuro sabe que o Julian é irmão de Alec Sadler, por isso foi tão importante descobrir que Sadler está ajudando Kiera no passado.
    Bom, esta é a minha teoria, pelo menos.

  6. biancavani

    De fato, o Julian é o “paciente zero” da psicoce-sociopatia” dos Liber8…

  7. Patrícia Silva

    Oi..com o ultimo episódio da temporada…fiquei com algumas duvidas:Alec jovem é o vilãozinho da história?..esse tempo todo,desde o dia que ele viu a tal da mensagem na memória de kiera,que a meu ver já aconteceu,ele esta usando-a?…e porque ela foi embora com o kellog,fiquei sem entender…o tal do julian que relevancia ele tem na historia,pelo que entendi ele não foi um mero peão…gente sei que deixei passar muita coisa…então uma luz,seria bem vinda…adorei o comentario..bj

  8. MicaRM

    Bom, Patrícia, ainda vou resenhar o último episódio, mas não creio que o Alec jovem seja vilão, ele só agora tomou conhecimento das coisas que ele no futuro faz. Na verdade, nem estou convencida que o Alec no futuro é um vilão….ele tem sua própria agenda, isso é claro, mas o que realmente ele pretende é o que fará a diferença, na minha opinião.

  9. Patricia

    Obrigada Mica,esta série é muito boa,nos faz pensar,diferente de muitas outras….agora vou aguardar sua resenha.

  10. Pingback: Destaques na TV – Sexta, 17/5

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Log In or Create an account