Log In

Notícias

Conheça Mallory Levitt, a caçadora de blogueiros brasileiros

Pin it

Logomarca da CBSMallory Levitt, vice-presidente e assistente geral do Conselho de Propriedade Intelectual da CBS Law. Este é o nome e o cargo da advogada que tratou blogueiros brasileiros como criminosos por divulgar a quarta temporada de Dexter, série exibida nos Estados Unidos pelo canal Showtime, que pertence ao grupo CBS Corporation.

Tudo começou na última segunda-feira (22/6). Provedores de hospedagem do Rockerspace e do Dude News receberam um e-mail de Mallory Levitt, que solicitou a retirada das imagens de um post sobre os pôsteres de lançamento da nova temporada de Dexter, já que os blogueiros não possuíam autorização do Showtime para exibir os mesmos e, por isso, estavam comentendo um crime. Sim, foram tratados como criminosos por exibir imagens de divulgação.

Esta não é a primeira vez que Mallory Levitt trata fãs como bandidos. Como empregada da CBS Corporation, a advogada também cuida dos interesses de outras empresas do grupo, como a Paramount Pictures.

No final dos anos 90, uma das ações de Mallory Levitt foi derrubar sites de fãs de Jornada nas Estrelas. Mandou retirar “qualquer material da internet e de qualquer serviço online futuro”. Os trekkers afirmaram que a caça às bruxas tinha um objetivo: concentrar o tráfego no site oficial de Jornada nas Estrelas, recém-lançado na época em parceria com a Microsoft Network.

Mais recentemente, em 2006, outra polêmica envolveu Mallory Levitt. Dois moradores de Mount Airy, cidadezinha com pouco mais de 8 mil habitantes perdida no meio da Carolina do Norte (EUA), decidiram erguer uma estátua em homenagem a Barney Fife, interpretado por Don Knotts na clássica comédia The Andy Griffith Show, exibida entre 1960 e 1968.

Tom Hellebrand e Neal Shelton chegaram a arrecadar 8 mil dos 35 mil dólares necessários. Mas o projeto teve que ser abortado. Mallory Levitt entrou em ação e proibiu a homenagem, pois o personagem pertencia a CBS Corporation.

Mas nada se compara ao que aconteceu em 2007, em Londres (Inglaterra). Tony Callaghan teve que proibir funcionários e, pasme, clientes de seu bar de fazerem a tradicional saudação “cheers” (equivalente a “saúde” em português).

Mallory Levitt afirmou que o termo “cheers” pertence mundialmente a CBS Corporation. Se Tony Callaghan não banisse a saudação em dez dias, seria punido. Mallory Levitt disse ainda que a responsabilidade por provar o cumprimento da ordem era do dono do bar.

Um dos clássicos da TV, a série cômica Cheers foi produzida pela Paramount Television entre 1982 e 1993 nos Estados Unidos. Ambientada em uma bar de Boston, tinha no elenco Ted Danson, Kirstie Alley, Woody Harrelson e Kelsey Grammer, entre outros.

Tony Callaghan não se conformou, mas aceitou:

Esse americanos são loucos por litígios. Posso ser processado em US$ 1 bilhão.

Texto publicado originalmente no weblog Poltrona.

Séries citadas:

22 Comments

  1. Marco

    Essa baranga – sim , se fosse bonita teria coisas mais importantes para fazer – precisa arrumar uma vida o quanto antes.

  2. Eduardo

    Agora faz sentido porque todos os sites que lidavam com Star Trek desapareceram por volta de 1996, e StarTrek.com virou um ponto central da noite pro dia.

    Advogados sempre representam problema, de uma forma ou de outra. A prática da justiça acaba sendo deturpada com ações desse tipo. Nada contra eles em geral, mas que precisavam de seguir regras mais rígidas, não tenho dúvida. Essa é uma gentalha que causa muito mais problemas do que resolve.

  3. eudes

    Meu Deus! Que Mulher louca! Isto serve para divulgar os produtos! Mal amada rss!

  4. Camila Oliveira

    “Gente, alguém come essa mulher.” [3] Se bem que com umas atitudes desse tipo ela ainda se mantém no cargo, no mínimo deve estar dando para alguém. Só pode…

    Muito sem noção ela.

    Eduardo, não fale assim dos advogados, não. Existem mesmo péssimos advogados, assim como também tem médicos ruins, maus engenheiros, maus professores… Não precisa generalizar. Falo isso porque estudo Direito e defendo a classe. Tem muito profissional bom e respeitável por aí.

  5. Eduardo

    Levando em conta como poder e ganância são prevalentes, é difícil não enxergar eles de outra forma. É o tipo de profissão que requer muita força de caráter e ética.

    Infelizmente, mesmo tendo aqueles que eu tenho certeza que se esforçam nesse lado, não consigo ver essa classe como um todo contribuindo de forma significativa pro bem da sociedade, e sim causando mais problemas.

  6. Felipe Rocha

    “Cheers” é sacanagem. Sei não, mas lembrei da Paris Hilton tentando provar na Justiça que tinha o direito sobre o tal “That’s Hot”.

    Acho que vou dizer que a palavra “oi” é minha.

  7. Andrea

    Dexter por Dexter…

    Gente, alguém dê um tiro na cabeça dessa mulher. (2)

  8. FAO

    O problema é um só: Advogados…
    Enquanto existir essa raça maldita no mundo, o mundos era essa merda…

  9. Milena

    Não é por nada não, mas ela pode até querer processar os brasileiros, mas legalmente eles não cometeram crime algum, pois só divulgaram material promocional (mesmo sem autorização). O próprio nome já diz (material para promoção de algo). A lei brasileira só se aplicaria se fosse material exclusivo ou conseguido de forma ilegal.

    Esse tipo de ameaça só pega mesmo os leigos, que ficam preocupados e com medo de serem processados. Eu, no lugar desses blogueiros, contrataria um bom advogado de direitos autorais e processaria de volta Mallory Levitt e a CBS. Ganharia um bom dinheirinho! :)

  10. letícia

    Gente, alguém come essa mulher.[4]

    se não era p divulgar pq fizeram os posters?
    e pq os fãs não podem fazer uma simples homenagem?
    agora se alguem fizer um review falando mal de uma das series do canal vai ser processado tb por difamação?

  11. reNyeR

    Que mente pequena desse mulher, hein?

    Estão fazendo nada mais nada menos que publicidade gratuíta, que no caso é quase um boca-a-boca, ou seja, a melhor publicidade que existe.

    Ela tinha é que agradecer ao invés de ameaçar.

  12. Natalia

    Lembro que na época quando X-Files ainda estava no ar, a Fox fez algo assim também. Tinham mandado fechar todos os sites de fãs da série (nos Estados Unidos).

    Esses canais são estúpidos. Deveriam ficar felizes com a publicidade gratuita.

  13. Marcus

    O que me espanta mais é ue os diretores da CBS não percebam a burrada que esta advogda vem fazendo.
    O que sustenta uma série são seus fãs e telespectadores, sem eles ninguém teria interesse em anunciar que é o que sustenta as séries.

    A verdade é que estes diretores estão perdidos no atual cenários mundial por causa da Internet. Tudo que eles sabiam a respeito de administrar uma empresa de entretenimento foi por água a baixo por causa da Internet, eles simplesmente perderam o controle das coisas e não sabem o que faer e vão dando tiros no escuro para ver se acerta em algo.

    Lost, Heroes, Star Trek só foram o fenômeno que foram por causa justamente da divulgação por parte dos seus fãs, quanto séries nuinca tinhamos visto falar mas que por ouvir alguém falar bem passamos a assistir e acabamos nos tornando fãs também?

    O que se precisa hoje é uma nova geração de diretores para estas mídias que estejam antenados com o que se desenvolve hoje no mundo.

  14. Leônidas

    Pô os blogs estão fazendo propaganda de graça, sem ganhar nenhum níquel e a baranga acha ruim?… Não sei os numeros, mas acredito, pelo menos no meu caso, que os blogs voltados para as séries tem mais acessos que os sites das tvs, ou estou enganado?… Eu raramente acesso os sites das TV’s, muito complicados, pesados e raramente tem as informações do jeito que a gente precisa!… Tem escroto prá tudo nesse mundo, Deus nos livre!… arghhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhh…

  15. Édio

    Pelo amor! haha
    Ninguém deve comê-la pq o rabo dela pertence a CBS Corporation.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Log In or Create an account