Log In

Notícias

Confira 10 curiosidades sobre ‘Hemlock Grove’, nova série de terror da Netflix

Pin it

Na madrugada desta sexta-feira (19), a Netflix disponibilizou em seu catálogo online os 13 episódios da série Hemlock Grove. A atração original da empresa de streaming foi produzida por Eli Roth, diretor conhecido no cinema pelos trabalhos “de terror”, como O AlbergueCabana do Inferno. 

Hemolcok Grove é baseada no livro homônimo de Brian McGreevy (também produtor do seriado) e tem início quando uma jovem é brutalmente assassinada perto da antiga usina siderúrgica Godfrey. Os suspeitos do terrível crime são Peter Rumancek (Landon Liboiron, de Terra Nova), um cigano de 17 anos que andou espalhando por aí que é lobisomem, e Roman Godfrey (Bill Skarsgard), um dos herdeiros da fábrica onde a garota foi encontrada. Diante das suspeitas, Peter e Roman decidem investigar e chegar até o assassino por conta própria.

O elenco ainda conta com nomes como Famke Janssen (Nip/Tuck), Lili Taylor (Six Feet Under), Kandyse McClure (Battlestar Galactica), Dougray Scott (Desperate Housewives) e Aaron Douglas (The Bridge, Battlestar Galactica).

O site especializado Huffinton Post publicou uma lista de 10 curiosidades que você deve saber antes de assistir o anunciado projeto. Quer ver?

1) Mais parece um filme de 13 horas. “O legal da Netflix é que não há pausas para o comercial. Você não tem as quebras em que é obrigado a assistir uma propaganda de sabão e, em seguida, esperar para descobrir o que acontece. É perfeita dessa forma”, argumentou o ator Aaron Douglas (Battlestar Galactica), que interpreta um policial na história, que investiga o assassinato da menina. Já o protagonista Bill Skarsgard acredita que a nova série seja diferente das muitas outras que exploram universos sobrenaturias. “Você ouve ‘lobisomem’, ‘vampiro’ e pensa ‘Ai, Deus, já vi isso milhões de vezes’. Mas acho que nosso programa pega [o tema] e o reinventa, fazendo com que a série seja estranha, especial e única”, disse o ator, que coincidentemente é irmão mais novo de Alexander Skarsgard, do drama vampiresco da HBO True Blood.

2) A casa usada na história existe de verdade. Em Hemlock Grove, a atriz Famke Janssen interpreta a mãe de Roman, Olivia Godfrey, uma matriarca de 150 anos, que vive em um verdadeiro casarão – a imponência das personagem, por vezes, até nos remete à Victoria Grayson de Revenge. Mas, diferente da série da ABC, em que os cenários são feitos em chroma key, a série da Netflix usou locações de verdade, que fazem parte de um sítio histórico em Ontário, no Canadá.

NOTÍCIAS | Diretor de ‘Hemlock Grove’ diz que série é “bonita e horrível”; veja cena prévia

3) Não é tão obscura assim. “Queríamos algo exuberante, uma paleta um pouco mais colorida mesmo”, revelou McGreevy, que fez questão de enfatizar a sensibilidade visual do show. “Até certo ponto, queríamos criar alguns ecos da ‘Velha Hollywood'”.

4) Há muitos dramas familiares. “Os Godfreys realmente discutem sobre o que há para o jantar”, contou Joel de la Fuente, que interpreta o DR. Johann Pryce. Já Landon Liboiron, que vive um cigano/lobisomem, é mais drástico ao constatar, “Sinto que os seres humanos, ultimamente, são piores do que os montros”. Segundo o jovem ator, todos os personagens da séries estarão reagindo aos acontecimentos sobrenaturais que eles sequer entendem e, consequentemente, irão mergulhar, lentamente, em seus instintos mais sombrios.

NOTÍCIAS | Mais quatro trailers de ‘Hemlock Grove’ caem na Internet

5) Trata-se de um terror psicológico. E não físico. “Uma grande influência para mim, na adolescência, foi Alfred Hitchcock”, falou McGreevy. “A maneira como ele poderia escolher um cenário relativamente mundano e ajustar a câmera em um ângulo estranho, que me faria pensar sobre isso de uma maneira completamente diferente… Isso tudo me influenciou muito quando eu estava pensando sobre o livro.”

Para o produtor-executivo Lee Shipman, a série ainda tem uma “pegada” parecida com Roman Polanski (diretor de O Pianista, O Escritor Fantasma) e Stanley Kubrick (Laranja Mecânica).

6) Não é um programa sobre lobisomens e vampiros. “O pôster da série traz uma mão humana saindo da boca de uma criatura [com as inscrições ‘O monstro de dentro’]. Pelo menos para mim, é mais sobre a interação humana diante das coisas estranhas que começam a acontecer”, assegurou McGreevy.

7) Liboiron e Skarsgard têm química. Shipman é direto ao dizer: Hemlock Grove sobrevive ou morre baseado se a relação entre Peter e Roman, personagens dos dois atores, funciona ou não. “E quando você os assiste, você sabe – esses são os caras”, garantiu o produtor.

“Os dois [Peter e Roman] tem um ‘olho no olho’ que não tiveram com nenhuma outra pessoa. É como uma sintonia sobrenatural”, começou Liboiron. “E, de uma forma estranha, Bill e eu estamos conectados no mundo real também. Nós começamos a conversar sobre relacionamentos, amor e sobre todas as coisas ruins da vida pessoal quase que de imediato. Não houve barreiras, foi instantâneo”, confidenciou.

8) É a primeira série original da Netflix, de fato. Já que House of Cards, que marcou a estreia da empresa na produção audiovisual de streaming – até então, ela apenas exibia as séries de outras produtoras – é inspirada em uma atração britânica.

9) Pega fogo! Segundo os produtores, os três episódios iniciais são apenas uma apresentação da história, mas, em seguida, o enredo decola. “É como uma montanha russa. Depois desses três capítulos, fica muito mais emocionante. Mal posso esperar para que as pessoas vejam nosso filme de 13 horas”, contou o diretor Deran Sarafian.

10) Inspirada em clássicos como Drácula, Frankenstein e O Lobisomem (filme da década de 1940). “Eu queria tirar os grandes monstros arquetípicos da era moderna e colocá-los em minha escola do Ensino Médio”, disparou McGreevy, que, em seguida, fez até uma metáfora. “Resolver os meus sentimentos sobre monstruosidade e os meus sentimentos sobre a adolescência eram praticamente a mesma coisa”, comparou.

Ei, você, que está chegando agora do trabalho nesta sexta-feira: vai fazer maratona de Hemlock Grove no fim de semana? Todos os 13 episódios estão disponíveis aqui, apenas para assinantes da Netflix.

Com informações do Huffington Post.

Séries citadas:

É jornalista formada pela Unesp e pós-graduanda em Gestão Cultural. No TeleSéries, escreve mensalmente a coluna Estilo. Aficionada pelas histórias de terror, sobrenaturais e de mistério, também não dispensa aquela comediazinha romântica... Pushing Daisies, Jeannie é um Gênio, A Feiticeira, Riget, Lost in Austen, Wonderfalls, Samantha Who?, Copper, Harper's Island e Hannibal estão entre suas séries preferidas de todos os tempos! :)

39 Comments

  1. Justiceiro

    Gabriela, gatinha, vocé linda, mas de netflix nao entende porra nenhuma. Lillyahamer, que precede House of Cards e Hemlock Grove, também é original da empresa. ;-)

  2. Bruno

    O que está acontecendo com as séries, agora até os feios são bonitezas estelares?!

  3. Gabriela Pagano

    Para começar, é Lilyhammer, não Lillyhamer.
    Segundo, tudo bem: a série é, sim, da Netflix. Mas ela é uma produção norueguesa que estreia primeiro na televisão da Noruega (sendo uma co-produção entre uma rede de TV de lá e a Netflix). Esse é o paralelo.
    E mais respeito, por favor, para ter alguma validade na argumentação (já que sua identidade, você não usa, então, não exponha as outras pessoas), okay? :-) Obrigada pelas observações.

  4. Marco®

    Olá Gabriela. Olha assisti ontem (19.04.13) O primeiro e segundo capítulos. Na verdade achei pouca coisa falando desta série na internet (ou quase nada). Não entendi muito bem a história. Mas como diz o post acima onde a série “decola” depois do terceiro capítulo. A “mãe” Godfrey tem 150 anos de idade é isso?

  5. Gabriela Pagano

    Oi, Marco! Ainda não consegui assistir, mas, de acordo com a sinopse, ela tem 150 anos, sim. A explicação disso, ainda não descobri. Mas estou ansiosa pra conferir :-)

  6. Alan Oliveira

    Só descobri o que Roman e Olivia são no final, mas se prestar bem atenção, da pra VER claramente o que Roman é(lá pro começo da história). Espero ansioso por uma 2ª temporada, tem muita coisa para ser explicada ainda.

  7. Henri

    Acabei de ver todos os 13 episódios.

    É uma boa série, me prendeu legal! Apesar de eu achar que no final as coisas aconteceram muito rápido, deu a impressão que eles viram que iria ficar muitos buracos e saíram explicando tudo, ficou meio confuso.

    Não gostei muito de alguns episódios com muito mimimi romance, parece que colocaram aquilo só pra levar algumas menininhas a assistir a série.

    Mas no geral é boa, a transformação em werewolf é uma das mais fodas que eu já vi, dou um 7.5 pra série, recomendo o/.

    Gostei do top 10, bem redigido ;)

  8. Gabriela Pagano

    Diante do clichê que essa série poderia ser – não dá para negar que era uma produção arriscada – 7,5 está de ótimo tamanho. Tomara que consideram a segunda temporada mesmo! :) Obrigada!

  9. MicaRM

    Vi os 13 episódios em duas tacadas (05 em um dia, o restante no outro) e a série é de fato um longo filme. Ver em maratona é perfeito: você não sente o tempo passando e a história flui super bem.
    De fato há uma química inegável entre os personagens Peter e Roman, tanto que o único episódio onde os dois não interagem (e se focam em outros assuntos individuais) é o mais chatinho da leva. Toda a trama é interessante, mas a forma como ela se desenvolve entre esses dois garotos é que faz a diferença.
    Não achei completamente imprevisível…na verdade, eu já apostava no resultado depois de poucos episódios, mas ainda assim foi interessante como se desenvolveu. Mas não fiquei satisfeita com o final. Alguma coisa ficou me incomodando. Talvez se tiver uma segunda temporada esse incômodo passe, mas não sei….acho que tudo ficou quase tão redondinho que fazer uma segunda temporada pode estragar.

  10. Marco Antonio Lobo

    É a mesma receita de bolo que inúmeras séries vem tentando emplacar, mas com um requinte sombrio e viciante. Tiro o chapéu para a Netflix pela qualidade do que esta apresentando aos seus assinantes, pois a fotografia é efeitos visuais não tiverem economia de orçamento. De fato um filme longo e não uma série, pois the para ver em 2 partes de se tiver tempo. Que venha a segunda temporada!

  11. Pingback: ‘Hemlock Grove’: veja como foi feita a cena em que Peter se transforma em lobisomem

  12. joao

    alguem sabe dizer se esse net fix e so filmes e sera ou da pra assistir canais tbm

  13. Gabriela Pagano

    Oi, Vitor! Ainda não há nada oficial sobre a existência da segunda temporada, mas o Bill Skarsgard (que faz o Roman) disse que acredita que vá haver, sim. Pelo menos, a série parece ter atraído bom público na Netflix.

  14. Gabriela Pagano

    Ainda não há nada oficial sobre a existência da segunda temporada, mas o Bill Skarsgard (que faz o Roman) disse que acredita que vá haver, sim. Pelo menos, a série parece ter atraído bom público na Netflix. :-)

  15. LunaB

    Gostei muito da série. Espero que retorne.
    E família caprichada essa Skarsgard, hein? Cada homem bonito…

  16. João Gabriel

    Concordo plenamente, pra ser franco achei que seria algo do tipo mesmo… Roman um vampiro! Mas o que complicou é a forma que eles chamam a si no inicio de tudo “Upir ou Uphir” (sei lá como se escreve kkk)… Em fim, é uma ótima série.

  17. Daniel Badue

    Oi,me chamo Daniel.
    Eu gostei da série,assisti duas vezes porque é curtinha demais

  18. Fabio Tadeu

    Gostei muito do suspense imposto no seriado, que até o penultimo
    episódio, eu tinha reviravoltas na mente, tentando descobrir o que iria
    acontecer.

    Outro fato também de que o foco da série está em uma trama e não nas
    firulas entre vampiros e lobisomens. A série apresenta esta eterna
    rivalidade de uma forma totalmente diferente, mas ainda assim, mantendo
    as raízes. RECOMENDO PRA TODOS!!!!

  19. Valmon Cl

    Achei muito legal a serie vi em duas vezes e se desse teria visto de uma vez só,espero que tenha segunda temporada.Bons comentarios Gabriela Pagano

  20. Gabriela Pagano

    Por enquanto, não existe nada oficial. Mas alguns atores da série já deram entrevistas dizendo que esperam e acreditam que vá haver uma segunda temporada, sim.

  21. Pingback: Netflix tem interesse na segunda temporada de ‘Hemlock Grove’

  22. PATRICIA

    Adoreiii!Surpreendente!Não é igual algumas séries que a gente vê o primeiro capítulo e já sabe quem é quem e o que irá acontecer…Aguardo ansiosa a segunda temporada!

  23. patricia

    Achei o Roman um gatoooooo…Ele tem a mesma pegada com crueldade que o pai dele (Stellan) tem no papel que interpreta no filme os homens que não amavam mulheres,um pouco sádico,mas sexy!Será que é assim fora da ficção?????Ah se eu pudesse!Com 1,92cm de beleza é meio difícil resistir!

  24. Pingback: Confira 10 curiosidades sobre ‘Hemlock Grove’, série de terror da Netflix - My Blog

  25. Pingback: [RETROSPECTIVA 2013] Os posts mais acessados do TeleSéries

  26. Renato Dias

    vlw pela dica, vou fazer maratona, rsrs, alguém que curtiu pushing daisies pensei que não encontraria.

  27. Fernanda Malheiros Barbosa

    Ela é uma upir, ou seja ela não morre. na entrevista no The noite com Danilo Gentilli a Famke fala isso. Eu assisti só um episódio por enquanto, então não sei de nada.

  28. Desconhecido

    calma, ela so esta apresentando aluns fatos, sim ela errou nao precisa ficar Histérica.

  29. Desconhecido

    Parem de discutir,ja percebemos que vocês teem muita secura, mas se acalmem -.-

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Log In or Create an account