Log In

Reviews

Chuck – Chuck Versus the Cliffhanger

Pin it

Série: Chuck
Episódio: Chuck Versus the Cliffhanger
Temporada:
Número do Episódio: 4×24
Data de exibição nos EUA: 16/05/2011

Eu não queria estar na pele do Chris Fedak ou de qualquer um dos responsáveis por escrever e dirigir o final de Chuck. Contando por alto acho que a série em quatro temporadas teve pelo menos uns seis finais por conta da indecisão da NBC. E o final dessa temporada, que mais uma vez era para ser o final da série, foi tão bom que realmente eu não sei o que farão para superar e conseguir dar um final digno para um público tão fiel.

A única opção para salvar Sarah é contar com ajuda de Alexi Volkoff que teria o antídoto para o veneno. O grande problema é que o tempo para salvar a agente Walker é muito pouco para a burocracia necessária para visitar Volkoff. Sem contar que seria necessário revelar para a CIA que eles conhecem a verdadeira identidade do “vilão”. Chuck e Casey então decidem invadir a prisão para conseguir o antídoto no tempo necessário. Ao chegarem descobrem que Volkoff foi transferido e são recebidos, via telão, por Clyde Decker, o agente que segundo Casey será o responsável por matá-los para manter o segredo.

A CIA está decidida a não ajudar a salvar a vida de Sarah. E Chuck decidi impedir a transferência de Volkoff. Temos uma das cenas de ação mais legais até aqui. Bartowski pilotando uma super moto.

Além da ação tivemos comédia com Mary com medo do filho pilotando uma moto. Chuck até consegue impedir que Alexi seja transferido mas não a tempo de impedir que Decker o “transforme” em Hartley novamente.

Timothy Dalton deu um show. Se lembrarmos da primeira aparição dele se fingindo de bonzinho podemos perceber que os criadores da série tinha uma boa idéia de onde a história nos levaria. Muito engraçado todo mundo evitando revelar que durante o tempo que ele acreditou ser o russo Alexi ele praticou as maiores barbaridades.

Como o antídoto que ele criou não serviu por completo restou a Chuck partir em busca de Vivian. E mais uma vez temos uma virada na história. Chuck pouco antes de partir é preso por Decker que tira o Intersect dele. Mesmo assim ele decidi ir atrás de Vivian (na Rússia) e Alexi vai junto com ele. Lindo o Casey falando com todas as letras que Chuck foi o segundo melhor agente com quem ele trabalhou e que isso não tem nada a ver com o Intersect.

Chuck: Meu nome é Chuck Bartowski e estou aqui para ver Vivian Volkoff.
Recepcionista: E qual seria o assunto?
Chuck: Ela quer me matar.

Volkoff segundos antes de prosseguir com o plano fica com medo de encarar a filha e deixa Chuck sozinho. Bartowski não se desespera e decidi seguir em frente apenas mudando de tática. Foi interessante ver uma atuação um pouco mais séria de Zachary Levi.

Chuck implora a Vivian pela vida de Sarah. Ela, claro, se recusa e faz todo aquele discurso de vilão. Volkoff/Hartley entra e tenta convencer a filha. Bartowski entrega a Vivian as identidades secretas que ele usaria para fugir com Sarah e assim a convence a recomeçar a vida ao lado do pai.

Chuck: Morgan o que aconteceu com o motorista?
Morgan: Nada. Eu sempre fui o motorista. Eu estou com problema em deixar vocês partir.

Se eu for esmiuçar cada detalhe desse episódio levaria dias e dias. Portanto farei um resumo para pular logo pra parte que interessa. Chuck salva Sarah, eles se casam e Morgan é quem realiza a cerimônia. Sr. Warker e a Sra. Bartowsky ganham de presente de Hartley/Volkoff 877 milhões de doláres. E o que eles fazem? Compram a Buy More.

Casey, Sarah, Chuk e Morgan agora são ex-agentes. Foram devidamente demitidos da CIA. Quando estão reunidos no que sobrou do “castle” Decker aparece no telão e diz a Bartowski que tudo que aconteceu teve um motivo e que a CIA não os juntou por acaso. Chuck tenta saber exatamente sobre o que ele está falando mas Decker apenas sorrir e desliga.
Chuck e Sarah decidem que devem investigar sobre o que Decker falava e resolvem montar uma firma de espionagem independente com o dinheiro e o patrimônio que ganharam de presente. Casey e Morgan aceitam o convite de se juntar ao casal. A ideia de acompanhá-los trabalhando de maneira independente, e como bem frisa Morgan, sem receber ordens já seria interessante mas Chris Fedak tinha mais uma surpresinha.

Ao fuxicar a caixa com os pertences de Chuck, Morgan, empolgado com o novo trabalho, pega um óculos escuro e coloca. A câmera mostra que havia um bilhete da General Beckman para Bartowski e vemos Morgan cair no chão, abrir os olhos e dizer: ‘Eu sei Kung-Fu. Se terminasse nisso para mim já estava ótimo. Felizmente temos mais 13 episódios e só nos resta aguardar para saber como será Morgan de Intersect. Eu realmente espero que não desistam de explorar isso.

Séries citadas:

Pós-graduada em História Contemporânea, pretende fazer mestrado usando séries como fonte. Seriados fazem parte da sua vida desde sempre. Magnum, Casal 20, Macgyver, Super Vicky são alguns deles. Assiste aproximadamente 40 séries (incluindo algumas já canceladas). Está aprendendo a abandonar séries mas sempre acaba colocando outras no lugar.

1 Comment

  1. Pingback: Destaques da Semana – Brasil – 16/1 a 22/1

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Log In or Create an account