Log In

Reviews

Chicago Fire – Prove It

Pin it
Série: Chicago Fire
Episódio: Prove It
Número do Episódio: 2×02
Exibição nos EUA: 01/10/2013
95.666666666667
4.7
3

Não posso negar que Chicago Fire está me agradando como nunca. O roteiro melhorou e as tramas dessa estreia de temporada estão muito mais consistentes. Alguns acontecimentos ainda estão relativamente rápidos mas, depois de uma primeira temporada de 24 episódios, consegui me acostumar e por enquanto sou só elogios porque, definitivamente, estou bem feliz com a trama. Com Prove It, mais um episódio eletrizante do início ao fim, a série veio provar, literalmente, que ficará por muitos anos na grade da NBC.

Os incêndios criminosos que se iniciaram no episódio anterior ainda são um mistério para Severide e o batalhão. Quem quer que estivesse ameaçando o bombeiro, agora ameaça todo o batalhão, já que o alvo da vez foi o restaurante de Ingrid, mãe de Mills. Num primeiro momento Severide imaginou que o criminoso fosse um homem com quem teve problemas no passado. Mas como dizem, o inimigo mora ao lado e agora, após descobrir que o verdadeiro culpado é seu ex-colega de trabalho, Hadley, a questão é: como provar isso?

No momento do incêndio no restaurante rolou uma torta de climão entre Ingrid e Boden porque Mills – mais uma vez – quis ser herói para salvar… as medalhas do pai. Acredito que esse seja o momento para retomar o plot entre o caso dos dois para ver como a relação entre Mills e Boden ficaria por definitivo. O jovem ainda se destacou no episódio por começar a suspeitar do comportamento de Clark. Apesar de estar certo sobre o novo membro do batalhão, Casey acredita que a suspeita de Mills não passa de dor de cotovelo por ter perdido seu posto para o novo bombeiro. Felizmente, os bombeiros já suspeitam que tenha algum “dedo-duro” entre eles.

E o bebê de Reneé não era mesmo de Severide. Após dar um super tapa no bombeiro, Reneé confessou que passou apenas uma noite com outro homem para tentar esquecê-lo e que tentava se enganar afirmando para si mesma que o filho era de Severide. Ela foi embora e, dessa vez, parece definitivo. Mais felicidade na vida amorosa do bombeiro, por favor.

Como era de se esperar, ele voltará a morar com Shay. E falando na paramédica, rolou um super clima entre ela e a representante imobiliária. Será que vem por aí um novo amor pra ela finalmente, ser feliz? Torcendo! Severide e Shay voltarem a morar junto não é novidade. Aqui, o que talvez mude, é o fato de que ganhem um novo roommate já que a nova residência terá mais cômodos. Pode ser que esse novo morador – se existir – renda boas histórias.

Um dos pontos altos – se não o maior – do episódio foi Heather e as crianças Darden. A mulher pegou uma pena de 15 meses devido ao acidente causado no final do episódio anterior. Enquanto ela cumpre sua pena, Casey também se vê numa prisão afinal, ele é quem será o responsável pelos dois filhos de Heather. Apesar de toda a ajuda que o batalhão oferecer, o bombeiro será o maior responsável pelas crianças que, além de darem um pouco de trabalho, fazem com que os fantasmas da morte de Darden estejam sempre presentes na vida de Casey. Apesar disso, ver a relação do bombeiro com as crianças será interessante, já que ele sonhava em construir uma família com Hallie.

Ainda sob a possibilidade de fechamento, o Esquadrão 51 segue de pé e Gail tem tudo para ser aquela personagem que nós adoraremos odiar. Com Clark sendo seu informante, as coisas estão bem fáceis para ela atormentar a qualquer hora o Chefe Boden, que não anda nada amigável quando se trata dessa mulher.

Depois de tanto drama, a parte engraçadinha do episódio fica por conta de Mouch e a eleição. Herrmann se revelou o cérebro por trás da candidatura de Mouch e preparou o bombeiro para seu discurso em outro batalhão. Ele só não contava que Mouch fosse esquecer o que dizer mesmo com papel nas mãos. Pelo visto, eles terão que ralar muito para conseguir chegar ao objetivo.

E pra fechar, o que, afinal, o personagem de Jesse Lee Soffer procura no Molly’s? O misterioso rapaz, que apareceu no episódio passado, jogou seu charme para Dawson e conseguiu um encontro. No final da noite, pegou as chaves da paramédica, abriu a caixa registradora e… não pegou nada. No spin-off, Chicago PD, o personagem de Soffer será um detetive, logo ele deve estar investigando algo. Mas o que?

Sobre os resgates:

O acidente na rodovia, com a casa tombada foi um sequência de tensão e aflição infinitas. Mas a sequência de cenas para acelerar nossos corações ficou por conta das paramédicas, Shay e Dawson. As meninas mais uma vez se envolveram em um resgate delicado que quase resultou em agressão a elas, e também em morte. Com a ajuda da polícia, duas mortes foram evitadas. E viva esse funcionamento perfeito da polícias nas séries o/

Séries citadas:

Tem 23 anos e é bibliotecária. No TeleSéries já foi editora de notícias e hoje escreve as reviews de Modern Family.

1 Comment

  1. Pingback: Destaques na TV – terça, 29/10

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Log In or Create an account