Log In

Reviews

Chicago Fire – Fireworks

Pin it
Série: Chicago Fire
Episódio: Fireworks
Número do Episódio: 1x18
Exibição nos EUA: 20/03/2013
71
3.5
1

Particularmente, achei o episódio Fireworks muito morno e fraco para o padrão da série. Um episódio para completar a temporada e dar o pontapé inicial em algumas situações mas sem grandes surpresas e nada de tão emocionante. Totalmente o contrário do que imaginei que seria já que a série retornou de um hiatus.

Dawson não contou nada então Petter Mills e sua sede pela verdade continuaram com tudo e dessa vez o menino com cara de bom moço não suportou ouvir a versão da história que ele não queria e partiu pra cima do Bennie Severide, que lhe falou umas verdades. Essa foi, talvez, a cena mais inesperada do episódio já que Mills está sendo testado diariamente para se tornar parte do esquadrão, de fato. A atitude do Chief Boden mostrou, mais uma vez, que seu profissionalismo fala mais alto quando é colocado em jogo também o seu lado pessoal. Mills está suspenso do batalhão até segunda ordem, mas acredito que será por pouco tempo.

Nos foi esclarecido que o pequeno caso que Boden teve com a mãe de Mills foi quando ela e o marido haviam rompido e que o caráter do bombeiro falou mais alto, pois ele foi capaz de deixar a mulher quando percebeu que seu amigo ainda tinha sentimentos por ela. Gostei da cena em que ele esclarece isso com Dawson. Mostra que, além de tudo, ele é humano.

Benny Severide pelo menos não apareceu de volta ao batalhão só pra deixar as coisas mais emocionantes. Ele também serviu para que descobrissem como foi que um dos incêndios do episódio ocorreu. Que aliás, foi um dos piores casos da série até hoje e mais um no estilo “quero dar o golpe na seguradora”. Clichê o extremo! Mas, a resolução desse caso só foi possível porque ninguém menos que Boden permitiu a ação de Benny, porque apesar de tudo, o Chief reconhece a capacidade de lidar com uma investigação de incêndio que, de acordo com ele, só Benny possui.

Apesar de todas as pistas nos levarem ao fato de que Shay e Severide podem ter um filho juntos, eu acreditava que a atitude partiria dele e não o contrário. Pois bem, depois de ter descoberto que Mouch também era um doador e de ter conversado com ele a respeito do processo de doação,  Shay resolveu falar com Severide. A princípio o bombeiro pareceu hesitar e quase negar a proposta mas tudo indica que ele será o amigo de sempre e fará essa boa ação. Já disse antes, e volto a repetir, que sou contra essa atitude mas não nego que será um bebê super lindinho caso isso siga adiante.

Heather está apostando todas as suas fichas em Casey e o bombeiro parece estar gostando da coisa. Depois do beijo no episódio anterior, a moça já se jogou logo pra um jantar na casa do bombeiro e adormeceu no sofá. Essa simples atitude da moça promete ser a o combustível que vai alimentar a velha discussão entre Casey e Severide sobre a mulher do falecido amigo Darden. Isso mesmo, a velha discussão que nós esperávamos no início da temporada.

O grande problema em Chicago Fire é que muitos episódios estão ficando jogados no meio da temporada e vários plots estão sendo finalizados muito rapidamente e esse vai-vem de intrigas e personagens que os roteiristas jogam pra nós a cada episódio é quase uma afronta à nossa inteligência. Espero que eles consigam acertar o ritmo até o final da temporada.

Séries citadas:

Tem 23 anos e é bibliotecária. No TeleSéries já foi editora de notícias e hoje escreve as reviews de Modern Family.

1 Comment

  1. Rubens Rodrigues

    Eu pensei que o Mills descobriria a verdade, e mais, achei que a Dawson contaria. Acho que se não foi agora, morreu o assunto. Até porque, como você bem pontuou na review, Maísa, os plots estão sendo finalizados muito rapidamente. E de verdade, ainda não consegui concluir se isso é um mérito ou não pra série.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Log In or Create an account