Log In

Reviews

Castle – Under the Influence e Death Gone Crazy

Pin it
Série: Castle Episódios: Under the Influence e Death Gone Crazy Número dos Episódios: 5x11 e 5x12 Exibição nos EUA: 07/01 e 14/01/2013
75.5
3.7
2

Eu pensei muito sobre escrever ou não essa review. Ela está tão, mas tão atrasada, que talvez nem valeria mais a pena publicá-la. Mas sei que tem um pessoal que gosta de ler os textos, e há também quem acompanhe a série pelo calendário brasileiro. Então, resolvi publicá-las. E esclareço que amanhã posto a review de Recoil, e então seguiremos em dia e felizes.

Under the Influence foi um episódio ok. A primeira coisa a se falar sobre ele é que estranhei bastante a ausência de momentos casckett. Nenhuma ceninha, nada. Ta certo, teve aquele inicio de episódio, com o diálogo sobre o filme Valentine’s Day. Mas nada muito expressivo. E isso, com certeza, influenciou na minha visão sobre o episódio. Explico-me.

O caso era muito bom, cheio de reviravoltas, supreendente, hipnotizante? Não. E quando isso acontece, usualmente é a dinâmica Casckett que prende a atenção dos espectadores. No melhor estilo “ah, o caso não foi legal, mas Castle e Becks estavam tãããão fofos!”. E em Under the Influence isso ficou faltando. O maior destaque do episódio foi para Esposito, que novamente deixou seu grande coração em evidência, como já havia acontecido em Secret Santa. E descobrimos que seu passado difícil é um bom motivo para seu comportamento caridoso e comprometido.

Sobre o adolescente, achei a dinâmica dele com Espo legal. A tiração de sarro mútua, o afeto que foi surgindo entre eles. E fiquei com a impressão de que podemos ver ele novamente, já que Javi se compromete a auxiliar o garoto a se manter na linha e ainda tenta garantir sua segurança.

Under the Influence foi, então, um episódio mediano, sem grande destaque.

Death Gone Crazy foi igualmente mediano. Dessa vez a vítima foi Beau Randolf, e o caso foi igualmente pouco interessante. Mas Castle, definitivamente, já teve casos melhores. Não dá pra aceitar que apenas os casos que tem relação com a morte de Johanna ou com o 3XK sejam interessantes.

Javi outra vez teve destaque, mas dessa vez em razão do seu caráter flertador. Achei engraçado o envolvimento dele com a segurança de Beau, que “é sexy porque quebrou o nariz do cara”. Também foi hilário ver Beckett chegando e acabando com o encontro de Esposito, justamente quanto ele iria com a moça para um lugar “mais à vontade”.

Alexis apareceu, mas apesar de eu achar que ela e Martha precisam aparecer mais, achei a trama envolvendo ela bem bobinha. Foi pouca coisa pra muito surto. Porém, foi bem plausível, já que o compartilhamento de informações pessoais na internet é cada vez mais frequente. Só acho que talvez um pouco mais de densidade fosse requerida pelo tema.

Antes de encerrar, preciso dizer que li algumas opiniões na internet, sobre a ausência de um fio condutor nessa temporada do episódio, e começo a concordar com isso. Com o “encerramento” do caso Johanna, era necessário que outro arco central fosse desenvolvido. Inicialmente, esse arco foi o relacionamento Casckett, e como as coisas entre eles iam se desenrolar. Mas o seriado não é sobre o casal – e nem deve ser -, e nesses dois episódios nem isso foi explorado. Friso, é preciso de um arco central NOVO. Ou o desenvolvimento defitivo do 3XK, ou outro serial killer – Castle é pobre, nessa área. Não acho que a saída seja voltar ao velho plot, que alimentou 4 temporadas do seriado. O caso envolvendo o assassinato da mãe de Becks sempre rende bons – ou melhor, ótimos – episódios. Mas não deve ser o artifício usado sempre que Castle está pobre de temas, porque cansa falar sempre sobre isso. E uma hora o tema se encerrará definitivamente, e os roteiristas ainda terão o problema da carência de plot pra resolver. Então, eu torço, E MUITO, pra que um novo plot, reluzente e interessante, apareça por aí. Sem falar que já passou da hora de explorarem o pai de Rick.

Castle chegou à metade de sua quinta temporada clamando pelo desenvolvimento de novas histórias. Espero que isso seja feito em breve, antes que prejudique o andamento das coisas, a audiência, e o futuro do seriado.

Até amanhã!

Séries citadas:

Editora Chefe do TeleSéries, gasta boa parte da sua semana com séries. Sua estréia foi com ER, e atualmente assiste - entre várias outras - Grey's Anatomy, Game of Thrones, Suits, Castle e Rookie Blue. Ainda assim, arrumou um tempinho para maratonar Friends, The X Files e Chuck - pela qual se apaixonou, recente e irremediavelmente. Está saindo da crise de abstinência de Fringe graças à Orphan Black.

1 Comment

  1. Pingback: Destaques na TV – segunda, 23/9

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Log In or Create an account