Log In

Reviews

Castle – The Fast and the Furriest

Pin it
Série: Castle
Episódio: The Fast and the Furriest
Número do Episódio: 5x20
Exibição nos EUA: 15/04/2013
80.571428571429
4
7

Duas semanas depois do centésimo episódio e eu ainda estou na adrenalina. Acho que vocês também, não é? E foi nessa adrenalina misturada com a expectativa pelo novo episódio que recebi The Fast and the Furriest nessa segunda-feira. Claro que a gente sempre espera uma sequência de bons episódios e é claro que em Castle essa espera não é em vão. Afinal, não é todo dia que a gente encontra um Pé-grande por aí.

O episódio começa com uma mulher, com o rosto misteriosamente desfigurado, que rendeu, ao longo do episódio, especulações nada convencionais de quem possivelmente seria o assassino. Logicamente, todas as teorias que fogem do comum saem da cabeça do Castle e dessa vez não seria diferente. Aliás, essa mente fértil que ele possui é uma das melhores características do personagem. Acredito que quando o Marlowe decidiu escrever o personagem, ele quis fazer um homem forte, mas com um espírito de menino ainda preso naquele corpo e tem conseguido manter essa direção ao longo desses quatro anos. Não é a toa que o Castle, após a falha (óbvio), tentativa de interagir com o gorila, põe a culpa do assassinato no animal. E não para por aí.

A investigação corria normal, mesmo com Castle e suas ideias mirabolantes, até que novas evidências são encontradas, o que leva o nosso escritor a um novo suspeito: o Pé-grande. Claro que nessa hora eu comecei a rir. Porque você sempre acha que a mente do Castle já voou o bastante, mas aí vem um outro episódio e te mostra que ela pode ir além. E eu não sei o que é pior: as teorias absurdas ou eu que sempre (aposto que vocês também, admitam) acabo acreditando, nem que seja um pouco, no que ele diz.

Porém, se tem uma pessoa que bate o pé para as ideias dele, essa pessoa é a Beckett. E antes de qualquer coisa, eu já quero deixar por escrito o quanto eu amo esse embate, quase que involuntário, que ocorre entre os dois quando a missão é descobrir quem tem a razão. Desde o piloto da série nós descobrimos que ambos possuíam gênios fortes e diferentes, o que deixaria margem para anos e anos de provocação. E essa “guerrinha” que a Beckett faz para desbancar as ideias do Castle e as desvencilhadas que ele tem para mostrar que sua teoria é a certa sempre aprimoraram os episódios. Sem falar nas viradas de olho que a Beckett faz, tentando mostrar por fora a indiferença quando, por dentro, está achando a coisa mais fofa do mundo. Kate, eu já descobri o seu segredo!

Mas deixemos essa descoberta de lado e voltemos ao episódio, porque é no meio dele que os 42 minutos – pelo menos para mim -, valeram mesmo a pena.

Na semana passada, eu tinha comentado que poucas vezes a rotina do casal havia sido abordada desde o início do relacionamento e parece que o Marlowe andou lendo a minha review. Eu nunca, em nenhum momento, desde que comecei a assistir Castle, esperei uma cena como essa no meio do episódio. Então vocês já podem imaginar como foi a minha reação ao ver a Beckett surgindo, pela porta do quarto, de blusão e shortinho, deitando na cama do Castle e tendo uma conversa típica desses casais que vivem juntos há anos. E, novamente, como eu havia mencionado na semana anterior, a abertura que ela vem tendo às questões emocionais é cada vez maior, o que faz meus olhos brilharem ao ouvir coisas assim: “Existe um inexplicável e misterioso fenômeno que eu acredito. Nós”.

Vale ressaltar também que todas as cenas que há esse envolvimento emocional do casal sempre são tratadas e construídas com afeto e atenção aos mínimos detalhes, e isso dá para perceber quando assistimos o resultado. Essa é a melhor forma de um diretor mostrar o quanto se importa com o público que está do outro lado da telinha e que acompanha, fielmente, o desenrolar da série. Sou grata por isso e tenho certeza que todos são também.

Mas como nem tudo são flores, e em Castle o que não falta é gente e situações para atrapalhar o momento do casal, finalmente descobriríamos quem estava roubando a comida de Castle. E quem seria? A empregada? Os “super ratos”? Pé-grande? Não, Alexis! Como se já não bastasse a surpresa, ele ainda implantou uma armadilha na geladeira – coisa típica da mente fértil e conspiradora que ele tem. E eu não o perdoaria, pelo menos não até ter aquela conversa que ele sempre tem de pai para filha e que ocorreu no final do episódio. Momentos em que ele lida, diretamente, com questões que envolvem a Alexis sempre mexeram com os fãs e espero que isso nunca se perca nas próximas temporadas (que nós teremos, claro).

Depois de eu ter me acabado de rir com a Alexis parecendo um integrante do filme Avatar, ainda tinha fôlego para rir do Castle tentando se comunicar com o possível Pé-grande e com ele e Beckett caindo na armadilha no meio da floresta. Juro para vocês que assim que eles caíram, a primeira coisa que veio na minha mente foi: ela vai dar um jeito de sair de lá e, obviamente, esse jeito vai ser subindo no Castle. E não é que eu acertei? Aliás, subir no Castle para escapar de um lugar já não é novidade. Quem não se lembra de Cuffed? Tsc, tsc.

Algemas a parte, a jovem Anne tem seu assassino descoberto e ele era, de longe, muito diferente do Pé-grande. Mais uma vez Castle tem sua teoria destruída quando descobrem que o Dr. Meeks era quem andava por aí caracterizado do animal, o que não irá impedir o surgimento de mais ideias mirabolantes. Assim como os zumbis não pararam o Castle, o que é um Pé-grande, certo?

De fato, The Fast and the Furriest foi um episódio bom, super engraçado e com uma cena caskett linda que valeu os pontos que atribuí para Castle essa semana. Acho que nessa reta final, tirando Still  e a season finale, o restante dos episódios serão assim; descontraídos, leves e, espero eu, com cenas que encham nosso coração “shipper” de alegria. Deixo aqui com vocês mais um beijo com luz que a ABC nos proporcionou e até semana que vem!

Séries citadas:

Futura professora, 20 anos, estudante de Letras da UFF, monitora de Português do Colégio e Curso pH e amante de uma boa literatura. No TeleSéries é editora de reviews e reviewer de Castle e Bad Judge. É viciada em séries e dizem por aí que shippa praticamente tudo que se move. Fã incondicional de Roberto Carlos, ama também falar em 3ª pessoa.

Website: http://minhaasconfissoes.blogspot.com.br/

8 Comments

  1. Graça Bispo

    Viu? Não doeu entregar logo após a apresentação. Adorei a sua review. Completa, detalhada, comentada, participativa com os fãs. Obrigada. para o episódio concordo com você, nota 4. Ah! Soube que vão troca Still de data por causa da bomba de Boston.

  2. Ana Botelho

    Sim, trocaram a ordem dos episodios =)) vou lançar a nota assim que tiver um tempinho e obrigada por ler e comentar (:

  3. Mariela Assmann

    Ótima review, Ana. Realmente, a responsabilidade aumenta muito depois de ótimos episódios serem exibidos. Por isso gostei desse episódio, claro que a qualidade não foi a mesma do anterior, mas cumpriu bem seu papel de enterter e divertir.

  4. Ana Botelho

    Obrigada, Mariela =))
    E sim, Marlowe tem consegui intercalar os episódios variando a qualidade, mas sem deixar que a gente fique com sono na metade do episódio haha ele tem o poder :P

  5. Màrcia

    Ana, não é fácil depois do episodio e de vê uma promo como de Stil manter a concentração colocar os mínimos detalhes, como fã de Castle que sou adorei esta indo muito esperando o próximo!!!

  6. Ana Carolina Mello

    Aa mais um ótima review Ana, Parabéns!
    Poxa como não gostar ne de um episódio de Castle onde eu dei mta risada, as cenas dele na floresta foram mto engraçadas, as caras dele de medo e anciedade eu gostei demais. A cena da cama realmente foi linda e mto fofa, é sempre mto bom ver os dois juntos e como é o dia-a-dia de casal deles *-*.
    A agora a Alexis azul ok foi engraçado, mais pow empata heim, não precisava! ahahah
    Agora é aguardar anciosamente pelo próximo né.

  7. Ana Botelho

    hahahaha Andrew sempre acha um jeito de cortar nosso barato e dessa vez usou a Alexis hahahaha e eu la, toda animada, crente que ia sair O beijo… hahah enfim, ne. Brigada pelo comentário, Cana ?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Log In or Create an account