Log In

Reviews

Castle – Target e Hunt

Pin it
Série: Castle
Episódios: Target e Hunt
Número dos Episódios: 5x15 e 1x16
Exibição nos EUA: 18/02 e 25/02/2013
97.428571428571
4.8
7

Há tempos se bradava por uma presença mais maciça de Martha e Alexis nos episódios de Castle. E nossos clamores foram ouvidos. Há tempos que queremos saber mais sobre o progenitor de Castle. E eis que ‘Hunt. Jackson Hunt’ deu às caras nesse episódio.

Há tempos que todos sabem que em fevereiro tem episódio ‘duplo’ de Castle, e que isso significa assistirmos o desenrolar de uma trama top. E, mais uma vez, Aman e Marlowe (que escreveram, respectivamente, os episódios) não decepcionaram os fãs.

E a junção dos episódios duplos com mais Alexis, Martha e com o integrante perdido da família… voilá, resultou em dois ótimos episódios. Uma prova de que Castle tem muiiiiiiiito potencial, mesmo quando não utiliza o plot Johanna Beckett. Yeah!

Target e Hunt foram, ambos, muito bons. Claro, Hunt foi mais emocionante, mais aflitivo, mais mais. Impossível competir com um episódio com um BOOM desse. Mas o desfecho ‘épico’ só foi possível em virtude de um início bem trabalhado, instigante e interessante.

Sejamos francos. Se em Hunt apenas fosse concluída a trama do sequestro da filha do egípcio poderoso, ainda assim não teríamos um plot maravilhoso? TERÍAMOS! Digo isso sem medo de errar, porque Target foi um ótimo episódio. Prendeu a atenção do início ao final, e não só porque Alexis Castle era uma das sequestradas, e Castle era um pai com o coração partido. Também porque ficávamos imaginando qual a organização criminosa era a responsável pelo sequestro, por que o sequestrador foi torturado e morto e, especialmente, se a amiga de Alexis sobreviveria (ah, come on! Era ÓBVIO que Alexis sobreviveria. A tensão, pra mim, foi outra).

E foi interessante acompanhar as investigações de Beckett e cia, ver como Gates se importa com seu pessoal – e como Castle está incluído na ‘família’, apesar do lance dos brincos -, ver como o relacionamento de Castle e Beckett é forte (ao mesmo tempo que temíamos uma ruptura, por alguma questão de investigação que extrapolasse a vontade de Becks). Enfim, aqueles detalhezinhos que fazem toda a diferença.

Alexis é BEM esperta e usou todo seu conhecimento e habilidade emocional pra tentar controlar a situação. E isso fez toda a diferença no caso.

Nathan como um pai preocupado foi um show à parte. Justo agora, que ele estava crescendo e amadurecendo, dando mais espaço a Alexis… Deu uma dorzinha no coração vê-lo assistindo aos vídeos da garota, dizendo que não perdoaria à Becks e nem a ele próprio se ela não fosse encontrada a salvo, vendo a preocupação com a filha, ao falar com ela no skype. Que dó, que dó, que dó do escritorzinho!

Mas logo no início de Hunt há um twist, e a história mudou de direção. A trama da filha do poderoso egípcio se encerrou muito cedo. Não fazia sentido que Alexis não fosse liberada. Ali, já havia ficado bem evidente que o verdadeiro alvo era ela. Eu só não fazia ideia do motivo. E assim que vi o retrato falado, fiz uma cara de espanto e gritei mentalmente “O PAI DE CASTLE!”. Porque achei os dois MUITO parecidos. De verdade, idênticos. Só que na minha cabeça, Castle-pai era um cara mau, e ele havia orquestrado o sequestro todo para entrar em contato com o escritor. Será que viajei sozinha na minha teoria Rickeana?

Outra coisa óbvia: Castle dispensando a presença de Beckett, quando comunica que vai para casa. Qual é, pessoal? Rick é conhecido por não desistir das coisas. Era evidente que ele iria pra Paris. Kate foi mirinzinha ao acreditar no namorado. Faça-me o favor, pelo menos não deveria ter ficado espantada ao descobrir que ele não estava em casa.

Mas Becks foi super consciente ao agir como policial, enquanto Castle agia como pai. E apesar da participação de Beckett ter sido menor no segundo episódio, a cena do interrogatório da namorada do contrabandistazinho valeu por tudo. A fúria da mulher fez com que eu me encolhesse um pouquinho. Que virada de mesa. E o alivio dela no final do episódio foi fofíssimo, também!

Já Rick teve bem mais tempo de tela. E foi legal ver ele em uma Busca Implácavel, dando uma de Liam Neeson. A partir daí, o episódio teve realmente ares de espionagem, como em um filme de “Bond. James Bond”. E eu tava simpatizando a valer com o francês enigmático e badass, mas ele era um bastardo!

Quando o poderoso falou “eu não sabia quem ela é” eu pensei “AHÁ! SEMPRE SOUBE”, achando que o vovô era o maior mafioso francês e estava usando a netinha pra dar um oi pra família, resolver um antigo drama com Martha, etc e tal. Mas minha certeza durou segundos, porque logo Hunt apareceu e descobrimos que o pai de Castle é, na verdade, um espião – ou agente da CIA, como vocês preferirem. E que o bad Guy era, na verdade, seu arquiinimigo da agência Russa de ‘espionagem’, Volkov.

A partir daí, vimos a conclusão da história do sequestro de Alexis. Com a ajuda de Castle – que esteve no meio de uma “história mirabolante” que poderia muito bem ter sido uma de suas teorias para resolução de crimes – Hunt explodiu os inimigos e orquestrou a fuga de Castle e Alexis (que achei um tanto quanto fácil demais) até a embaixada americana. UFA!

No final do episódio, sobrou fofura. Alexis voltou para casa, sã e salva. Becks e Castle tiveram seu momento shipper. E descobrimos que Hunt conseguiu se salvar, já que ele mandou um exemplar de Cassino Royale ao filho, repetindo um ato de muiiiiiiiiiiiitos anos atrás (aliás, foi fofo saber que Hunt sempre esteve por perto, inclusive incentivando a carreira do filho, e que é um papai babão e orgulhoso, embora ausente).

Certamente veremos o pai de Castle novamente. Não muito em breve, talvez, mas ele reaparecerá. Especialmente porque, assim como Castle, esperamos muito por esse momento e queremos resposta à muitas perguntas.

A dúvida que tenho, nesse momento, é se Rick vai compartilhar a história do pai com Becks ou não. Ficou claro que para Martha ele contará. E eu espero, sinceramente, que ele conte para Beckett também. Caso ele não conte, isso poderá ser encarado como uma quebra de confiança entre eles, já que ele sabe TUDO sobre o caso da mãe dela. E quebra de confiança significa ruptura. Inclusive, quem sabe, no relacionamento. Tudo que NÃO queremos!

Agora Castle dará uma paradinha. Episódio inédito, apenas em 18 de março. Até lá!

P.S.1: acho que Martha poderia ter tido mais destaque no episódio. Achei que ela ficou meio blasé com tudo.

P.S.2: fez bastante sentido, para explicar a ausência de Hunt – até descobrirmos o nome real do cara, vou chamá-lo assim – ele ser um “espião”. E também é legal ver o quão parecido com o pai Castle é, à sua maneira. Mal posso esperar para descobrirmos mais sobre o velhote simpático e perigoso.

P.S.3: a foto acima é da comemoração das gravações do centésimo episódio de Castle. É isso mesmo, galerinha! Eles atingiram a marca, e em breve vai ao ar o tããão esperado episódio. Mal posso esperar!

Séries citadas:

Editora Chefe do TeleSéries, gasta boa parte da sua semana com séries. Sua estréia foi com ER, e atualmente assiste - entre várias outras - Grey's Anatomy, Game of Thrones, Suits, Castle e Rookie Blue. Ainda assim, arrumou um tempinho para maratonar Friends, The X Files e Chuck - pela qual se apaixonou, recente e irremediavelmente. Está saindo da crise de abstinência de Fringe graças à Orphan Black.

6 Comments

  1. Therê

    Que seriado duplo maravilhoso.
    Quem podia imaginar que Alexis fosse o alvo do sequestro e não a filha do rico egípcio.
    E como Nathan esteve perfeito. Nunca o imaginei interpretando uma cena dramática (pois ele sempre foi o artista cômico da série) e no entanto como se esteve bem. “Parabéns Nathan”.

    Então o pai de Castle final/ nos foi mostrado. E não é que ele se interessa pelo filho e pela neta.
    Lutou por pelos dois até conseguir salva-los.

    E agora que a capitã já percebeu o que existe entre Becket e Rick o que poderá fazer?
    Será que irá separa-los ou fingirá que não viu nada e vai deixar o barco correr?
    Ao concluir quero dizer, que este capítulo duplo foi um dos melhores de toda série.
    Seu review foi perfeito, elucidou umas dúvidas que eu tinha sobre o motivo do sequestro de Alexis. Parabéns pra vc, tb.

  2. keila

    Excelentes episódios!!!!!!!! Só os efeitos especiais que falharam um pouco! rs…

  3. Pingback: Centésimo episódio de ‘Castle’ será comemorado com filme clássico. Confira!

  4. Pingback: Destaques na TV – sábado, 19/10

  5. Thaís

    Olá Estou comentando muito atrasada, mas senti falta da mãe da Alexis, como assim? Ela vai encher o saco de Castle e Beckett quando descobre que estão namorando, mas quando a filha é sequestrada nem sinal?? Achei que foi um ponto fraco no episódio que no geral foi um dos melhores até hoje.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Log In or Create an account