Log In

Reviews

Castle – Secret’s Safe with Me e Murder, He Wrote

Pin it
Série: Castle
Episódios: Secret’s Safe with Me e Murder, He Wrote
Número dos Episódios:5x03 e 5x04
Exibição nos EUA:08/10/2012 e 15/10/2012
87.2
4.3
15

A 5ª temporada de Castle só teve 4 episódios exibidos. Mas eu decidi parar de chamá-la de temporada e chamá-la de presente. Porque cada um dos episódios foi um presente de Andrew Marlowe e seu time de roteiristas para os fãs.

Todos nós, que amamos seriados, sabemos do problema de juntar o casal de protagonistas. Muitas vezes, a química dos dito cujos era maior quando as coisas ficavam apenas no plano da imaginação, e a coisa toda degringola. Muitas vezes os roteiristas, temerosos com a fase do namoro, pulam etapas e nos privam de ver aquilo que sempre havíamos sonhado em ver – a consolidação, a concretização da paixão existente entre os dois seres. Muitas vezes, entram em um eterno rompe e reata, de causar inveja até ao mais conturbado casal da vida real.

Só quatro episódios foram exibidos nessa temporada, vejam bem. São mais umas 19 oportunidades para eu queimar a língua. Mas me arriscarei. Isso não vai acontecer em Castle. Nem eu sei de onde tirei essa fé no seriado (muito provavelmente da genialidade trivial dos roteiristas nesse início de temporada), mas é isso que estou sentindo. E como ser fã é, muitas vezes, falar com a emoção, é ela que vos escreve. Tenham isso em mente, então.

O que é mais delicioso em Castle é que estamos acompanhando TUDO. Cada afago, cada sorriso, CADA APERTO DE MÃO. Nós estamos contemplando plenamente essa fase delícia de namoradinhos apaixonados (porém temerosos) que Caskett vive. E a química monstra entre Becks e Castle continua lá. As tiradas engraçadas, a dinâmica bacana, um completando o raciocínio do outro. Tudo que amávamos permaneceu como era e, de brinde, ganhamos um casal para chamar de nosso. Alguém deseja mais?

Cuidado! Não estou dizendo que tudo serão flores. Obviamente não. Porque os relacionamentos não o são, em sua maioria. Mas, pessoalmente, é isso que eu desejo. Que o casal da ficção seja como o casal na vida real. Que possamos ver o que eles passam, como resolvem seus problemas, como evoluem. Assim como fazemos com aquele casal de amigos que nós acompanhamos desde o dia em que se conheceram, e pelo qual torcemos, ainda que secretamente, para que descobrissem – e exercitasse – a paixão que existe entre ambos. Lágrimas virão. Mas como bons amigos, estaremos ali, suportando o tranco, e esperando a bonança prevalecer à tempestade. Always.

Feito esse desabafo, vou falar de Secret’s Safe with Me. Semana passada acabei não fazendo a review (shame on me), então antes de falar do lindíssimo Murder, He Wrote, vou pontuar algumas questões sobre o 3° episódio da temporada.

Eu gostei bastante da trama de Secret’s. Se nos dois primeiros episódios eu não consegui acompanhar o caso, dessa vez foi diferente. Eu achei muito interessante a trama envolvendo os irmãos, a socialite, o acidente de carro e o serviçal da madame. Gostei mesmo.

Adorei, simplesmente, a interação entre Gates e Castle. Foi muito divertido observar como Iron Gates passou do descaso para o amor supremo em relação ao escritor, para na sequência chegar ao mais profundo desprezo por Rick, que quebrou sua adorável – só que não. Depois de American Horror Story, nunca mais uma bonequinha será adorável para mim – boneca, ainda que isso tenha auxiliado na resolução do caso.

Também gostei da trama de Alexis, que se mudou para os dormitórios de Columbia. No princípio, eu realmente achei que a garota estava com ciúme de Becks. Mas, na realidade, o medo não era perder o pai para sua “nova namorada”, mas sim em virtude do distanciamento físico. A cena de Rick com a filha no dormitório foi bem bacana, porque todo mundo que já saiu de casa um dia sabe o quão complicado e inseguro é esse período. No meio de tantas dúvidas, a certeza de que não há monstros debaixo da cama vem a calhar.

E o que dizer de Martha? Sim, as mães sempre sabem. E a naturalidade com a qual ela falou isso tornou tudo muito delicioso. Foi quase como se ela dissesse “eu estava esperando a Beckett se esconder no seu closet há séculos”. Divertido demais.

Deliciosa ao extremo, a propósito, foi a interação de Caskett. É tão lindinho reparar na urgência que eles sentem em estar juntos, na linguagem corporal de ambos. E, vamos combinar, se todos os apertos de mão fosse como aquele, a vida seria muito mais bacana. MUITO mais.

Passamos por 3 episódios nos quais o relacionamento de Kate e Rick foi sendo construído e reafirmado, para chegarmos em Murder, He Wrote. Que episódio, que episódio. Praticamente uma fanfic, em termos de romantismo, pegação e ‘fangirlismos’.

Nós contamos os meses (ou os anos?) para que Kate fosse para os Hamptons com Rick. E isso finalmente aconteceu. E tudo precisava ser perfeito, como bem anotado por Alexis e Martha – AMO a empolgação delas com o relacionamento de Castle. E não fomos só nós que contamos as horas. Becks contou, também. Inclusive os segundos.E Castle não decepcionou. O cenário era paradisíaco, e ele soube acalmar o coração de Kate em relação às antigas frequentadoras da casa. Bem bacana.

Mas o episódio não se tratou de acalmar o coração. Se tratou, sim, de acelerar os corações – os de Kate e Rick, que se exercitaram muito no final de semana – e os nossos. OH – MY – GOD seria a expressão que definiria meu estado de espírito, se ele pudesse ser definido.

Teve fofura, teve saliência – esqueceu o biquíni, dona Becks? SAFADA! -, teve pegada (e que pegada, senhoras e senhores). Teve amor, luz de velas. Kate cozinhando. Teve urgência, teve necessidade. Teve CASKETT. Sim, literalmente. Como que um prêmio aos fãs, Rick cria sua versão de Brangelina. E diz “somos Caskett”, para uma sorridente Kate. Quem não ficou com um sorriso bobo nos lábios que atire a primeira pedra.

E enquanto nosso casalzinho vinte se divertia nos Hamptons, a dupla hilária Esposito e Ryan decide encarnar sua profissão também na vida pessoal e descobrir o namorado de Beckett. Sem a participação de Lanie, mas com a participação especialíssima de Castle, que atrapalha os andamentos da investigação dos dois para manter seu namoro na surdina. Só que não funciona muito bem, e Ryan descobre a identidade da namorada maravilhosa de Castle. A cena do interrogatório, com Ryan descobrindo que o namorado de Becks é o escritor, foi muito, mas muito divertida, e ao mesmo tempo deu aquela tensãozinha no coração. E Ryan jogando com o casal, dizendo que o suspeito tinha revelado TUDO? Hilário, no mínimo.

Mas Ryan ganhou o prêmio de BFF ao decidir manter em segredo sua descoberta, e ainda desencorajar Espo na busca pela identidade do namorado secreto. É claro que Javi vai ficar muito bravo quando souber, mas ainda assim a atitude de Ryan foi louvável. Só me pergunto de Lanie não sabe. Como melhor amiga de Beckett, ela deve no mínimo ter quase certeza, ainda que Kate não tenha lhe contado nada. Se for assim, Esposito é o único dos amigos que não sabe. Aí a coisa vai ficar feia pro lado dos demais.

Quanto ao caso da semana, gostei bastante. A dinâmica de Castle e Beckett com o chefe de policia que nunca tinha acompanhado uma investigação de homicídio foi ótima. Aliás, o timing cômico do chefe era ótimo. A insinuação dele, de que Becks era a “acompanhante” de Castle, foi ótima. Ver Beckett nervosinha mais ainda. Gostei também do fato das investigações serem paralelas nos Hamptons e em Nova York, a dinâmica ficou bem bacana. E as reviravoltas do caso garantiram meu interesse até o final, embora não tenha sido um daqueles casos geniais que entrarão para a história do seriado. Mas também, com tantas coisas além do caso acontecendo, quem desejaria isso?

No dia 29/10, Becks e Castle estarão de volta à NY. E enfrentarão, segundo a promo do episódio, o primeiro grande obstáculo do seu relativamente novo relacionamento. Se eles sobreviverão, como casal, à prova de fogo, eu não sei. Mas independentemente do desfecho, sei que será com qualidade, bem estruturado. Se for um final, não será um final bobo, esvaziado (pessoalmente, acho que isso não acontecerá). E se for apenas um obstáculo pelo qual eles passarão, sei que o farão em grande nível. Eu demorei para dizer isso, para perceber isso. Mas, no Marlowe eu confio.

Séries citadas:

Editora Chefe do TeleSéries, gasta boa parte da sua semana com séries. Sua estréia foi com ER, e atualmente assiste - entre várias outras - Grey's Anatomy, Game of Thrones, Suits, Castle e Rookie Blue. Ainda assim, arrumou um tempinho para maratonar Friends, The X Files e Chuck - pela qual se apaixonou, recente e irremediavelmente. Está saindo da crise de abstinência de Fringe graças à Orphan Black.

5 Comments

  1. Edivaldo

    Você não tem ideia !!! Esta frase do Piloto, dita pela Kate ao Castle, mim tornou um grande fã desta Série e indicou para mim o caminho que a mesma seguiria a partir daquele momento em diante; desde então não mim arrependo nem por um momento de acompanha-la ao longo destes cinco maravilhosos anos !!! Apenas curtindo muito a jornada, planejada pelo Marlowe e sua equipe de escritores, enquanto ela durar !!!! Parabéns pelas reviews !!!! espero que saiam sempre rápidas como as de hoje pois apesar de frequentemente não as comentarmos, com certeza as lemos !!!

  2. bia

    Mariela acompanho diversas reviews de Castle e nenhuma delas chega aos pés da sua!!!!!!!! Você sempre consegue me comover quando se deixa levar pelas emoções shippers kkkkkk Concordo com tudo o que você disse e sim eu também confio no Marlowe e agora posso dizer que confio cegamente!!!!!!!!!

    Ainda me impressiono com a facilidade que o Marlowe e seus roteiristas tem de nos levar das lagrimas aos risos (como foi no caso do aperto de mãos onde castle solta uma piadinha a respeito das mãos estarem suadas kk)!!!!

    Javi com certeza vai ficar fulo da vida quando descobrir kkkkkkk
    Stana e Nathan a cada dia melhores (oh quimica)…. e agora alem de Casketteers os fão também são Stanathan kkkkk

    E na boa maldição Moonlight é para os fracos!!!!!!!!! GO MARLOWE

  3. Therezinha Tucci

    A Mariela que review fantástico. Sabe que é desse mesmo jeito, que vejo o romance Casket!
    Quem disse que um relaciona/to amoroso n~ pode acompanhar o desenrolar do tema da série.
    O amor lindo que existe entre Castle e Kate (acompanhando paralela/ aos casos) dá á seus fãs uma satisfação e um interesse muito maior para assisti-lo.
    Tb. achei a casa de praia de Castle um lugar paradisíaco (Becket não sabia que Castle era rico?)

    Pena que aquele indivíduo foi morrer (logo na piscina) e no momento mais impróprio do seriado.
    Concordo com vc. viu Mariela, Kate foi safadinha mesmo e a cara de nosso escritor trapalhão então? Foi de mais. Concord?.

    Estou agora aguardando com uma ansiedade enorme o próximo capítulo. Como valeu a pena aguardar por longos quatro meses, o retorno da série.
    Ela está valendo cada dia de espera

  4. suely sciedlarczyk

    Aaaaamo a série. Adorei a review!!!! Pena que a Sony não está anunciando a estréia desta nova temporada….
    Sueli Maria

  5. Mariela Assmann

    A Sony acabou de passar o último episódio da temporada passada. Ainda deve demorar um tantinho a próxima!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Log In or Create an account