Log In

Reviews

Castle – Castle, P.I. e Private Eye Caramba!

Pin it

Série: Castle
Episódios: Castle, P.I. e Private Eye Caramba!
Número dos episódios: 7×11 e 7×12
Exibição nos EUA: 12/01 e 19/01/2015

Sim, eu sei, estou mais atrasada com as reviews do que o SISU com as notas do ENEM. Mas como é melhor tarde do que nunca, estou aqui, em mais um ano, para comentar esse retorno de temporada que está com as coisas às avessas – e até que está bom demais!

Quando, no final de Bad Santa, vimos que por ajudar a máfia, Castle não poderia mais combater os crimes ao lado da NYPD, eu JUREI que o retorno seria dramático, com o escritor procurando o melhor jeito de contar para Beckett o buraco em que se meteu. Previ brigas, desgaste emocional e até mesmo uma separação momentânea. Porém, aconteceu tudo, MENOS isso. E eu agradeço muito à produção, porque acho que cansei de casais que brigam por tudo, se separam por tudo. Castle inovou e se reinventou, e com eles, nós também!

castle 01

Castle, P.I. começa com a inusitada notícia de que Castle, logo após ser “demitido” da NYPD, iniciou um curso de detetive particular na internet e resolveu chegar chegando na cena do crime e esfregando sua identificação na cara de todo mundo, inclusive de Beckett, que não sabia de nada. Óbvio que eu estranhei no início, afinal, foram 6 anos acompanhando os dois juntos, na mesma cena, no mesmo caso, às vezes em apuros, às vezes disfarçados – não importava como, era sempre os dois juntos. Aí, do nada, no meio de uma temporada despretensiosa, a produção me surge com essa bomba? É claro que eu amei!

Sou adepta do “só não muda o que não está vivo” e isso também serve para séries de televisão. Mudar o roteiro, fugir para outro cenário: reinventar. Essa é a palavra. E quando a série resolveu colocar Castle numa divisão diferente da de seus amigos, a série muda de ar, de rumo, de enredo. E percebam que a história não ficou mais fria, tampouco chata ou “estranha”, por assim dizer. De maneira inteligente e eficaz, fizeram com que Castle não trabalhasse mais com eles, mas seus casos se cruzam e, dessa forma, Castle está com a turma mesmo não estando.

castle 03

Além disso, com o deslocamento de Castle para outra função, tivemos alguns novos papéis, como o de Ryan, que incorporou magnificamente bem a alcunha de “criador de teorias loucas”, graduado e licenciado na faculdade Richard Castle de Conspiração. O detetive aprendeu direitinho com o escritor como abrir sua mente e deixar que as ideias mais doidas e absurdas se unam e formem uma teoria que, quase sempre e inexplicavelmente, faz sentido. Outra pessoa que teve uma mudança de comportamento foi a própria Beckett. Se num primeiro momento ela estranhou ou até se sentiu um pouco desconfortável com o marido em um novo projeto, agora o ajuda dando-o casos e compartilhando pistas, como a gente viu em Private Eye Caramba!. 

Aliás, esse compartilhamento de pistas, até segunda ordem proibido, tem sido uma experiência boa de assistir. Vê-los completando a frase do outro, mas em lados diferentes da investigação, foi definitivamente uma grande sacada de quem escreve caprichosamente o roteiro. Ainda sobre as mudanças observadas nesse retorno, o que podemos dizer da própria interpretação do Nathan e do novo Castle? Tem sido hilário vê-lo em ação, caçando pistas e usando suas armas tão potentes quanto as do Inspetor Bugiganga.

castle 02

Tirando todo o riso extra que a gente ganhou nesses dois episódios com o nosso novo detetive particular, o casal também ganhou uma motivação extra para se agarrar em lugares impróprios (apertos de mão nunca mais!). Tudo bem que a ABC tem mostrado bem menos do que poderia, às vezes com pouquíssima luz, mas que as mudanças apimentaram a relação, ah, isso sim. Pena que a criação de empatas-foda está cada vez maior e o momento de Caskett foi pro ralo :(

Ficam aqui as minhas esperanças para um restinho de série empolgante e inovador. Tô realmente muito curiosa para saber até quando vão manter Castle e NYPD “separados” e quando vão catucar a história do sumiço do escritor. Gostei dos dois episódios e já tô sabendo que vem duplo por aí. Sou spoiler free, mas tô ligada nesses paranauês. Preparemos os corações :P A review do episódio de hoje sairá em dia, prometo! Até jájá :)

Ps1: Será que há algum motivo especial para não termos Lanie e no seu lugar o chato e insuportável do Perlmutter?

 

Séries citadas:

Futura professora, 20 anos, estudante de Letras da UFF, monitora de Português do Colégio e Curso pH e amante de uma boa literatura. No TeleSéries é editora de reviews e reviewer de Castle e Bad Judge. É viciada em séries e dizem por aí que shippa praticamente tudo que se move. Fã incondicional de Roberto Carlos, ama também falar em 3ª pessoa.

Website: http://minhaasconfissoes.blogspot.com.br/

2 Comments

  1. Fátima Beatriz

    Ana, também gostei muito do Castle detetive. Não dá para ele ficar para sempre na Delegacia, não é? Tomara que você consiga ficar em dia com as reviews. Só tenho conhecimento das suas. Fora um blog que eu leio, mas não consigo postar comentários. O episódio duplo promete muuuiitoooo.

  2. Ana Botelho

    Fátima, obrigada pela paciência e pelo comentário! A dessa semana eu farei na sexta feira, no máximo no sábado. Aguardo você aqui e estamos todos esperançosos pelo episódio duplo! hahaha vi uma promo hoje do 7×14 e meu coração está pulando da boca!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Log In or Create an account