Log In

Reviews

Castle – An Embarrassment of Bitches

Pin it

Série: Castle
Episódios: An Embarrassment of Bitches
Temporada:
Número do Episódio: 4×13
Data de Exibição nos EUA: 23/01/2012

Que delícia foi An Embarrassment of Bitches. Ele conteve todos os elementos que fizeram os fãs se apaixonarem pelo seriado: ação, diversão aos montes, momentos fofos, tensão, romance. E trocas de olhares. Muitas trocas de olhares.

Quando Francisco Pilar, famoso juiz de uma competição canina é morto, todos pensamos no dono de um concorrente preterido como potencial suspeito, não?! Mas e se uma estrela de reality show – Kay Cappuccio – é vista deixando os aposentos da vítima durante a “janela do tempo da morte”, começamos a mudar de ideia.

A partir daí, suspeitas de que a vítima seria paranóica, descobertas de câmeras ocultas e canis secretos, paparazzis sendo interrogados, uma nova raça de cães sendo aprimorada, “espionagem industrial”, uma família de traficantes argentinos e treinamento de cães farejadores de droga. Um cão farejador de drogas que farejou … um perfume com essência de papoulas. Que espirrou acidentalmente no criminoso, o namorado/agente da estrela.

É claro que o assassino foi bastante óbvio, mas me deliciei com cada passo que levou até ele. Penso apenas que Justin Hartley (Oliver Queen/Arqueiro Verde) poderia ter sido melhor aproveitado. Não concordam, fãs de Smalville?

Quem foi muito bem aproveitada foi Hilarie Burton (a Peyton de One Tree Hill), que esteve maravilhosa como Kay Cappuccio. Leve, engraçada. Os momentos de flerte dela com Espo, com sua cadelinha, do “ele pode me ver sem minha maquiagem” e do desabafo sobre ser apenas a pessoa solitária que deve fazer compras e sorrir – a famosa “pobre menina rica” – foram ótimos. É inegável que o personagem foi construído com base em algumas estrelas de realitys – talvez na mais famosa delas, Kim Kardashian. Enfim, apesar de toda a superficialidade da estrela, o personagem é adorável. Rendeu bons momentos.

Bons momentos que também sobraram na NYPD. Cada vez funciona melhor a dinâmica entre os detetives e seu agregado. Ri demais do momento “vamos resolver as coisas como homens”. Também achei delicioso constatar que Cappucio não surtiu em Castle o efeito que outras mulheres bonitas já causaram – o único “deslize” foi o comentário sobre o local para esconder a câmera, depois do qual o escritor foi prontamente fuzilado por um olhar mortal de Beckett. Aliás, os “comprometidos” Rick e Ryan praticamente nem notaram Kay. O mesmo não se pode dizer do “Dr.”  Esposito (você freqüentou a escola de Medicina, Espo? Ri demais).

Javier estava particularmente engraçado nesse episódio. Kay mexeu com a cabeça – e com os hormônios – dele. Confesso que no início do episódio cheguei a pensar que Esplanie estava de volta, já que aquele climinha de implicância fofinha estava no ar. Mas depois percebi que as coisas não seriam tão rápidas assim. E Javi se jogou de cabeça no fetiche de paquerar uma estrela de TV – e ser “correspondido”. A cara dele, ganhando um beijo na bochecha, foi impagável. Pena que Lanie não estava por lá, pra sentir aquele ciuminho saudável que aceleraria o processo de volta. Mas, creio que teremos mais um casal em breve em Castle.

Ou seriam dois? Tá bom, tá bom. Eu sei que estou me precipitando, novamente. Mas uma garota – shipper – pode sonhar, não!? Por que, me respondam… alguém aí já viu alguma “pegada na mão” mais tensa e cheia de vontade do que a protagonizada por Castle e Beckett? O que foi aquilo, pessoal?! Se uma cena assim já é pra se abanar, o que faremos quando The Blue Butterfly for ao ar, em 06/02/2012? Romance e “pegação” em clima noir? Estou me preparando desde já.

Outra coisa que amei a dinâmica entre Castle e Beckett, em função da “guarda compartilhada” do Royal. Ri muito, e fiz alguns “awwww”. E fiquei pensando que tudo isso poderia ser a prévia para quando eles tiverem filhos. Alguém aí tem dúvidas que Kate será, realmente, o “bad guy” dos – eventuais – filhos do – futuro – casal? E foi tão divertida e fofa a cena na qual os dois decidem que não podem continuar compartilhando Royal, e decidem fazê-lo escolher. Ponto para Cappucio.

E por falar em filhos, Alexis continua na sua jornada rumo à Universidade (aparentemente, Ashley tá morto e enterrado). A partida dela é cada vez mais iminente. O que isso significará para o show? Molly Quinn aparecerá ainda menos? E que conseqüências a partida da filha trará para Castle, tão ligado à menina? É esperar para ver. Mas creio que o escritor ficará mais vulnerável. Tão vulnerável que cogitou comprar um filhotinho para mimar. Alguém sabe quem poderia suprir a carência de Castle?

Enfim, mais um bom episódio de Castle. Poderia ser chamado de filler? Acho que sim. Mas foi um filler daqueles saborosos, de comer, se lambuzar, e pedir mais.

Até fevereiro, pessoal!

P.S.1: nenhuma menção ao casamento de Ryan. Tá certo que não é necessário. Mas não dava pra incluir uma palavrinha sequer?

P.S.2: Stana Katic é uma mestra da expressão facial. Cada vez mais, a detetive Beckett desenvolve uma forte comunicação não-verbal. AMEI a expressão de Kate quando os paparazzi confundem Castle com Jason Bateman.

P.S.3: outras cenas que precisam ser citadas: Esposito e Beckett fugindo dos Pastores Alemães, e a terapia de Royal. Ri demais!

Séries citadas:

Editora Chefe do TeleSéries, gasta boa parte da sua semana com séries. Sua estréia foi com ER, e atualmente assiste - entre várias outras - Grey's Anatomy, Game of Thrones, Suits, Castle e Rookie Blue. Ainda assim, arrumou um tempinho para maratonar Friends, The X Files e Chuck - pela qual se apaixonou, recente e irremediavelmente. Está saindo da crise de abstinência de Fringe graças à Orphan Black.

9 Comments

  1. Jenifer Souza

    Eu amo quando tem comédia de sobra em Castle. Dá mais leveza a trama toda.
    Continuo querendo ver a Alexis e Martha mais envolvidas e aparecendo mais, sinto essa falta nesta temporada toda.

  2. Alis Mariane

    Castle tem tido uma série de episódio excelentes! Adorei esse último e dei mts risadas na cena do cão!!! Tb sinto falta da Martha e da Alexis mais vezes!! Uma pena se ela for aparecer menos agora que vai pra faculdade!!

  3. Gabi

    como doida por cachorros que sou, nas primeiras cenas do episódio já pensei “ouuun, cachorros! não tem como ser um epi ruim”. e dito e feito!
    foi um episódio engraçado e leve, no sentido que a trama não envolveu os mistérios da temporada. é sempre bom ter isso p/ dar uma quebrada na tensão toda. eu pelo menos acho!
    o que gosto de castle são os vários caminhos que aparecem até chegar ao assassino e de como vamos criando nossas teorias ao longo da história. e uma coisa certa é que os roteiristas de são criativos!
    e o que foi a pegada de mão, hein? olha, até o Royal deve ter percebido que há um climão entre os dois! 

    mt ansiosa p/ The Blue Butterfly!

  4. Caline

    Esse episódio foi bem divertido mesmo!! Eu pensei que o Castle ia comprar um cachorrinho pra Beckett mas nem aconteceu…Como foi boa aquela cena do Castle segurando a mão da Kate hehehe
    Parece que ainda vai demorar um pouco pra eles ficarem juntos. Talvez próxima temporada pelo visto…

  5. Therezinha Tucci Therê

    Desta  vez  seu  review  demorou  um  pouco  para  aparecer,  mas  quando  chegou  nos  satisfez   total/,   esteve  perfeito.  .
    Gostei  bastante  do  capítulo.  
    Abordar  o  tema  sobre  cães,  foi uma  ideia  muito  inteligente,  pois  quem  não  gosta  desses  bichinhos  tão  amigos  e carinhosos.   

    Agora  o  que  mais  valeu,  nesse  episódio,   foi   “aquela  pegada  de  mão,” 
    Castle  e  Kate  não  conseguem  mais  segurar  o  que  sentem.  
    Será  que  teremos  logo  essa  quebra  do  gelo  (ou  melhor  dizendo  DO  MURO)   e    finalmente  irá acontecer  o  que    nós  fãs  shippers   esperamos  a  tanto  tempo?
    Vc.  está  pondo  fé  que  tudo  irá  suceder  no  capítulo de  -06./02-  The  Blue  Butterfly.
    Será  que  o  romance  entre  eles  vai  ser  pra  valer  mesmo?
    Vamos  aguardar.

  6. Karen Ann

    Eu não disse?! Novamente concordo c tudo e posso dizer que outra vez fui surpreendida por Castle. É claro que já esperava um episódio comédia mas ABOB foi além. Mostrou comedia, romance, interação no 12th e como novos entrantes podem trazer uma dinâmica diferente a serie. Estou me referndo ao cachorro Royal e à Kay personagem muito bem explorado por Hilary.
    Duas coisas me chamaram a atenção nesse epi ( ambas em relação ao shipper) : a vulnerabilidade de Castle ao ceder ao flerte com mulheres bonitas desapareceu…ou pelo menos é o q parece. E gente, Beckett não consegue mais disfarçar o nivel de paixonite por Castle, que olhares, que caras, que reação aquela massagem? Aliás massagem = preliminares não acharam?! Nossa, tow muito perva kkkk anyway, cada vez mais é difícil ver esses dois lutando contra seus próprios sentimentos!
    @f2449810ded47f25b5761007065b0957:disqus 
    Acho que vou infartar em TBB….estou totalmente spoilerfree e nem sei o q me espera!

    PS: Amei o Espo nesse epi, muito cute!!!

    De novo Mari, parabéns! :)

  7. Pingback: Destaques na TV – segunda, 7/10

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Log In or Create an account