Log In

Reviews

Breaking Bad – Salud

Pin it


Série: Breaking Bad
Episódio: Salud
Temporada:
Número do Episódio: 04×10
Data de Exibição nos EUA: 18/09/2011

Problemas fiscais, aula de química e um reencontro entre pai e filho. Teve tudo isso no episódio da semana, mas a grande surpresa do episódio veio mais uma vez de Gustavo Fring.

Comecemos por Skyler White que, temendo ver seu nome envolvido em uma investigação da Receita Federal, resolveu utilizar o dinheiro de Walt para resolver os problemas financeiros de Ted. Eu dei essa idéia no review anterior, mas não imaginava que envolveria Saul Goodman e é sempre bom revê-lo na série.

O advogado já começa acreditando que aquilo era uma péssima idéia, mas segue em frente. Ele diz para Ted uma história muito furada de uma tia-avó européia de Ted, que teria lhe deixado mais de US$ 600 mil. Olha que ótimo, exatamente o dinheiro que ele precisava para acertar seus impostos, certo? Bem, errado. Saul não quer dizer “eu te disse” para Skyler, mas descobre que a primeira coisa que o sujeito fez com o dinheiro foi comprar um carro novo.

Diante disso, ela procura Ted e tenta convencê-lo a usar o dinheiro da maneira correta, mas tudo que ele quer é revitalizar seu negócio. Com a teimosia dele, Skyler acaba confessando que o dinheiro veio dela. As repercussões disso eu nem consigo imaginar.

E o que Walt achou disso? Bem, Skyler tentou falar com ele, mas não conseguiu. Ele estava em caso, repleto de analgésicos, depois da briga com Jesse. O sujeito ficou tão mal que levou Walt Jr. a visitá-lo. Um parenteses, a reação desanimada de Junior diante do carro novo foi muito engraçada.

Aqui tivemos momentos ótimos entre pai e filho. Walt cai em lágrimas, colocando para fora toda a culpa que sente e, mesmo sem dizer a verdade, tem um momento emocional autêntico com o Walt Jr., tanto que o rapaz fala que lembrar-se do pai machucado e meio dopado nem era muito ruim, justamente por esse momento. Um detalhe é que Walt, pouco antes de dormir, chama o filho de Jesse. Isso, além de mostrar que seu parceiro de crime realmente significa muito para ele, me deixou pensando que poderia ser uma semente para a verdade ser revelada para Junior.

Bom, e quanto a viagem de Jesse ao México? Ela ocorre logo na introdução do episódio, com ele, Gus e Mike partindo em um avião monomotor. Lá tive a primeira surpresa, pois Jesse estava bem amedrontado e quando o Morris O’Brian, que deixou a CTU em 24 Horas para virar químico do Cartel, começou a questionar as habilidades dele, pensei que o rapaz iria colocar tudo a perder. Pelo contrário, ele tomou as rédeas e ainda disse que o laboratório era tremendamente mal-cuidado, mandando limparem tudo. Destaco aqui um diálogo entre o químico do Cartel e Jesse:

Quem você pensa que é?

Sou o cara que seu chefe mandou para mostrar como se faz, e pelo jeito que cuida daqui, não é surpresa.

Jesse diz isso e um pouco mais, é claro, mas esse começo da frase já dá uma idéia da atitude dele, que produziu um sorriso orgulhoso de Gus e Mike. O rapaz então cozinha, o que vira um grande evento no local, e consegue um produto de qualidade. Todos comemoram e um dos homens do Cartel diz que será o primeiro de muitos, já que Jesse vai ficar.

Claro que Jesse não gosta nem um pouco da idéia, mas Mike lhe garante que todos os três vão voltar ou nenhum deles. O trio se reúne com Don Eladio, que continua com sua atitude amistosa e ao mesmo tempo ameaçadora. Excelente construção de personagem, devo dizer.

Nesse momento, o Don vê um presente de Gus em cima da mesa. Pensei na hora que poderia ser uma arma contra ele, mas um de seus capangas assinala com a cabeça, demonstrando que era seguro abrir. Ali tinha uma bebida de excelente qualidade, que Eladio faz questão de compartilhar com todos os seus comparsas, fazendo questão de Gus beber primeiro, claro. Com todos bem, eles chama mulheres e começam a festejar.

Mesmo diante disso, fiquei pensando que a bebida estava envenenada e que Gus tinha se imunizado de alguma forma, até porque ele toma um remédio pouco antes da reunião. Estava certo, só não sei se Gus se imunizou, porque ele vai ao banheiro vomitar e não está muito bem, mas os homens todos caem envenenados, tirando um dos capangas, que Mike elimina à moda antiga.

Na fuga, Mike ainda é baleado, cabendo à Jesse a missão de levar todos em segurança para fora dali. Excelente cena! Excelente episódio!

A postura submissa de Gus diante de Don Eladio estava me incomodando, principalmente com o que conhecemos dele até aqui. Por isso, foi ótimo vê-lo virar a mesa da forma que só ele poderia e ainda foi digna a justiça poética de Eladio terminar na piscina onde Max, o irmão de Gus, encontrou seu fim.

Séries citadas:

Edvando Tertuliano, o Eddie, é bancário e ator de teatro e assiste mais séries do que o tempo permite, mas consegue dar conta de todas. Sua série do coração é Friends, mas também é fã de dezenas de outras, incluindo Fringe, Dexter, Breaking Bad e The Big Bang Theory, e está sempre em busca de novidades...e de coisas antigas também (Arquivo X, por exemplo).

3 Comments

  1. Pingback: Destaques da Semana – Brasil – 16/1 a 22/1

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Log In or Create an account