Log In

Notícias

Breaking Bad — Live free or die

Pin it

Série: Breaking Bad
Episódio: Live free or die
Temporada:
Número do Episódio: 5×01
Data de Exibição nos EUA: 16/07/12

Como era esperado, a tensão que se seguiu na última season finale não foi superada. O que vimos foi um episódio mais calmo, com uma pegada cômica. Serviu para colocar tudo no lugar e um preparatório para a temporada. Confesso que no começo fiquei perdido na história- já que se passaram um ano depois do último episódio- porém logo entrei no ritmo. Mesmo o pausando a cada cinco minutos para ir ler uma review e lembrar o que estava acontecendo.

O modo como Jesse e o Walt resolveram o problema com Mike foi bastante interessante. Todos aqueles videos de segurança do Los Pollos que foram parar na delegacia de evidências, deveriam ser destruídos de alguma forma, e dai sai a ideia que virou meme nas redes sociais e estará sempre em nossos corações: Magnetos Bitch. Jess no ponto alto do episódio, com um pensamento digno de Walter White, enxergou o que ninguém viu alem dele. A execução do plano tinha tudo para dar errado e no final deu. Digo, eles destruíram o computador, mas deixaram o contato do Saul na mão dos policiais. Somando mais o fato do advogado esta querendo sair do barco, temos uma limonada. Saul deverá ser interrogado e provavelmente entregar a dupla ao DEA. Outro ponto sobre esse mesmo personagem: se ele estiver mesmo mais pra lá do que pra cá, irá morrer. Pois com tantos segredos que ele esconde sobre os clientes, eles não irão querer vê-los divulgados por ai.

Na parte secundária. Skyler que já foi uma personagem tachada de chata á pessoa mais legal, pelos fans da serie, estava com medo. Ela sempre deve ter tido medo- afinal depois que descobriu que o marido fabrica e vende Meth, tentou se manter o mais distante possível dele. Porém só agora ele se mostrar aparante- as expressões dela não me deixam mentir. Apesar da ameaça ter passado (R.I.P. Gus Fring) esse sentimento é direcionado ao marido, que inclusive, fecharam o episódio com ela perdoada de todos os pecados, digo, da traição cometida com o chefe. Esse sentimento conflitante dela leva a crer que em qualquer momento haverá um combate entre os dois.

Os coadjuvantes ficaram apagados, mas não esquecidos. Ted está na pior, todo destruído depois de ter ‘caído acidentalmente’ e sem poder denunciar todos aqueles que o fizeram ficar naquele estado. Walter J.R. apareceu, mas com uma fala que ninguém deve nem lembrar. Marie ficou de fora e o Hank voltou a andar e já está de volta ao departamento de drogas. E como não podia deixar de comentar: como a fotografia dessa serie é perfeita e bem feita.

PS: A review ficou curtinha, mas prometo uma maior nos próximos episódios. Afinal, a temporada está apenas começando.

Séries citadas:

Praticamente um Scott Pilgrim da vida real. Nunca me canso de: the good wife, game of thrones, breaking bad, mad men, the killing, fringe e community. Começou com lost. Fã de tudo que envolva: Emma Stone e Jesse Eisenberg. Já viu quase todos os filmes de zumbis já feitos. Estudante. Ler é um dos maiores vícios.

6 Comments

  1. biancavani

    Se conseguir controlar a curiosidade (ah, fissura mesmo), vou gravar todos os epis e assistir só quando a temporada tiver acabado. É muito sofrimento, muita tensão, esperar o epi da próxima semana.

    Antunes, ainda não havia visto nenhuma review sua por aqui. Adorei (e compartilho) as séries que você não se cansa.

  2. Tiago Oliva

    Eu me lembro de as premieres de BBad serem realmente mais calmas, o que é até justificável, já que não dá pra manter o ritmo que uma final de temporada alcança. Essa pra mim foi a mais animada, por assim dizer. O que eu acho que não ficou muito claro é qual o inimigo a ser enfrentado, ou pelo menos qual será o foco narrativo da temporada, apesar de que, com certeza, isso não é uma coisa a se temer, já que BB não vai decepcionar justamente nesse ponto.
    Sobre o nome do Saul na foto, eu acho que nem foi consequência do plano. Eles encontrariam o contato de uma forma ou de outra. 
    O mais importante é Breaking Bad está de volta, e no melhor estilo.
    Parabéns, Menino Scott! Ótimo texto!

  3. Antunes Scott

    Olha, não posso te culpar. ver tudo de uma vez é realmente melhor do que aos poucos.  É minha primeira review aqui Bianca :DDD e obrigado por compartilhar comigo os mesmos gostos hahaha 

  4. Antunes Scott

    Verdade, eles iriam encontrar, mas só facilitaram o processo. e acho que o foco agora vai ser Walter e Jesse pegando o lugar do Gus, e a descoberta do Hank de que o cunhado faz meth (porém isso deve ocorrer somente nos episódios do ano que vem). Valeu Tiago, seu elogio significa muito pra mim, já que adoro seus textos.

  5. biancavani

    O que achei interessante foi que o sr. White está se distanciando cada vez mais dos princípios que ele algum dia teve. A consciência dele já não pesa tanto – talvez nem pese mais nada. Está frio, controladíssimo, mais insensível. Aliás, no fim da temp. passada foi sugerido que ele tivesse dado aquela frutinha venenosa para o garoto. Bem, se ele não tivesse radicalizado, ele e o Jesse não iriam muito longe. 
     Quanto à Sky, além de chata é tonta. Maximamente pateta.Senti falta do Gus. Sim, ele era diabólico, com aquela carinha de anjinho sinistro, mas fazia um personagem interessantíssimo, e o ator foi perfeito.Ah, então a pista deixada é do Saul. Eu não tinha reparado, Antunes. Pensando bem, esta é a essência desta série: resolve-se uma coisa, mas justamente assim se cria um problema, o qual, quando resolvido, cria outro, etc.  E depois de tudo, no fim Walt provavelmente morrerá. Tomara que a Sky fique sem um dolar furado!  

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Log In or Create an account