Log In

Reviews

Breaking Bad – Hermanos

Pin it

Série: Breaking Bad
Episódio: Hermanos
Temporada:
Número do Episódio: 04 x 08
Datas de Exibição nos EUA: 04/09/2011

Um episódio bem interessante, focado principalmente em Gustavo Fring, nos fazendo pensar em quem é esse homem afinal de contas.

Como retratado no episódio anterior, Hank está em plena recuperação e desenvolveu a teoria de que o simpático dono de uma rede de ‘fast food’ é, na realidade, um traficante muito poderoso. Teoria que seria facilmente rejeitada por seus superiores, se as digitais de Gus não estivessem no apartamento de Gale.

Claro que eu não esperava que Gus seria algemado e trancafiado nesse episódio, afinal, nada é tão fácil em Breaking Bad. Ele é chamado para uma conversa, diz que conhece Gale há alguns anos e que este, depois de um tempo afastado, reapareceu com uma proposta de investimento, sendo assassinado algum tempo depois.

Explicação muito convincente para todos, menos para Hank, que fica com a pulga atrás da orelha, em especial para inexistência de qualquer dado sobre Gustavo Fring antes de 1986. Todos já sabemos que ele não é de desistir e resolve investigar por conta própria.

Engraçado que durante o jantar em família, quando Hank convidou Walt para uma exposição de minerais, a primeira coisa que pensei foi: “por que vão retomar esse assunto?”. Pois eu queria o policial teimoso, insistindo na investigação, mesmo contra todas as evidências, apostando apenas no seu instinto.

Felizmente, não existia exposição alguma, ele e o químico vão até a Los Pollos Hermanos, com a intenção de plantar um GPS no carro de Gus. Essa foi uma das cenas mais tensas, pela simples chegada de Mike, que observada tudo à distância. Impressionante como o roteiro e a direção da série conseguem criar tensão com cenas tão simples. Para azar de Hank, Walt planta o GPS, mas entra no restaurante e avisa Gus. É, não é fácil ser policial quando seu cunhado é o próprio Heisenberg.

Tivemos no começo do episódio Walt, enquanto esperava para fazer seu exame, aconselhando um outro paciente com câncer de que sempre se deve viver no controle de sua própria vida. É irônico comprovar justamente o contrário no episódio, ao vê-lo sabotar a investigação do cunhado, ao mesmo tempo que implora pela vida deste. Além disso, acho que foi o episódio onde mais aparece a câmera do laboratório, justamente mostrando esse controle de Gus.

Talvez em uma tentativa de recuperar esse controle, Walt questiona Jesse sobre o plano de assassinar Gus, dizendo que o rapaz deve usar a investigação de Hank como desculpa para se aproximar do traficante. Jesse continua negando que viu Gus depois do encontro no restaurante, mas Walt descobre a mentira ao interceptar um sms no celular do parceiro, enquanto este se ausentou. Será que a lealdade de Jesse realmente mudou?

Falando em lealdade ao parceiro, vamos para a cena que, talvez, seja a mais importante desse episódio. Gus visita Hector, o sinistro velho da campainha, tio de Tuco e dos irmãos mexicanos que atacaram Hank na temporada anterior.

Essa visita nos leva à um ‘flashback’, quando Gus era mais jovem. Ele e seu sócio Max, donos da Los Pollos Hermanos, estão encontrando com Don Eladio, chefe de um ainda saudável Hector. Muito interessante observar que essa reunião lembra muito as interações de Gus com o Walt e Jesse, já que nos dois casos temos um chefe criminoso muito simpático que, aos poucos, vai ganhando um tom mais ameaçador nos gestos e palavras, interagindo com uma dupla de produtores de metanfetamina inexperiente, mas muito leal um ao outro. Ótima sacada dos roteiristas!

Só que, ao contrário do que ocorreu com Jesse e Walt até o momento, no passado a dupla não se deu muito bem, com Max encontrando seu fim pelas mãos de Hector. Segundo Eladio, o mesmo não aconteceu com Gus por causa de quem ele era no Chile, mas o aconselha a ficar apenas com os frangos. Quem era Gustavo Fring antes de 1986? Essa é a pergunta inquietante que fica na cabeça dos fãs da série e que esperamos ver respondida.

No mais, vale nota a engraçada cena de Skyler lidando com mais dinheiro do que seu guarda-roupa poderia dar conta.

Séries citadas:

Edvando Tertuliano, o Eddie, é bancário e ator de teatro e assiste mais séries do que o tempo permite, mas consegue dar conta de todas. Sua série do coração é Friends, mas também é fã de dezenas de outras, incluindo Fringe, Dexter, Breaking Bad e The Big Bang Theory, e está sempre em busca de novidades...e de coisas antigas também (Arquivo X, por exemplo).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Log In or Create an account