Log In

Reviews

Breaking Bad – Cornered

Pin it

Breaking Bad

Série: Breaking Bad
Episódio: Cornered
Temporada:
Número do Episódio: 04 x 06
Datas de Exibição nos EUA: 21/08/2011

“Quem vigia os Vigilantes?”. Esse é um dos lemas de Watchmen, famosa graphic novel da DC Comics, e que poderia muito bem ser adaptado para Breaking Bad. A frase ficaria: “quem protege a família do homem que protege a família?”

Essa é a conclusão que Skyler White chega, já no fim do episódio, sobre o seu papel em toda essa história. Walt resolve comemorar com uma bebida cara e ela reclama que isso vai contra a história que eles inventaram, agora o químico presenteia o filho com um baita carro e cabe à Skyler pedir que seja devolvido, já que isso também era um risco para a história. Claro que Walt Jr. irá ficar bravo com a mãe, mas esse é o preço que ela precisa pagar, ser a “chata” para que a família seja protegida das boas intenções de Walt.

Breaking Bad

Fora esse diálogo muito bom do casal no final do episódio, na parte inicial tivemos outro entre eles, onde ela mais uma vez demonstra que é muito inteligente. Todos lembram como a menção do marido a um telefone foi o suficiente para ela ir atrás e descobrir toda a teia de mentiras que ele tinha criado.

Dessa vez, foi a conversa no jantar na casa de Marie e Hank, ocorrida no episódio anterior, que faz Skyler juntar os pontos, deduzindo que a morte de Gale está ligada ao trabalho paralelo de Walt e ela, inclusive, percebe que a ligação desesperada dele não foi uma declaração ou pedido de desculpas, mas uma despedida. Skyler aborda até algo que eu nem tinha pensado, o fato de Walt instigar Hank a ir atrás do “gênio da metanfetamina azul” ser um pedido de ajuda, uma tentativa de ser pego. Pensei, e até comentei isso no meu review, que parecia uma questão de ego, mas essa hipótese da Skyler é ótima e faz sentido. Freud explica.

Claro que Walt não concorda e ainda banca o perigoso, dizendo que não teme ninguém bater em sua porta, porque ele é o sujeito que bate à porta. Já vimos esse lado negro dele muitas vezes na série, mas acho que é a primeira vez que Skyler fica tão de frente com esse aspecto do marido, tanto que ela dá um tempo fora de casa. Isso, admito, foi algo que não entendi muito bem. Ela pega a estrada com a filhinha, chega no lugar onde os Estados de Utah, Colorado, Arizona e Novo México fazem fronteira, joga uma moeda que cai duas vezes no Colorado e puxa o objeto com o pé para a parte do Novo México.

Sério, não entendi muito bem isso. Ela tentou a sorte decidir para onde ela ia, mas decidiu permanecer onde está mesmo? Deixo aqui o questionamento para os outros fãs da série.

Bem, e quanto a parceria Mike e Jesse? Essa é a pergunta que Walt também faz ao parceiro, que apenas repete o que já disse anteriormente: é apenas um trabalho. Porém, o químico levanta a hipótese que abordei levemente no review anterior, acreditando que Gus está querendo voltá-los um contra o outro. Isso é algo para refletirmos, pois a relação de Walt e Jesse é uma das mais interessantes e complexas no mundo das séries, já que os dois mais brigam um com o outro do que fazem outra coisa, mas já se arriscaram também um pelo outro. Bem curioso, os dois são mais próximos do que até eles mesmos tenham notado, o que pode dar um significado maior a frase de Gus: “gosto de pensar que vejo coisas nas pessoas”.

De qualquer forma, esse trabalho novo de Jesse o fez largar Walt sozinho na limpeza do laboratório, o que o fez contratar três mulheres da lavanderia que serve de fachada para o laboratório. Walt brinda para a câmera, triunfante, enquanto as mulheres fazem o serviço.

Breaking Bad

Claro que isso não passaria impune e Tyrus chega ao local, levando as mulheres de volta para Honduras (ou coisa pior). Sério que Walt achou que deixaria pessoas desconhecidas no laboratório ultra-secreto de Gus e ficaria por isso mesmo? Até parece, né?!

Falando em Gus, um dos trabalhos de Jesse e Mike era recuperar metanfetamina azul de alguns viciados que estavam comercializando. Nesse momento, achei que a casa ia cair para o rapaz, pois se lembrarmos, ele estava desviando um pouco do produto e acreditei que agora isso seria descoberto.

Só que isso não ocorreu, era parte da guerra que está acontecendo entre Gus e algum grupo rival (ou até grupos). Lembram que Mike foi emboscado há dois episódios atrás? Dessa vez mais dois empregados de Gus foram emboscados, de forma semelhante (inclusive, também abrindo o episódio), mas não tiveram tanta sorte. Gus quer que essa guerra continue fria e pede para marcar um encontro, mas com certeza que isso vai esquentar em algum momento. Talvez na ‘season finale’?

Breaking Bad

Enquanto isso, a parceria entre Mike e Jesse continua e eu me pergunto: Mike é mais assustador no modo silencioso ou no simpático?

No mais, Walt mostrou para seu antigo chefe do lava-rápido que pode ser durão, não perdoando nem o primeiro dólar que o sujeito ganhou, transformando-o em uma refrescante latinha de refrigerante, quase um brinde solitário de vitória. Confesso que curti muito essa cena, mas acho que todo mundo que tem chefe já pensou em fazer algo do tipo, não é verdade?

Séries citadas:

Edvando Tertuliano, o Eddie, é bancário e ator de teatro e assiste mais séries do que o tempo permite, mas consegue dar conta de todas. Sua série do coração é Friends, mas também é fã de dezenas de outras, incluindo Fringe, Dexter, Breaking Bad e The Big Bang Theory, e está sempre em busca de novidades...e de coisas antigas também (Arquivo X, por exemplo).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Log In or Create an account