Log In

Reviews

Breaking Bad – Bug

Pin it

Breaking Bad

Série: Breaking Bad
Episódio: Bug
Temporada:
Número do Episódio: 04 x 09
Datas de Exibição nos EUA: 11/09/2011

Na minha opinião, uma das relações mais complexas entre personagens do mundo das séries é entre Walter White e Jesse Pinkman. Os dois, em parceria desde o primeiro episódio, estão sempre no limite entre matarem um ao outro e a lealdade absoluta. No entanto, o final do episódio da semana deixou a dúvida no ar: teria a relação dos dois finalmente chegado à um ponto de ruptura?

Em mais uma enigmática cena de introdução, vemos sangue em um sapato e uma mão pegando um óculos quebrado. Claro que sabemos que se trata de Walt (e o close em seu sapato, logo em seguida, não deixa mais dúvidas), mas quando aquilo aconteceu/acontecerá? A resposta estava logo no fim do episódio, tratava-se de uma briga entre Jesse e Walt, que só não quebrou a casa toda do primeiro porque, convenhamos, não tem lá muito a ser quebrado ali.

Breaking Bad

O motivo da porrada ter rolado? Walt plantou um GPS semelhante ao de Hank no carro do parceiro, descobrindo que este encontrou-se com Gus na noite anterior e não colocou em prática o plano de envenenar o traficante. Obviamente, Jesse não gostou da desconfiança e gostou menos ainda de Walt dizer que ele vai estragar tudo no México, resultando em uma briga violenta, que terminou com Jesse expulsando o químico de sua casa, advertindo-o que nunca mais voltasse.

Curioso observar que isso ocorreu logo depois de Jesse dizer para Gus que se o traficante fosse matar o Sr. White deveria matá-lo também. De fato essa é uma relação muito complexa e, tenho certeza, ainda vai dar pano para manga.

Mas, afinal, qual foi a natureza desse encontro semeador de discórdia? Gus explica sobre a guerra contra o Cartel, que só iria parar se a fórmula de Walt fosse ensinada aos mexicanos, daí a necessidade de Jesse conseguir reproduzir o produto sem ajuda e de sua viagem ao México.

Breaking Bad

Falando na guerra, ela gerou uma cena de mais ação no episódio. A central de distribuição de Los Pollos Hermanos é utilizada para distribuir outras coisas além de frangos e justamente essas outras coisas precisam mudar de lugar. Com todos os homens de Gus no mesmo lugar, claro que aquilo virou um alvo irresistível para o Cartel, que valeu-se de um sniper para a tarefa, vitimando um dos homens.

Claro que o sujeito morto foi “quimicamente desaparecido” no laboratório de Walt, como parece que virou costume, mas não é isso que merece destaque. Mike salvou a vida de Jesse, o que pode ser mais um indicador para uma eventual mudança de lealdade do rapaz. Além disso tivemos Gus, nas palavras de Jesse, bancando o Terminator, mostrando não só coragem, mas sua importância.

Breaking Bad

E por que, diante de uma guerra, Gus precisava mudar suas coisas de lugar? Em um primeiro momento, poderia ser culpa de Hank, que pretende fazer uma visitinha ao centro de distribuição, mas na verdade a culpa é do próprio Gus.

Como mostrado no episódio anterior, Hank plantou um GPS no carro de Gus e, assim como ocorreu com a visita ao centro, Walt avisou ao traficante, para que este pudesse se precaver. O problema? Hank foi avaliar os trajetos realizados por Gus e ele só ia da casa para o trabalho, do trabalho para casa. É claro que um policial bom como Hank ficaria desconfiado. Pô, Gus?! Custava ir na padaria de vez em quando?

Breaking Bad

No mais, o antigo chefe de Skyler reaparece, avisando que aquele problema fiscal advertido por ela gerou frutos agora, com uma audiência. Skyler, mostrando que é muito inteligente, apareceu na audiência fingindo-se de loira burra, que só conseguiu emprego por causa de seu decote, convencendo que o erro foi pura ignorância. Ted agora só precisa arrumar mais de 600 mil para as multas e os impostos e algo me diz que será mais uma porta para lavar o dinheiro dos White.

Por fim, sigo curioso em quais novas surpresas surgirão no relacionamento de Walt e Jesse, além de não saber se torço para Hank cantar mais vezes por ser engraçado demais ou ficar sem fazê-lo, já que canta muito mal.

Séries citadas:

Edvando Tertuliano, o Eddie, é bancário e ator de teatro e assiste mais séries do que o tempo permite, mas consegue dar conta de todas. Sua série do coração é Friends, mas também é fã de dezenas de outras, incluindo Fringe, Dexter, Breaking Bad e The Big Bang Theory, e está sempre em busca de novidades...e de coisas antigas também (Arquivo X, por exemplo).

1 Comment

  1. Pingback: Destaques da Semana – Brasil – 16/1 a 22/1

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Log In or Create an account