Log In

Reviews

Boss – Louder Than Words

Pin it
Série: Boss
Episódio: Louder Than Words
Número do episódio: 02×01
Exibição nos EUA: 17/08/2012
80
4
1

Depois de uma season finale eletrizante, Boss retornou para sua segunda temporada neste mês de agosto no canal Starz com um episódio mais lento. Natural, a poeira precisa baixar e as peças no jogo de poder se reorganizarem no tabuleiro. E a lentidão foi só ilusão, porque nos minutos finais de Louder Than Words somos apresentados aos dois elementos que irão conduzir a temporada: o novo sintoma de Kane, as alucinações; e o atentado contra ele, que lança um mistério que conduzirá a temporada.

A season premiere introduz ainda dois novos atores na série. Um é bem conhecido nosso, Jonathan Groff, revelação de Glee, que entra em cena no papel de Ian, que assume temporariamente a vaga do falecido Ezra Stone (mas a boa notícia é que Martin Donovan pelo visto seguirá na série, como um fantasma morando na mente demente de Kane). A outra é Sanaa Lathan, com passagem por Nip/Tuck, como Mona, a assistente do vereador Ross que comanda um ofensiva contra um projeto habitacional de Kane na Câmara. Groff pouco mostrou na premiere, até por conta da complexidade do papel (aparentemente é inexperiente, mas esperto o suficiente para sobreviver no meio dos tubarões). Já Lathan brilhou na premiere e parece que irá se tornar a personagem para qual poderemos torcer ao longo das semanas. (O lado ruim é que o Starz soltou umas fotos promocionais da série com spoilers, que colocam Mona ao lado de Kane, estragando o que poderia ser uma surpresa).

Ross está curtindo uma dor de corno. Zajac está fazendo campanha isolado e pensando em comer a estagiária. A esposa de Zajac é foda (em todos os sentidos). Emma e Kitty estão fora de circulação. E Sam Miller, bah, este é um idiota se acha que pode desafiar o establishment. O único problema de Boss é este: os políticos são uns leões e o nosso representante do quarto poder, bom, ele é um bobão, cheio de ressentimento e tão ingênuo como editor como era quando era apenas um repórter.

E esta review está saindo atrasada (e apressada) porque demorei para decidir fazê-la. Cheguei a desistir. Mas mudei de ideia quando me dei por conta que, neste momento, Boss me empolga mais que Breaking Bad. E, bom, acho que isto diz tudo sobre a qualidade da série.

Séries citadas:

É jornalista, pós-graduado em Jornalismo Digital pela Pucrs e trabalha com produção de conteúdo para Internet desde 1995. É editor de internet do Jornal do Comércio, de Porto Alegre. Fundou o TeleSéries em agosto de 2002. Na época, era fã de The West Wing, The Shield, Família Soprano e Ed. Atualmente é viciado em The Good Wife, NCIS, Game of Thrones e Parks and Recreation.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Log In or Create an account