Log In

Reviews Spoilers

Bones – The Body in the Bag

Pin it

Série: Bones
Episódio: The Body in the Bag
Temporada:
Número do Episódio: 6×10
Data de Exibição nos EUA: 20/01/2011

Hart Hanson é bom com suspense. Hart fez o coração de milhões de pessoas pararem em The Doctor in the Photo. Ele sabe como enlouquecer seus fãs. O que o senhor Hanson talvez não imagine é que esse suspense e corações quebrados está nos matando!

Quem assiste Bones previu que não haveria uma grande cena recontando o que houve algum tempo atrás. Nessa série as pessoas continuam em frente e logo, mas logo, encontram um jeito de seguir a vida. E foi exatamente isso que aconteceu. Nada de Brennan chorando pelos corredores ou Seeley tentando evitá-la. (O pessoal das fanfics errarou dessa vez). O que aconteceu foi o que talvez não queríamos que acontecesse: eles seguiram em frente.

E nem foi um episódio ruim, é só que a espera por um final feliz não necessariamente precisa ser no final. Por isso, esperamos que essa situação entre B&B se resolva logo, ou isso não é mais Bones.

Caso

Jovem é assassinada brutalmente e seu corpo é cozinhado pela água quente de um chuveiro. Parece mais um dia normal de trabalho em Washigton D.C.. Os suspeitos são: uma amiga vingativa,  outra amiga não tão amiga, um namorado pervertido, um noivo desesperado, uma velha trambiqueira – o de sempre! Mas claro que há um elemento surpresa: o policial que era bonito demais para ser apenas um figurante. Eu não gosto quando o assassinato acontece sem um motivo forte, sem ser calculado, sem um mistério. Mas ao menos fomos tentados a pensar que a morte da tal garota tinha algo haver com as bolsas ou a quebra de tradição. Boa jogada!

Casais

Hodgins e Angie são tão fofos que eu poderia ser Gormogon e comê-los vivos. Gosto quando não arruinam tudo, e apesar de meio apagadinhos na primeira parte da temporada, o casal voltou mais … o que posso dizer? Casal!

A barriguinha da Angie era algo bastante esperado pelos fãs. Pode parecer uma bobeira, mas não é. E os dois trabalhando juntos só mostra que é possível envolvê-los na história sem cair em uma melação cliché. O ultrassom no laboratório e a casa foram o momento “aw” do episódio.

Booth e Hannah. Bem-vindos  ao mundo dos relacionamentos adultos. Sem o drama habitual das séries da CW. Bom, pena que eu estou acostumada com os dramas da CW, e espero que a loira seja na verdade uma jornalista má que rouba a pauta dos outros, sem contar os homens também! Porque assim não dá para odiá-la quando não temos motivos. A Hannah não fez nada de errado até agora, é amiga da Brennan, e até o Baby Booth gosta dela. ERRADO! Temos todos os motivos para detestá-la! Fora, Hannah! Desde que apareceu na série, a jornalista tem se comportado como a maior empata-romance romance da história das séries! Se ela queria uma prêmio para fazer companhia ao Pulitzer dela, está aí um que era ganharia fácil.

Quanto ao Booth. Tentarei ser racional. Confesso que tive vontade de esganá-lo em cada cena desse episódio. Mas aí você pensa: já se passaram mais de dois anos desde que ele se declarou para a Brennan. Ao se despedir, ele informou que o tempo que os dois passariam longe um do outro serviria para os dois mudarem, não seguir de onde pararam. E mesmo gostando da Temperance, Booth continuou a agir profissionalmente depois de ter se declarado para a sua parceira. O fato é que esse comportamento idiota só parece ser assim idiota, porque o idiota do Booth não está com a Temperance. E as coisas se tornam ainda mais imbecis, pela razão explicitada por Camille no início da quinta temporada. Eu cito:

Se você (Booth) quebrar aquela casca, e mudar de ideia, ela (Brennan) irá morrer de solidão antes de conseguir confiar em alguém novamente.

Então alguém me explica como o Booth nem sequer demonstra preocupação em relação aos sentimentos dela. “Seja o que for que eu senti, eu não sinto mais, está no passado”. Ora, Booth.

A cena do Booth e da Hannah me deu nojo.

Estagiários

O que posso dizer do novo Clarke Addison? Com toda certeza, ele é o rei do ‘lab’! A cada cena em que ele aparecia, eu esperava algo hilário sair da boca dele. Adoro quando personagens secundários não são esquecidos e tem a chance de desenvolver sua história. Uma das cenas mais engraçadas desse episódio foi quando a Camille avisou ao Clarke que se ele quisesse voltar a ser reservado, todos iriam o apoiar. E, senhor Addison, meu dinheiro também vai em Booth & Brennan!

The Body in the Bag

Foi um episódio normal, e com certeza não serviria para um retorno de meio de temporada. Mas por causa das mudanças no cronograma, eu vou perdoar a produção de Bones. A história estava bem amarradinha, sem grandes absurdos, tirando a cena final surreal e irritante. Adoro o fato do Hart Hanson conhecer bem seus personagens. Brennan falando em chinês, Sweets cantando “Lime in the Coconut”, a obsessão de Booth em fazer a coisa certa. Belo trabalho da roteirista Janet Lin.

Alguma bola fora? Bom, encaixar o Sweets na série tem sido um pouco difícil, e espero que isso não tenha consequências trágicas para o personagem. E eu tenho um amigo que toda vez que a Angela usa sua tecnologia para reconstruir algum rosto ele fica bastante ‘animado’, mas descobrir a fisionomia do assassinado pelos reflexos no quarto… vamos chamar aquilo de Missão Impossível 5.

O que senti falta foi da interação Brennan/Booth. Isso infelizmente pesa muito no show. E aqueles que já estão quase esquecendo do que é essa química que se transformou na base dessa série, eu relembro o diálogo final do episódo 4×13.

Booth: Nada vai mudar entre eu e você.
Brennan: Bem… entropia é uma força natural que afasta tudo em um nível subatômico. Tudo muda!
Booth: Nem tudo, Bones. Nem  tudo!
Brennan: Você vai me fazer cair…
Booth: Nunca vou te fazer cair. Estou sempre aqui.
Brennan: Vamos nos divertir.

Bom, é isso aí. Vamos nos divertir.

Séries citadas:

30 anos, é formada em jornalismo pela Unesp e em Letras Inglês e Literaturas pela UFRN. No "TeleSéries", já foi colaboradora e editora de Notícias, agora é Editora de Conteúdo e escreve a coluna mensal "Sintonia". Já passou pelo Vírgula e pela Rede BomDia, do DIário de S. Paulo. No tempo livre, vê Bones, Hot in Cleveland, It's Always Sunny in Philadelphia, entre muitas outras séries. Fã do Clark Kent e música country.

Website: http://naliteral.blogspot.com.br/

6 Comments

  1. Pingback: Tweets that mention Bones – The Body in the Bag -- Topsy.com

  2. Lara Lima

    ahushashaushsuhasush Amei essa review demaaiss!!!! Ia copiar aqui o que gostei, mas aí seria o texto todo!! Parabéns Clara, aliás, eu quando me juntei ao grupo perguntei ao Paulo porque não tinha reviews de Bones se a série é sensacional. É bom saber que vai ter reviews suas por aqui =)

    Sobre o episódio, nem dá pra dizer muito, concordo 100% com você principalmente na parte de estar difícil odiar Hannah. Eu tento de todas as maneiras, mas não tá dando, ela é simplesmente boa demais. E agora amiga de Brennan tá pior ainda.

    Mas foi um bom episódio, até mesmo na parte Missão Impossível 5 srsrsrs. Bjs

  3. Ana

    Acho que eu odeio a Hannah por causa disso. É uma personagem perfeita demais.

  4. Ana

    Quanto ao episódio… eu gostei.
    Foi mais memorável que alguns dessa sexta temporada (percebo isso pelo simples fato de não ter pausado esse episódio em nenhum momento. Nem ter visto quanto tempo faltava).

    Então alguém me explica como o Booth nem sequer demonstra preocupação em relação aos sentimentos dela. “Seja o que for que eu senti, eu não sinto mais, está no passado”. Ora, Booth.
    Não é? Sei lá, eles trabalham juntos há quanto tempo mesmo? Ah, sim, mas chega a Hannah e agora ele só se importa com ele?

    O caso da semana também foi bom. Concordo que é Missão Impossível a Angela conseguir uma imagem através das superfícies refletoras.

    Bom ver um destaque nos squints. Achei demais o Clarke começando a falar sobre a vida pessoal dele. Acho que desses “rotativos” a única que é difícil de aguentar é a Daisy. Talvez porque ela seja chata demais.
    E o próximo episódio promete!

  5. Maria Clara lima

    Resumindo, Ana. O Booth é um idiota. Agora eu espero que ele corra e muito atrás da Brennan, e que peça desculpas de joelho.

  6. Nicole

    Eu quero q o booth fica com a hannah e a brennan arranja outro.
    O Booth é um idiota [2]
    Essa enrolação dos 2 ficarem juntos ta chato ja.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Log In or Create an account